6 Coisas que você precisa mudar no Inverno para chegar no Verão com o corpo desejado, segundo a ciência

Dicas
há 6 meses

É durante o Verão que costumamos ficar mais preocupados com nosso corpo, muitas vezes aderindo à dieta e entrando na academia nesse período. Todavia, se a intenção é estar com a estrutura física e a saúde em dia na estação solar, o regime e os treinos devem começar um pouco antes. Pode não parecer, mas o Inverno é um ótimo momento para começar o “Projeto Verão”, por mais difícil que possa ser sair de casa nesse tempinho. Por isso, confira 6 mudanças que você deve fazer ao longo da fria estação para chegar arrasando na praia.

1. Evite esses alimentos

Algumas comidas tendem a causar inchaço, ou seja, podem trazer desconforto ao nos olharmos no espelho. Todavia, basta moderarmos no consumo para solucionar o problema. Em alguns casos, o alimento é meio óbvio, como laticínios e refrigerante. Porém, existem outros que podem entrar em nossa dieta diária e também causar o inchaço. Nessa lista, entram pratos que contém repolho, couve-flor, feijão e grão-de-bico.

2. Beba muito líquido (de preferência água)

É comum nos preocuparmos com a nossa alimentação durante a dieta, mas outro ponto muito importante nesse período é o consumo de líquidos. E é justamente no Inverno que bebemos ainda menos. Isso acontece porque sentimos menos sede no clima frio, mas isso não significa que não estamos perdendo água.

Por isso, esquecer de se hidratar pode ser um erro crucial no período de perda de peso. Primeiro, porque a sede pode ser confundida com a fome, portanto, podemos acabar consumindo algo quando, na verdade, beber água resolveria. Outro ponto a se considerar é que a ingestão de líquidos auxilia na perda de peso, pois aumenta o metabolismo.

  • Sempre tenha uma garrafa de água por perto, dessa maneira, vai ser mais difícil se esquecer de tomar água;
  • Se a água não é sua bebida favorita, você pode fazer pequenas substituições por chá, principalmente no frio, ajudando a se aquecer;
  • Colocar fatias de limão ou laranja na água pode ajudar a deixar a bebida mais interessante e, com isso, tomar mais vezes.

3. Sopa é uma excelente refeição

Se você é do time que acha que sopa não pode ser considerada almoço ou janta, então deve adicioná-la como uma entrada. Esse é o jeito perfeito de consumir menos calorias durante as principais refeições. Ao tomar o líquido, sua sensação de saciedade já vai aumentar, fazendo com que menos quantidade seja colocada no prato na alimentação seguinte. Mas, óbvio, a sopa deve conter poucas calorias, por isso, risque da lista as misturas em pó vendidas nos supermercados.

  • Sopas como de cenoura e coentro, legumes e couve-flor são apenas algumas das opções de comidas com baixa caloria que podem fazer a diferença na dieta.

4.Treine em dois turnos

Durante o Inverno, pode ser ainda mais difícil sair de casa para se exercitar, afinal, tudo nos impulsiona a ficar debaixo das cobertas. Ainda assim, uma dica preciosa para manter a forma nesse período e chegar no Verão arrasando é dividir o treino em dois turnos.

Segundo Joel Martin, professor assistente de medicina esportiva e cinesiologia na George Mason University, o ideal é fazer um cardio pela manhã e um exercício de força durante a noite. Isso porque práticas de alta intensidade mantêm a frequência cardíaca elevada horas após o treino acabar, enquanto o segundo constrói músculos e continua queimando calorias mesmo no tempo de descanso.

  • Para muitos, o cardio pode ser sinônimo de tédio, mas ele não se resume apenas à esteira e bicicleta: pular corda, dançar e praticar boxe são algumas das opções.

5. Coloque mais proteína no prato

As proteínas são importantes em qualquer época do ano e, no Inverno, não devemos descartar esses alimentos de nossa lista. Principalmente se os exercícios estão sendo realizados de forma regular, é por meio desses que o corpo compensa o desgaste dos músculos, além de ajudar na recuperação e ganho de força. A nutricionista Avni Kaul afirma que esse tipo de alimento auxilia no metabolismo: “Comer alimentos ricos em proteínas pode aumentar temporariamente o metabolismo, pois o corpo usa calorias para digerir e absorver os nutrientes”.

  • A cada 100 gramas de peito de frango, consome-se cerca de 23 gramas de proteína;
  • Já a carne vermelha contém cerca de 24 gramas de proteína a cada 100 gramas;
  • A lentilha é uma leguminosa que funciona como uma boa fonte de proteína. Em uma medida de 100 gramas, podemos encontrar cerca de 9 gramas de proteína.

6. Coma mais fibra

Se durante o Inverno a vontade de comer aumenta, a solução é consumir alimentos que ofereçam mais saciedade, mas sem ultrapassar o limite de calorias diárias. Por isso, comidas que contêm fibras são uma ótima opção para o dia a dia. Isso ocorre porque a fibra solúvel forma um gel, permitindo que o estômago fique cheio por mais tempo, resultando em uma sensação de satisfação prolongada.

  • abacate possui cerca de 10 gramas de fibra, e a melhor parte é que ele se encaixa em diversos tipos de receitas. Pode ser utilizado em uma vitamina, adicionado à salada ou transformado em guacamole;
  • A batata é outro alimento que contém uma quantidade significativa de fibra: uma de tamanho pequeno pode conter cerca de 3 gramas. Além disso, é um alimento versátil que combina com quase todas as preparações culinárias.

A dieta quase sempre vem acompanhada de exercícios físicos, e normalmente são os pneuzinhos formados na barriga que mais nos incomodam. Porém, existem alguns treinos bem práticos e que podem ser feitos em casa que auxiliam na eliminação deles.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados