10 Ervas para temperar e quais são os pratos mais apropriados para cada uma

As ervas para temperar são, praticamente, essenciais em quase todos os pratos. Contudo, engana-se quem acha que o cheiro-verde é apenas um tipo de erva. Na verdade, esse é o nome popular para um grupo de temperos, cuja composição varia conforme a região do país. Em alguns lugares, como no Sudeste, geralmente é formado pela união da salsa com a cebolinha. Já no Nordeste, à essa dupla acrescenta-se o coentro. Essa diferença pode confundir algumas pessoas, que ficam sem saber o que usar em cada prato.

Incrível.club fez uma lista com algumas ervas para temperar e contamos quais as mais indicadas para certos alimentos. Dê só uma olhada!

Salsa

Provavelmente, essa é a erva de temperar mais famosa do mundo. Ela é fonte de vitaminas e minerais, e ajuda a manter o bom fluxo sanguíneo. Também pode ser facilmente plantada em casa e é constantemente confundida com coentro.

Pode ser usada em:

  • molhos para carne
  • sopas
  • saladas
  • massas
  • peixes
  • legumes
  • ensopados
  • e até sucos

De preferência, use-a sempre fresca, pois ela perde as propriedades quando seca. Ao cozinhar, coloque na panela apenas no fim do cozimento, após desligar o fogo, abafando com a tampa por alguns segundos.

Não há contraindicações para a salsa, apenas evite exagerar, para não sobressair sobre os outros ingredientes.

Cebolinha

Outra queridinha, ela tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Inclusive, foi comprovado que seu consumo regular, aliado a uma boa alimentação, reduz o risco de doenças.

Pode ser usada em:

  • molhos para carne, em especial as brancas e os peixes
  • sopas
  • saladas
  • massas
  • legumes, quentes ou frios
  • grãos
  • queijos
  • receitas com ovos, como suflês e omeletes

A cebolinha também deve ser usada fresca e após desligar o fogo, para não perder suas características. Podemos usar tanto os talos quanto as folhas e não há muitas contraindicações, vai do gosto pessoal.

Coentro

Para muitas pessoas, um dos grandes vilões da cozinha. O coentro é amado ou odiado em diversos lugares do mundo, mas é indiscutível que ele dá um sabor diferente à comida, com um toque doce, refrescante e picante.

Como benefícios, auxilia na digestão e nos processos desintoxicantes do organismo, no controle da glicemia, na redução do colesterol e do triglicérides, e até age como bactericida contra a salmonela.

Pode ser usado em:

  • molhos
  • massas
  • saladas
  • aves
  • peixes
  • arroz
  • feijões
  • legumes

Já as sementes são usadas em:

  • saladas
  • conservas (picles)
  • linguiças
  • salsichas
  • carnes, em geral

As folhas e os talos são usados frescos, mas quanto às sementes isso não é exigência, inclusive, elas podem ser trituradas até virar pó para compor certas especiarias, como o curry.

A contraindicação é evitar o uso das folhas com carnes de gosto forte, mas usar as sementes para mariná-las pode ser uma boa ideia.

Assim como a salsa, o coentro também deve sempre ser usado bem fresco e é importante saber escolher o melhor na feira ou supermercado. Para isso:

  • veja se as folhas estão bem verdes e se não há nenhuma escura, amarelada ou murcha
  • os talos devem estar verdes, firmes e crocantes

Assim, você aproveita o maço inteiro e não apenas algumas folhas.

Tomilho

Ainda desconhecido por algumas pessoas, essa erva é farta em óleos essenciais e é benéfica para a digestão e o sistema respiratório, sendo usada para tratar tosse e bronquite.

Pode ser usado fresco em:

  • molhos
  • sopas
  • legumes
  • guisados de carnes

Pode ser usado seco em:

  • assados de carnes
  • bolos
  • pães
  • biscoitos

O tomilho não vai muito bem com pratos crus, mas de resto é liberado para testar o gosto. Quando fizer receitas assadas ou cozinhas, adicione-o antes de levar ao fogo.

Também pode ser plantado em casa, usando vaso e terra adubada, com rega e luz frequentes, mas sem excesso.

Alecrim

Essa erva é usada há centenas de anos para temperar e como remédio, com efeito bactericida comprovado. Ainda, contém ação diurética, digestiva e até antidepressiva, útil para aliviar dores de cabeça e ansiedade.

Pode ser usada em:

  • todos os tipos de carnes
  • cozidos
  • assados
  • marinadas
  • para integrar óleos, manteigas e vinagres
  • massas
  • pães

O alecrim pode ser usado seco ou fresco, mas em cozidos e assados, o ideal é adicionar antes de ir ao fogo. Uma única contraindicação é com saladas e outras receitas cruas, pois o sabor pode ser bem amargo nesses casos.

Pode ser plantado em solo arenoso e pedregoso, com muita luz e pouca água, mas não em altas temperaturas.

Orégano

Muito usado nas culinárias portuguesa, italiana, espanhola, grega e francesa, também é muito famoso nas cozinhas brasileiras. Segundo pesquisas, tem cerca de 200 elementos antioxidantes e fenólicos que auxiliam a retardar o envelhecimento do organismo.

Pode ser usado em:

  • molhos
  • massas
  • cozidos com aves
  • assados
  • caldeiradas
  • saladas
  • queijos

É mais saboroso quando usado seco e no fim do preparo dos pratos, tanto crus quanto cozidos. A única ressalva é em relação às carnes vermelhas, que compete com o sabor do tempero. Pode ser plantado em vasos ou jardins, com terra adubada em um local ensolarado.

Manjericão

Muito usado na cozinha mediterrânea, ele ficou famoso no Brasil graças aos imigrantes italianos. É rico em vitaminas e minerais, atuando como anti-inflamatório e antioxidante.

Pode ser usado em:

  • molhos (principalmente os que tenham tomate, cebola, orégano, alho ou azeite)
  • sopas
  • massas
  • pizzas
  • receitas com ovos
  • carnes suaves, como lombo de porco, frango, peru ou vitela

O ideal é usá-lo fresco, ao final da preparação do prato, mas também pode ser usado seco. A ressalva fica em usar o manjericão com carnes de gosto mais forte, que pode se sobrepor ao da erva.

Se quiser plantá-lo, faça-o em um vaso ou no jardim, regando pouco, mas constantemente. Também é preciso que esteja em um local com incidência de luz e calor, evitando tocar nas folhas, pois pode escurecê-las.

Salsão

O salsão tem o gosto bastante parecido com o da salsa e também é conhecido como aipo. Ele é um campeão quando o quesito é saúde, pois tem propriedades antioxidantes e hepatoprotetoras, sendo um aliado em casos de alterações menstruais. Ainda, contém flavonoides, fortalecendo a imunidade e acelerando o metabolismo, além de eliminar toxinas.

Pode ser usado em:

  • sopas
  • caldos
  • saladas
  • puro

Todas as partes desse vegetal podem ser usadas, folhas, raiz e caule, que é crocante e vai bem até puro. As folhas podem ser usadas em diversas receitas, mas o ideal é não exagerar, pois seu sabor pode tomar conta do prato.

Sálvia

Apesar de pouco conhecida da maioria das pessoas, essa erva é usada há milhares de anos, tanto na cozinha quanto para fins medicinais. Ela é fonte de vitaminas e minerais, tendo propriedades analgésicas, antioxidantes e anti-inflamatórias.

Pode ser usada em:

  • carnes (como frango, peru, pato, peru e porco)
  • grãos
  • ovos
  • legumes
  • queijos
  • massas

A sálvia pode ser usada fresca ou desidratada, mas é melhor evitar exagero para que o gosto não tome conta do prato.

Se quiser, é possível plantá-la em casa e, para isso, é preciso usar vasos maiores, de cerca de 30 cm.

Hortelã

Muito conhecida, essa planta é usada tanto na culinária quanto para cura. Ela tem propriedades benéficas para o sistema respiratório e o trato intestinal. Com um sabor picante, intenso e refrescante, ela vai bem com diversos pratos.

Pode ser usada em:

  • carnes fortes, como cordeiro, peru, pato e ganso
  • molhos
  • legumes de sabor cítrico
  • geleias
  • iogurte
  • sobremesas com chocolate e frutas cítricas

A erva pode ser usada seca ou fresca, quando o sabor e o aroma são mais marcantes. Entretanto, não combina muito com especiarias de sabor forte, como canela e curry.

Bônus — Coentrão ou Chicória do Pará

Ainda muito desconhecido, esse vegetal tem vários nomes. No Brasil, ele é chamado coentro do mato ou selvagem, coentrão, nhambi e chicória do Pará, do norte ou da Amazônia. Já em outros países, é possível identificá-lo como culantro.

Tem inúmeras propriedades terapêuticas, agindo como antidiarreico, antisséptico, antigripal e até repelente. Ainda, é rico em vitaminas, sais minerais e fibra.

Pode ser usada em:

  • molhos
  • saladas
  • sopas
  • recheios
  • sucos verdes

Apesar de ser encontrada em feiras e mercados municipais, também pode ser plantada em casa. Para isso, o clima quente é o ideal e em solo úmido, mas não encharcado.

Então, qual erva você mais usa para temperar? E qual não suporta o gosto? Deixe um comentário com sua opinião!

Compartilhar este artigo