Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10+ Dicas de uma cabeleireira que fala abertamente sobre seu trabalho e revela os segredos dos profissionais

Já falamos em outro post sobre as dicas da Vera, criadora do blog Diário de uma cabeleireira, onde ela compartilha diversas sugestões interessantes sobre a profissão. Antes, Vera trabalhava em um salão de beleza, mas agora passou a ser autônoma. De qualquer forma, ela ainda encontra muitos casos complicados de resolver por conta de cuidados impróprios com as madeixas.

Nós, do Incrível.club, lemos os comentários dos leitores e preparamos mais uma seleção de dicas que vão te ajudar a manter a saúde e beleza dos seus cabelos. No final do post, um bônus com uma história sobre como é difícil se transformar na “cachinhos dourados”. Acompanhe!

Como combater a queda de cabelo

Infelizmente, esse problema está aumentando a cada ano, tanto em homens como em mulheres. É perfeitamente normal ver cabelos na escova de pentear, mas em quantidades pequenas e não um volume absurdo de fios. Aqui vão algumas dicas que dou aos meus clientes:

  • Identificar e corrigir alguma deficiência de vitaminas e microelementos (faça os exames médicos necessários); coma mais legumes, frutas e carnes; mantenha o balanço hídrico no corpo.
  • Verifique se está com algum distúrbio hormonal.
  • Procure passar menos estresse (talvez seja o mais difícil).
  • Uma vez por semana, esfolie ou faça um peeling no couro cabeludo. Esfoliantes são eficazes para eliminar sujeiras, restos de produtos, partículas de pele morta e também estimulam o crescimento.
  • Faça um tratamento de plasmoterapia ou massagem.

É preciso evitar shampoos com sulfatos?

No mundo de hoje, todos estão obcecados com os shampoos sem sulfatos, naturais e ecológicos. Mas nenhum extremo é saudável. Sim, tais produtos são essenciais para cabelos muito danificados, mas é igualmente importante ter shampoos no nosso arsenal, que espalhem bem na cabeça e limpem o couro cabeludo. Caso contrário, diversos problemas podem aparecer — desde poros entupidos a caspas.

Se você usa um shampoo suave diariamente, tente a cada três lavagens trocá-lo por um shampoo com sulfato de qualidade. Ele não danificará seu cabelo de forma alguma, mas irá limpá-lo mais profundamente. Uma vez por mês, aconselho a usar um shampoo de limpeza profunda, capaz de remover todos os silicones acumulados e resíduos de produtos.

Dá para enganar a genética e fazer os cabelos crescerem até o calcanhar?

Desde os meus 14 anos, andava com corte chanel. Depois quis ter os cabelos compridos, mas cresceram somente até abaixo dos ombros. Testei todos os tipos de máscaras (desde mostarda até pimentão vermelho), fazia massagem na cabeça e mesoterapia, mas na foto acima mostra o comprimento máximo que meu cabelo alcançou.

Nossa genética dita a velocidade máxima de crescimento capilar por mês (a qual podemos “acelerar” com diversos estimulantes): em média varia de 1 a 2 cm. Da mesma forma é determinada a fase anágena, ou seja, o tempo durante o qual o cabelo cresce — em média, entre dois a cinco anos.

Apesar de todos os seus esforços, seus cabelos vão crescer até o seu máximo “genético”: para uns, até a escápula; para outros, até a cintura.

Com que frequência deve-se cortar os cabelos?

É aconselhável atualizar o corte de cabelo uma vez a cada um mês e meio — momento no qual as pontas começam a ter uma aparência mais desleixada e fica mais difícil de fazer penteados. Caso tenha cabelos lisos e longos, precisará aparar as pontas pelo menos uma vez a cada três meses em 1-2 cm. Isso só irá ajudar, pois as pontas perdem força com o tempo e não acrescentam em nada ao visual. Lembre-se que o cabelo começa a “quebrar” de baixo para cima.

Um pequeno truque: quanto mais uniforme for o corte, por mais tempo o formato será mantido. Portanto, se possível, tente não repicar ou desfiar o cabelo, pois isso o deixará mais solto e, consequentemente, menos protegido — podendo quebrar com mais facilidade.

E, importante, não tente cortar os cabelos em casa se não for profissional. Um especialista usará os instrumentos mais apropriados. Quanto mais novas e afiadas forem as tesouras, por mais tempo você ficará com as madeixas niveladas e bonitas.

Para que serve o banho de colágeno?

Para começar, o procedimento parece com um tratamento de SPA, pois durante o processo você terá sensações bastante agradáveis: os cabelos são nutridos com óleos e vitaminas, e o couro cabelo é suavemente massageado. Mas o principal objetivo do banho é nutrir profundamente com colágeno — substância capaz de suavizar a descamação e, por conta disso, os fios parecerão mais saudáveis, vivos e bonitos.

O banho de colágeno leva uma hora e é adequado para qualquer tipo de cabelo, especialmente para mechas ressecadas, sem brilho, porosas e desidratadas. Não esqueça que é um procedimento cumulativo: para manter o efeito, é aconselhável fazer dois banhos com uma diferença de uma semana entre eles. Depois, basta repor o colágeno conforme as necessidades (1-2 vezes ao mês).

Por que o loiro precisa ser “limpo” e por que fica “sujo”?

Frequentemente, após tingir o cabelo de loiro, muitas mulheres reclamam que a cor ficou “enferrujada”, que há partes amareladas e as pontas estão “sujas” (com coloração roxa ou azulada). Vou dizer por que isso acontece.

  • Os cabelos ficam amarelados por falta de cuidados e devido ao estresse térmico excessivo.
  • Tons roxos, azuis ou cinzas podem aparecer por conta da ação profunda de shampoos pigmentados.
  • Tons de “ferrugem” podem aparecer por conta de água dura saindo do seu chuveiro.

Meu conselho? Use shampoo de limpeza profunda com certa regularidade. Para combater a água dura, você pode usar produtos cosméticos, que contenham ácido cítrico. A melhor saída, claro, seria instalar um filtro no chuveiro para deixar a água mais mole.

Qual deve ser o cuidado durante o verão?

Os raios de sol reduzem a umidade dos cabelos, deixando-os quebradiços e ressecados. Para fios tingidos, então, a saturação da cor também diminuirá.

Primeiro passo: minimizar a exposição à luz UV. Não estou dizendo para viver na sombra por três meses, calma. Você pode usar chapéus e passar produtos sem enxágue — como fluidos e sprays. Óleos devem ser evitados, pois apenas atraem ainda mais os raios solares.

Segundo passo: evite o uso de produtos e substâncias fitoterápicas. Durante o verão, você deve evitar passar na cabeça ervas, plantas e tudo o que cresce no quintal da sua avó. Para não perder umidade, use produtos à base de água e escolha aqueles mais adequados para o calor — que contenham proteção FPS, por exemplo.

Como escolher a escova certa?

Os pentes de plástico com dentes grandes são considerados os mais simples e acessíveis. Eles são excelentes para o uso diário — capazes de desembaraçar os fios sem danificá-los. Muitas meninas têm escovas de madeira, mas elas podem ser difíceis de limpar. Além do mais, a madeira é um material propício para a proliferação de bactérias.

Escovas de massagem estimulam a circulação, mas podem esticar e quebrar os cabelos com mais facilidade. Por isso, é melhor usá-las depois de desembaraçar as mechas, isto é, apenas para deixá-las mais sedosas. E preste atenção na quantidade de bolinhas nas pontas das cerdas: elas protegem o couro cabeludo de possíveis feridas.

Uma pergunta que sempre me fazem é a seguinte: qual escova usar em cabelos molhados. Na minha opinião, eles simplesmente não devem ser penteados nesse momento (principalmente os tingidos).

Como evitar os cabelos “energizados”?

Os fios estão constantemente em atrito uns com os outros e com as roupas. Como resultado, ocorre o acúmulo de eletricidade estática neles. Isso acontece principalmente em tempos mais frios, quando o ar está mais seco. Cabelos quebradiços e danificados são mais suscetíveis à eletrização. Agora vou dizer como combater esse fenômeno.

  • Vá a um salão e faça algum procedimento para nutrir os fios e evitar a descamação.
  • Use produtos sem enxágue. Cremes e óleos são mais recomendados para cabelos grossos e densos. Para fios finos e porosos, opte pelos sprays.
  • Em tempos frios, não saia na rua de cabeça molhada e tente sempre proteger o cabelo com algum chapéu ou lenço.
  • Adquira uma escova de silicone ou de cerdas naturais.

Quais ofertas realmente valem a pena?

Eu já fui cofundadora de um salão de beleza e, para atrair mais clientes, tínhamos de pensar em diferentes ofertas e promoções. Vou contar quais delas foram realmente interessantes e lucrativas e quais foram perda de tempo e de dinheiro.

  • “Traga um amigo, ganhe um desconto”. Nem todas as pessoas aceitam fazer procedimentos desnecessários. Além disso, a maioria não gosta muito de mudar de cabeleireiro.
  • “Se pintar, ganhará corte de graça”. Várias clientes realmente gostam de fazer combos e, em média, economizavam 40-50 reais.
  • “Desconto de 50% se deixar avaliações nas redes sociais”. Ganhamos muitos novos clientes com essa oferta.
  • “Coloração complexa por apenas 200 reais em vez de 400”. Na prática, descobrimos que essa promoção não era muito boa. Primeiro, o cliente não sabe o que exatamente está incluso no valor. Segundo, é muito fácil encontrar outros salões que oferecem o mesmo procedimento pelo mesmo valor ou, até, mais barato (sem estar na promoção).

Tivemos, ainda, a oferta “maluca”, em que oferecíamos aos clientes pagar o quanto achassem necessário. Foi a nossa ideia mais humilhante e fracassada. Aguentamos apenas três dias. Por um corte complexo, nos pagavam 1 ou 3 reais. Conseguem imaginar?

Bônus: meu trabalho em fotos

Minha cliente resolveu pintar as madeixas em casa e depois pediu para eu corrigir o tom de loiro sem danificar ainda mais os fios.

Na foto dá para ver todo o processo do trabalho e o resultado. A cor final ficou um dourado com tons “perolados”. A qualidade dos fios de cabelo foi preservada ao máximo: estão brilhosos e sedosos. Mas alcançar o loiro desejado requer bastante experiência, por isso é válido procurar por um profissional.

Como você cuida dos seus cabelos? Usa produtos caseiros para os cuidados regulares ou prefere deixar nas mãos dos cabeleireiros? Comente!