10+ Dicas do Dr. Lair Ribeiro sobre alimentação saudável para melhorar a saúde

Dicas
há 4 anos

O Dr. Lair Ribeiro é um médico formado pela PUC-Rio, nutrólogo com especialização pela Associação Brasileira de Nutrologia e pela Associação Médica Brasileira, muito conhecido por tratar doenças focando em sua causa, não em seus sintomas. De acordo com ele, a falta de nutrientes é responsável por boa parte das enfermidades, e vários estudos comprovam suas afirmações.

No Incrível.club você vai conhecer as dicas mais importantes desse médico. Elas vão ajudá-lo a entender melhor seu corpo, e a ficar alerta aos mais diferentes sintomas e ao que eles representam.

O nutrólogo e cardiologista Lair Ribeiro morou nos EUA e fez parte de universidades importantes como Harvard Medical School, Baylor College of Medicine e Thomas Jefferson University. Foi autor de vários livros, realizou palestras, concedeu entrevistas e publicou estudos em revistas médicas, que fizeram dele um especialista na área da Saúde voltada à Nutrição para prevenir e curar doenças.

1. Candidíase

A candidíase se apresenta quando a mulher tem episódios de imunidade baixa, em casos de excesso no consumo de carboidrato e quando há acidez vaginal, entre outros motivos. Pesquisas comprovam que, conforme o Dr. Lair já afirma em suas palestras, a regularização da flora do intestino, a melhora da imunidade e o uso de óleo de coco e kefir podem regularizar as defesas do corpo e eliminar o problema.

2. TPM

O Dr Lair concluiu, através de estudos, que a diminuição dos sintomas desse problema feminino passa sempre por uma alimentação mais saudável. Para isso é importante evitar cafeína e alimentos refinados, processados e embutidos, substituindo-os por sucos, comidas naturais e orgânicos. Além disso, é importante beber uma boa quantidade de água, mas fora das refeições.

3. Asma

asma é uma doença caracterizada pela inflamação das vias respiratórias. Especialistas investigam a chamada sensibilidade ao glúten não celíaca como uma das causas do problema. Além disso, o Dr. Lair entra em consenso com especialistas da área na conclusão de que pessoas que têm sintomas de asma podem ser alérgicas ao leite, e que isso deve ser investigado visando à melhora dos sintomas.

4. Alergias

Na mesma linha de pesquisa que levou às orientações de restrições alimentares em relação à asma, as alergias, de acordo com o Dr. Lair e outros especialistas, podem estar relacionadas ao uso do glúten e do leite na alimentação. Quando esses alimentos são retirados, muitas vezes a alergia diminui ou cessa.

5. Dores de cabeça

A dor de cabeça pode ser causada por estresse, sono irregular e pressão alta. Mas, se ela é persistente e crônica, pode ser considerada enxaqueca. O Dr. Lair associa esse tipo de dor ao consumo excessivo de glúten, que está presente nos pães, bolachas e cerveja. O médico indica cortar o ingrediente por 15 dias para perceber uma melhora significativa.

6. Insônia

O sono é muito importante para a manutenção da saúde. Sua ausência afeta o cérebro, o sistema nervoso e a imunidade, entre outras funções do organismo. Não por acaso, nós já falamos em outro artigo sobre sua importância. E de acordo com o Dr. Lair, é essencial que se durma no escuro completo, já que a luz atrapalha a glândula pineal, que produz melatonina, o hormônio responsável pelo sono restaurador.

7. Endometriose

A endometriose é uma doença que leva tecido do endométrio para fora do útero e causa infertilidade e cólicas fortes. Para evitar ou amenizar os sintomas, especialistas aconselham o uso da reposição de hormônios específicos. O Dr. Lair esclarece que a deficiência de progesterona e o uso de contraceptivos orais são os maiores causadores desse problema.

8. Emagrecimento

O Dr. Lair Ribeiro defende algumas mudanças simples para perder peso com saúde. A mudança na alimentação e novos hábitos de vida ajudam, e muito, no emagrecimento. Entenda:

  • Diminuição do consumo de carboidratos simples: substitua esses alimentos (pães, doces, refrigerantes, arroz branco e macarrão) por gorduras boas (abacate, óleo de coco e azeite de oliva);
  • Evite os alimentos processados e refinados: açúcar, farinha de trigo, refrigerantes, fast-food e refeições congeladas prontas;
  • Está com fome? Beba água! De acordo com o Dr. Lair, a parte do cérebro responsável pela sensação de sede é “vizinha” da que dá sinais de fome. Então, você pode estar achando que está com fome quando, na verdade, está com sede;
  • Fazer caminhadas e substituir o carro em pequenas distâncias: as caminhadas melhoram a qualidade de vida de uma forma geral, além de terem custo zero e de serem acessíveis para qualquer pessoa.

9. Osteoporose

O Dr. Lair orienta que para a saúde dos ossos é importante não apenas a suplementação de cálcio que a maioria dos médicos já prescreve, mas também o uso de magnésiovitamina D. Segundo ele, esses três elementos ajudam a melhorar e prevenir a doença, que causa fraturas principalmente em idosos. Essa suplementação pode ser feita com indicação de nutrólogos e através da alimentação.

10. Gordura no fígado

De acordo com especialistas na área, a ingestão do açúcar encontrado nas frutas em grande quantidade pode causar o aumento da gordura acumulada no fígado. O Dr. Lair explica como isso funciona: o açúcar, que toda fruta tem, não faz mal quando a comemos por inteiro. Nessas situações, ele é ingerido junto com suas fibras. Já quando tomamos um suco, as fibras são descartadas, restando apenas o açúcar, que, agora sim em excesso, pode aumentar a gordura hepática.

11. Imunidade

De acordo com o médico, a imunidade começa no intestino, onde há uma colônia de bactérias do bem para cuidar de sua saúde. Quando essa flora está com problemas, todo o corpo sofre, mas o uso de alimentos probióticos pode ajudar a deixar sua imunidade sempre alta. Para que isso aconteça, você pode se alimentar com produtos naturais como o kefir, a kombucha, frutas cítricas, gengibre, alho e cebola.

12. Azia

Dr. Lair explica que a azia pode ser causada por uma deficiência na produção do ácido do estômago, que é o líquido responsável pela digestão dos alimentos que comemos. De acordo com ele e com outros especialistas na área, a azia pode ser resolvida com betaína e suco de Aloe Vera. Só é preciso verificar com um nutrólogo a indicação de uso.

13. Enfarto e AVC

Dr. Lair afirma em suas palestras e vídeos que a gordura não é a grande vilã das doenças do coração, e explica o que realmente faz mal: é a oxidação no sangue que causa problemas sérios, e o uso de minerais com função antioxidante, como o magnésio, pode ajudar a evitar a inflamação ou o entupimento de veias e artérias causados por alguns alimentos, enquanto a poluição e o estresse podem levar à sua calcificação .

Salientamos que o Dr. Lair Ribeiro é um médico especializado em Nutrição Humana e Cardiologia, com várias pesquisas sérias sobre esses assuntos. Tudo tem base científica comprovada nos links adicionados.

Gostou das dicas? Já conhecia algumas delas? Conte para a gente o que achou.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados