Incrível
Incrível

22 Fatos sobre os alimentos que mudarão radicalmente suas ideias sobre boa nutrição

Talvez não haja outro assunto no mundo sujeito a tantos mitos, preconceitos e contestação quanto uma dieta saudável. Você sabia que os biscoitos de água e sal são piores para os seus dentes do que os doces? Que a tosse crônica pode ser tratada com chocolate e que temos algo em comum com as batatas? Bom, estamos prontos para surpreender você com esta matéria.

Incrível.club reuniu 22 fatos incríveis que lhe ajudarão a organizar as suas refeições de maneira adequada e a ver seus alimentos favoritos de uma forma diferente. E, no final, você verá um bônus interessante que explicará por que alguns pratos ficam mais saborosos no dia seguinte à preparação.

1. As etiquetas das frutas são comestíveis

Administração de Alimentos e Medicamentos (Food and Drug Administration, FDA), dos Estados Unidos, recomenda lavar as frutas antes das refeições, mas não proíbe consumir suas etiquetas. Assim como a cola usada para aderi-las, elas são aprovadas pelo FDA e seguras para ingestão. No entanto, recomendamos que você os remova, por motivos de segurança.

2. É melhor comer uma fatia de pizza de café da manhã do que cereais

De acordo com as pesquisas da nutricionista Chelsea Amer, um pedaço de pizza é uma opção de café da manhã mais equilibrada do que os cereais, uma vez que o primeiro tem muito mais proteínas, ingredientes frescos e menos açúcares do que o segundo. A maioria dos cereais não é nutritiva e não contribui muito para o nosso corpo. Além disso, eles são ricos em açúcares, o que não é bom se consumido em grandes quantidades.

3. Os alimentos picantes prolongam a vida

Um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard mostrou que ingerir alimentos picantes uma vez por dia pode reduzir o risco de morte em 14%. “Os ingredientes biologicamente ativos em alimentos condimentados, como a capsaicina, são capazes de reduzir o colesterol ‘ruim’ [LDL] e manter um nível saudável de triglicérides”, disse o autor da pesquisa, o doutor Lu Qi.

4. O peixe enlatado é mais benéfico do que a carne enlatada

A comida enlatada não é a mais saudável. Essa afirmação, em grande parte, é verdadeira no que diz respeito à carne, mas não tanto quando o alimento é peixe. Em sua elaboração, após um processamento térmico prolongado, até mesmo as grandes espinhas se tornam macias e comestíveis, o que faz com que elas se tornem uma fonte extra de cálcio.

5. Os tomates perdem o sabor se ficarem na geladeira

Um estudo publicado pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (National Academy of Sciences), mostra que o armazenamento dos tomates em temperaturas inferiores a
12° C
interfere em sua capacidade de produzir substâncias que contribuem para o seu sabor e
aroma naturais. O fato é que a baixa temperatura reduz a funcionalidade dos genes responsáveis
pelo aroma e maturação da fruta. Por esse motivo, é melhor armazená-los em um local escuro, em temperatura ambiente.

6. Há mais açúcar nos limões do que nos morangos

Os morangos possuem 40% de açúcar. Já os limões, quase o dobro. Nós não notamos devido a grande quantidade de ácido cítrico. Além disso, se consumida em excesso, essa quantidade de açúcares pode causar obesidade. Porém, é improvável que o ácido permita que isso aconteça.

7. A vida útil do leite não tem nada a ver com a adição de conservantes

Muitos acreditam que o leite que tem uma longa vida útil possui muitos conservantes. Não é assim. O segredo está no uso da tecnologia de altas temperaturas. A temperatura dos laticínios se eleva rapidamente, até os 135° C, e depois esfria repentinamente. Assim, as bactérias “ruins” morrem, mas todas as vitaminas são conservadas. O leite tratado dessa maneira pode ser armazenado com a embalagem lacrada por 120 dias, e até 4 dias no refrigerador após a abertura.

8. O micro-ondas é a melhor maneira de cozinhar os alimentos para manter todos os minerais e nutrientes nos vegetais

A melhor maneira de preservar os nutrientes dos alimentos é aquecê-los durante o tempo mínimo e usar o mínimo de líquido possível. O micro-ondas é o aparelho que melhor permite alcançar algo parecido. “Ao cozinhar os alimentos em um forno micro-ondas, feche bem o recipiente e adicione pouca água, para assim gerar ótimas condições para a evaporação. Desta forma, haverá o máximo de retenção possível de nutrientes”, aconselha a nutricionista Catherine Adams Hutt.

9. Mas se você tentar aquecer uvas no micro-ondas, elas explodirão

Se você cortar uma uva ao meio e aquecê-la no micro-ondas, você terá uma bola de plasma explosiva. Isso acontece porque a uva é muito pequena, então as ondas eletromagnéticas ficam muito concentradas e fazem com que a fruta exploda. Ou seja, evite fazer isso.

10. A carne de salmão criado em cativeiro é branca

O salmão selvagem adquire a sua cor natural característica devido à grande quantidade de camarão em sua dieta. Em condições industriais, o peixe consome alimentos completamente diferentes e, portanto, fica branco ou levemente rosado. Para dar o tom alaranjado comum, os fabricantes usam diferentes pigmentos.

11. As gemas dos ovos contêm mais nutrientes e minerais que as claras

As gemas contêm todas as vitaminas e minerais necessários para uma dieta completa e equilibrada. Sim, as claras têm menos gordura, mas se você precisar de muitos nutrientes, escolha as gemas. Elas contêm mais colesterol, mas não se esqueça que este é um nutriente necessário para as células.

12. O excesso de consumo de noz-moscada pode causar alucinações

A noz-moscada atua em nosso corpo como um alucinógeno, se consumida em grandes quantidades. Pode causar náusea, tontura e dificuldade para pensar. Por isso, a regra do “quanto mais, melhor” não se aplica aqui e a dosagem dessa especiaria nos pratos deve ser rigorosamente observada.

13. O wasabi é uma raíz-forte colorida

Se você gosta de comer sushi com wasabi, precisa saber que, provavelmente, o que está consumindo é simplesmente raíz-forte colorida. Na maioria dos casos, o que é servido fora do Japão é uma mistura de raíz-forte, mostarda e corante para alimentos. Mesmo no país oriental, a demanda pelo wasabi verdadeiro é tão alta que é provável que você receba uma mistura e não o produto natural.

14. No pimentão há mais vitamina C do que nas frutas cítricas

Um pimentão vermelho contém aproximadamente 152 mg de vitamina C. Isto é, uma medida e meia a mais do que o encontrado em uma laranja. No pimentão verde há um pouco menos (cerca de 95 mg), mas dado que uma pessoa precisa de cerca de 75 mg de vitamina C por dia, qualquer uma dessas opções cobre completamente a taxa diária.

15. O aroma de chocolate reduz o estresse e acalma os nervos

“Quando consumido, o chocolate revitaliza e, quando seu aroma é inalado, ele acalma”, diz o psicólogo britânico Neil Martin. “Mas só quando se trata de chocolate de verdade”. Neil realizou um
estudo com um grupo de voluntários e concluiu que esse cheiro é capaz de acalmar o sistema nervoso e aliviar o estresse muito mais rapidamente do que o aroma de qualquer outro produto.

16. Além disso, o chocolate é um remédio eficaz para a tosse crônica

Os estudos britânicos demonstraram que um composto à base de teobromina, um derivado do cacau, pode se tornar um remédio muito eficaz para o tratamento da tosse crônica. Não foram registrados efeitos colaterais associados aos medicamentos padrão e, no futuro, serão mais eficazes do que os medicamentos tradicionais.

17. Os cientistas são capazes de produzir diamantes com manteiga de amendoim

Cientistas da Alemanha, liderados por Dan Frost, descobriram que o óleo de amendoim contém muito carbono, o que significa que pode ser transformado em diamantes. Para fazer isso, primeiro é preciso eliminar completamente todo o oxigênio do produto e submetê-lo a uma grande pressão, para que ocorra o processo de conversão. Uma vez que todos os alimentos (e, aliás, todos os seres vivos) contêm carbono, esse estudo permitirá criar pedras preciosas a partir diferentes objetos no futuro. Embora, é claro, os naturais continuem sendo mais valiosos.

18. É muito provável que em produtos vermelhos haja carmim, que é obtido a partir de insetos

carmim é um corante alimentar muito popular que pode ser obtido dos percevejos cochinilla esmagados. É encontrado em vários doces e outros produtos e, às vezes, até em cosméticos. Muitas empresas procuram substitutos para isso, não porque seja prejudicial, mas porque os vegetarianos não consomem esse tipo de produto.

19. Biscoitos de água e sal são mais prejudiciais aos dentes do que doces

Não vamos dizer que os doces não são prejudiciais aos dentes. Mas devemos lembrar que existem muitos outros produtos que são tão perigosos ou mais do que as balas e os chocolates. Por exemplo, os biscoitos de água e sal. A verdade é: o que destrói os dentes não é o açúcar, mas o ácido. Os restos de biscoitos aderem aos dentes e criam um excelente ambiente para o desenvolvimento de bactérias produtoras de ácido.

20. O sal marinho não difere de forma alguma do sal comum

Embora o sal marinho seja considerado o mais saudável e benéfico, em sua composição não há nada diferente do sal de mesa habitual: ambos têm os mesmos nutrientes e a mesma quantidade de sódio. Além disso, geralmente também é adicionado iodo ao sal de mesa, para a saúde da tireóide.

A diferença está no método de produção: o sal marinho é obtido pela evaporação da água do mar e o sal de mesa é geralmente extraído de depósitos subterrâneos.

21. As batatas absorvem o sinal de Internet sem fio

Um estudo em um Boeing mostrou que temos algo em comum com as batatas: a capacidade de absorver e refletir as ondas de rádio. Devido ao alto teor de água e sua composição química, este tubérculo pode absorver o sinal sem fio da Internet. O uso de sacos com batatas, em vez de passageiros, ajudou a empresa a encontrar e eliminar pontos fracos nos sinais durante os voos.

22. Todas as bananas do mundo são clones

Existem mais de mil variedades de bananas no mundo, mas elas são todas copias genéticas da banana “Cavendish”. Elas são clonadas por falta de sementes, para continuar a produção. Essa homogeneidade genética é muito perigosa, porque se essa fruta for atacada por qualquer parasita ou doença, absolutamente todas serão afetadas, e essa situação poderia eventualmente levar ao seu completo desaparecimento.

Bônus: alguns pratos ficam ainda mais saborosos no dia seguinte à sua preparação

Muitas pessoas já perceberam mais de uma vez que alguns de seus pratos ficam mais deliciosos no dia seguinte, muito mais do que imediatamente após seu preparo. Existem muitas razões para isso. O prato fica mais saboroso e o molho e as especiarias absorvem melhor, são misturados e dão um sabor mais delicado. Existe até uma lista completa de refeições que se tornam muito mais saborosas no dia seguinte. Entre elas estão a lasanha, o macarrão e as almôndegas.

Qual desses fatos mais te surpreendeu? Conte para nós!

Imagem de capa depositphotos
Incrível/Dicas/22 Fatos sobre os alimentos que mudarão radicalmente suas ideias sobre boa nutrição
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos