Incrível
Incrível

13 Maneiras de evitar as cólicas menstruais

É muito pouco provável que você encontre uma mulher que não tenha sofrido pelo menos uma vez as dores de uma cólica menstrual. Embora cada pessoa seja única e as dores variem muito de mulher para mulher, ela sempre aparece.

Encontramos algumas maneiras alternativas para enfrentar essas dores. Como sempre, recomendamos que você converse com o seu ginecologista se as dores forem fortes demais. Afinal de contas, com saúde não se brinca.

1. Aplicar calor

O cientista Brian King, da University College London, demonstrou que a temperatura de 40 °C ajuda a eliminar as cólicas. O Dr. King, responsável pela pesquisa, disse que as cólicas são causadas por um fluxo sanguíneo reduzido aos órgãos, o que prejudica os tecidos.

O mais surpreendente é que o calor funciona como um remédio: ele bloqueia os receptores da dor chamados de P2X3. Portanto, coloque um bolsa de água quente e veja como a dor diminui. Se você tiver um gato, esse é o melhor momento para ele dormir sobre a sua barriga.

2. Tomar um banho quente

Como mencionamos anteriormente, o calor ajuda a aliviar a dor. Um banho também é uma ótima maneira de relaxar física e psicologicamente. Se você tiver uma banheira, coloque água quente, acrescente alguns sais de banho (a lavanda ajuda a superar o estresse), coloque duas ou três colheres de gengibre ralado, ligue uma música relaxante, faça um chá e aproveite.

Para melhorar o efeito, acrescente várias gotas de óleos essenciais:

3. Massagear a barriga com óleos essenciais

Os estudos demonstram que uma massagem com óleos essenciais pode aliviar as dores. Veja algumas técnicas que podem te ajudar:

  • Coloque as palmas das mãos no meio do abdômen e comece a desenhar círculos grandes, pressionando levemente. Faça isso 30 vezes.
  • Coloque os dedos médio e indicador das duas mãos sobre o seu umbigo, pressionando o abdômen. Desenhe um coração movendo as mãos para cima e para os lados, terminando na parte baixa do abdômen. Depois, mova os dedos para cima outra vez e repita o processo de 20 a 30 vezes.
  • Coloque as suas mãos nas costas e vá descendo, aplicando um pouco de pressão, até o cóccix. Repita umas 30 vezes.
  • Esfregue a parte inferior da sua barriga com as duas mãos umas 30 vezes.
  • Amasse o seu abdômen com o nó dos dedos durante 30 segundos.

Para que o efeito seja melhor e o processo seja mais agradável, experimente os óleos mencionados acima. Ou, se preferir, prepare uma mistura de lavanda, sálvia e manjerona (proporção 2: 1: 1).

4. Tomar um chá de ervas

O chá de ervas é algo que as pessoas bebem há muito tempo por suas propriedades curativas. Ainda que o seu uso pareça estranho para algumas pessoas, os cientistas demonstraram os benefícios do chá de camomila no curto prazo. Ele contém glicina, que alivia os espasmos musculares e, portanto, relaxa o útero. Além disso, o efeito do chá é acumulativo e pode durar até duas semanas.

O chá de cúrcuma também ajuda a combater a cólica em função de suas propriedades anti-inflamatórias. Ele também elimina os espasmos. Confira a receita:

  • 24 g de raiz de cúrcuma ralada;

  • 13 g de raiz de gengibre ralado;

  • 1/4 de colher de canela ralada;

  • uma pitada de pimenta do reino moída;

  • 80 g de mel;

  • suco de meio limão.

Misture os ingredientes e coloque na geladeira. Para preparar o chá, pegue uma colher da mistura com 170-230 ml de água fervendo. Se quiser, acrescente um pouco mais de pimenta.

5. Fazer sexo

Apesar da situação não ser exatamente agradável, esse talvez seja o ponto mais agradável da lista. E um dos mais positivos. Segundo diferentes estudos, o sexo fortalece o sistema imunológico, alivia as dores de cabeça e até melhora a memória.

Talvez você já saiba que os orgasmos liberam noradrenalina, serotonina, endorfinas e dopamina, o que ajuda a reduzir a sensação de dor. O fluxo sanguíneo e o estímulo na vagina fazem o mesmo ao hidratar os tecidos, além de que relaxam os músculos.

Além disso, o sexo também pode fazer com que o corpo elimine o sangue da menstruação mais rapidamente em função das contrações que ele experimenta durante um orgasmo, encurtando assim o ciclo.

6. Dormir bem

Todos sabemos que o sono é importante para a nossa saúde, mas dormir em momentos assim sempre é muito difícil. O travesseiro preferido fica incômodo, o colchão parece duro demais e até o lençol esquenta mais do que o desejado. Pela manhã, nos sentimos inchadas, com sono e ficamos irritadas com qualquer coisa.

Para tornar a vida mais agradável, temos alguns conselhos para dormir bem. Os especialistas recomendam dormir em posição fetal, já que isso relaxa os músculos abdominais e diminui a dor. Além disso, à medida que as pernas são apertadas, existe uma menor possibilidade de um corrimento indesejado.

7. Hidratar-se

Por mais estranho que possa parecer, beber mais água ajuda a prevenir a retenção de líquidos no corpo. Isso facilita e até ajuda a evitar o inchaço. Para melhorar o efeito, você pode tentar beber água morna ou quente, ao invés de fria. Isso eliminará a dor porque ajudará a relaxar os músculos.

Se você não consegue beber água quente, tente comer frutas e hortaliças. Por exemplo, pepinos, alface, melancia e melão. Esses alimentos têm muita água e são saborosos.

8. Comer especiarias e ervas

As especiarias são parte da nossa vida cotidiana, mas não sabemos dar a elas o seu devido valor. Os cientistas realizaram alguns estudos, cujos resultados podem nos ajudar a eliminar esse tipo de dor. Confira:

  • Sementes de erva-doce. Um estudo demonstrou que elas são muito eficientes para combater as cólicas, mas demoram mais ou menos uma hora para fazer efeito. A desvantagem é que aumentam o sangramento, por isso é melhor não consumir à noite.
  • O gengibre, ao contrário, reduz o sangramento. Ele ajuda a melhorar o estado de ânimo e faz com que os sintomas sejam menos intensos.

9. Não esquecer vitaminas e minerais

Outra forma de aliviar a cólica menstrual é tomar vitaminas e minerais. Os especialistas recomendam:

  • Cálcio, para manter o tônus muscular. Os cientistas recomendam tomar 1 g por dia para aliviar as cólicas. Se quiser, acrescente alimentos ricos em cálcio na sua dieta: brócolis, amêndoas, iogurte e leite.
  • A vitamina D. Ela ajuda o corpo a absorver o cálcio e ajuda a reduzir a inflamação.
  • Os ácidos graxos Ômega-3, como o fígado de peixe. Eles ajudam a reduzir a inflamação. Mas cuidado para não aumentar o sangramento.
  • O magnésio. Ele reduz os níveis de prostaglandina, uma substância que aumenta a sensação de dor. Mas é importante conversar com o seu médico antes, sobretudo se você tiver problemas cardíacos.
  • A vitamina E. Ela ajuda a combater a cólica, mas pessoas com diabetes e problemas cardíacos devem tomar cuidado.

10. Fazer exercícios

Algumas mulheres pensam que fazer exercício durante este período não é bom. Não obstante, é sabido que o exercício aumenta o nível de endorfina liberada no corpo, o que diminui a dor, melhora o estado de ânimo e acelera a queima de prostaglandinas.

Para alcançar o resultado desejado, tente treinar 3 vezes por semana durante pelo menos 15 minutos. Os especialistas dizem que caminhar, andar de bicicleta, praticar ioga e patinar é o melhor a se fazer.

11. Recusar alguns alimentos por um tempo

É preciso evitar alguns alimentos durante esses dias. A cafeína é um exemplo. Para quem está acostumado a uma dose diária pela manhã, isso pode parecer desastroso. Mas calma! A cafeína intensifica os sintomas do período pré-menstrual, causando inchaço, mudança de humor, dores e câimbras. Ela aumenta os níveis de ansiedade e pode fazer com que o ciclo menstrual fique mais irregular.

Também é bom evitar alimentos e bebidas que causem inchaço e retenção de líquidos, como comidas muito salgadas, álcool, chocolate e refrigerantes.

12. Massagem de acupressão

A acupressão é um método muito antigo. Ele tem se mostrado muito eficiente há muito tempo contra diferentes tipos de dores. Conheça alguns pontos de acupressão para normalizar o período e aliviar as cólicas:

  • Em primeiro lugar, o Mar de Energia, que se encontra dois dedos embaixo do umbigo, e a Porta de Origem, que fica dois dedos mais para baixo.
  • Em seguida, a Mansão Cottage e a Porta Correndo, que se encontram uma ao lado da outra na área pélvica, onde as pernas começam.
  • O grupo de pontos chamado Sacral fica na parte inferior das costas.
  • O Útero e os Vitais são encontrados no meio do caminho entre a base dos glúteos e o osso do quadril.
  • Os Três pontos de Ying estão nos pés.
  • O último ponto é chamado de Avô Neto. Ele fica no arco superior do pé, a um dedo do calcanhar.

13. Remédios

Todos sabemos que as pílulas anticoncepcionais podem ajudar a reduzir as dores, mas elas não devem ser tomadas sem recomendação médica.

Algumas pessoas tomam ibuprofeno e aspirina. Mesmo que esses medicamentos possam ser comprados sem receita, eles também deveriam ser consultados com o seu médico. Tomar remédios sempre é uma das últimas alternativas.

Por último: escutar o seu corpo

O nosso corpo é sábio. Todos somos diferentes e não existe uma maneira mais eficiente de enfrentar as cólicas. Cada mulher precisa experimentar e sentir o que faz bem a ela. Lembre-se de descansar e respeitar os seus limites.

Se você tiver outras dicas, ou se quiser comentar algo a respeito do que foi mencionado, compartilhe suas ideias nos comentários.

Incrível/Mulher/13 Maneiras de evitar as cólicas menstruais
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos