Incrível
Incrível

Como Anthony Hopkins voltou a sentir a força do amor nos braços de uma mulher latina

Sir Anthony Hopkins é um dos artistas mais queridos pelo público. Aos 85 anos, ele entrou para o Livro Guinness dos Recordes como o ator mais velho a receber um Oscar. Isso aconteceu quando o astro estava com 83 anos e tinha atuado no longa Meu Pai. Ao longo das últimas duas décadas, ele tem encontrado na esposa colombiana, Stella Arroyave, uma nova motivação para seguir ativo e muito feliz.

Incrível.club traz a seguir um histórico desse relacionamento amoroso, mostrando como a esposa têm motivado o ator a continuar na profissão e a descobrir mais a respeito da cultura latina. O casamento entre eles deixa claro que, no fim das contas, o amor é sempre o mais importante.

Dois casamentos fracassados

O primeiro casamento de Anthony Hopkins foi em 1966, com a atriz britânica Petronella Barker. Apesar de a união ter durado apenas sete anos, os dois tiveram uma filha, a cantora e compositora Abigail Hopkins.

Já o segundo casamento aconteceu com Jennifer Lynton, uma assistente de produção. Com ela, Hopkins passou 29 anos casado, até 2002. O relacionamento sofreu um desgaste com o tempo, tanto que o casal viveu separado um do outro nos últimos anos. Na época, Hopkins comentou: “Vivo uma vida à parte, e não sou muito bom nos relacionamentos. Não consigo ficar preso a alguém durante muito tempo”.

Uma nova chance aos 64 anos

Mas tudo mudou quando ele conheceu Stella Arroyave, em 2001. Um ano depois de seu segundo divórcio, o famoso estava com 64 anos e enfrentando uma leve depressão.

Um dia, ele estava em um antiquário de Los Angeles no qual Arroyave trabalhava. A partir do momento em que se viram, eles se encantaram um pelo outro. Hopkins lembra que a atual companheira não caminhou para cumprimentá-lo, era como se ela estivesse dançando. Para o casal, foi paixão à primeira vista.

Arroyave é uma atriz e produtora nascida em Popayán, pequena localidade colombiana. Ela deixou o país natal para morar nos EUA com o sonho de tornar-se atriz. Inicialmente, ela instalou-se em Nova York, mas acabou mudando-se para Los Angeles. Lá, ela abriu um negócio dedicado a antiguidades e uma galeria de arte em Malibu.

O relacionamento com Stella, 18 anos mais jovem, mudou totalmente a vida do ator. Anthony lembra como tudo aconteceu: “Ela me conheceu quando eu estava fechado para qualquer relacionamento. Achava que era feliz. Porém, estava lidando com uma leve depressão. Não confiava em ninguém. Com certeza, eu não confiava nas mulheres”.

Em 2003, o casal oficializou a relação com uma cerimônia bem íntima realizada na mansão do astro em Malibu, contando com a presença de 25 convidados. Entre eles estavam Steven Spielberg, Winona Ryder, Nicole Kidman, Catherine Zeta-Jones e Mickey Rooney. Como Anthony tem o título de Sir, concedido pela realeza britânica em 1993, sua esposa passou a ser Lady Stella Hopkins.

O amor salvou sua vida

De acordo com o astro, foi graças a Stella que ele conseguiu acalmar seus próprios demônios e sua dependência de bebidas alcoólicas. Ele chegou a afirmar: “Estou casado com uma mulher que tem um otimismo à prova de tudo. Desde o momento em que abre os olhos, ela é feliz. Ouço-a dizer o tempo todo que devo deixar de me preocupar e passar a viver o momento. Ela me ensinou a aproveitar a vida. Cheguei à beira do precipício por conta do álcool, mas dei um passo para trás e, agora, sei que cada dia vivido é um presente”.

Anthony responsabiliza a personalidade tranquila de Stella por ele ter aprendido a lidar melhor com as dificuldades da fama. Hoje, o artista não se importa mais com o que pensam a seu respeito. Hopkins revelou: “Minha filosofia é: não tenho a ver com aquilo que as pessoas dizem e pensam de mim. Sou o que sou e faço o que faço. Não espero nada e aceito tudo. Isso faz com que a vida seja muito mais fácil”.

O astro se apaixonou pela Colômbia

AFP/EAST NEWS

Porém, as mudanças promovidas por Stella na vida do ator não param por aí. Como sua esposa é colombiana, Anthony se encantou com os sabores, ritmos e as cores típicas daquele país, conforme sua parceira contou em uma entrevista.

“Tony (Anthony) adora comer arepas. Ele come uma no café da manhã praticamente todos os dias. Além disso, ouvimos música colombiana juntos. Pela minha natureza latina, acordo todos os dias sorrindo e com vontade de dançar. Bem diferente do comportamento galês, que é muito mais reservado. Juntos, encontramos um bom equilíbrio”.

Hopkins descreve Stella como “uma mulher maravilhosa que adora gastar dinheiro”. Mas tal traço não é um defeito, muito pelo contrário. Trata-se de uma das características que encantaram o ator, assim como a maneira segundo a qual ela curte a vida ao mesmo tempo em que não descuida das coisas importantes.

“Ela é ótima, pois me coloca freios. É assim que ela cuida de mim, e é disso que preciso. Minha natureza é fazer as coisas rápido demais por ter me convencido de que ainda tenho 45 anos. Ando rápido demais e, quando caio, ela lembra que não devo fazer aquilo”.

Agora, ele dança de felicidade

Aos 84 anos, a energia e a felicidade notadas em Anthony Hopkins são características que transbordam e contagiam. Em suas redes sociais, ele já publicou vários vídeos nos quais aparece usando roupas tropicais e chapéu, dançando ao som de cumbia e merengue, movimentando ombros e quadril e afirmando: “Sou colombiano”.

Não há dúvidas de que toda essa vitalidade vem do amor presente em sua vida. Com sua história, o famoso nos ensina que nunca é tarde para encontrar o amor verdadeiro.

O que ou quem é o responsável pela felicidade em sua vida? Costuma perceber quando alguém está feliz e apaixonado? Que traços deixam isso claro, em sua opinião?

Imagem de capa AFP/EAST NEWS, Michael Hickey/WireImage/Getty Images
Incrível/Famosos/Como Anthony Hopkins voltou a sentir a força do amor nos braços de uma mulher latina
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos