Buraco negro

E se o Sol brilhasse o tempo todo?

E se o Sol brilhasse o tempo todo?
Curiosidades
há 7 meses

Direto do nosso departamento de “O que nos mantém acordados durante à noite”, vem esta pergunta: Você é um de nós? Uma alma curiosa que não consegue viver sem se perguntar todo o tipo de hipóteses profundas, pensativas — ou, até mesmo, malucas? Como: “porque os pássaros voam?” ou “o que aconteceria se o sol brilhasse o tempo todo?” “de onde vem o nome de sorvete Blue Ice?”.Hmm... de qualquer forma, por que não tentamos descobrir a resposta para a questão do pôr-do-sol?Ok, caso pareça que o sol não vai se pôr em seguida e já se passaram alguns dias, suponho que o planeta provavelmente tenha parado de girar. E podemos pensar em diversas possibilidades perturbadoras.

Podemos ser testemunhas da colisão de dois buracos negros

Podemos ser testemunhas da colisão de dois buracos negros
Curiosidades
há 8 meses

Imagine um buraco negro — um objeto espacial terrivelmente denso, puxando para dentro tudo o que se aproxima demais dele. Nada pode escapar de suas garras, mesmo um feixe de luz. E agora imagine dois desses monstros espaciais colidindo! Assustador? Pode apostar! Os astrônomos avistaram dois buracos negros supermassivos num banquete com o material cósmico de duas galáxias que se fundem no espaço distante. Esse fenômeno é o mais próximo da colisão de buracos negros que já vimos.

O que acontece se despejarmos toda a água da Terra no Sol

O que acontece se despejarmos toda a água da Terra no Sol
Curiosidades
há 9 meses

É possível “apagar” o Sol? Por exemplo... O que aconteceria se despejássemos todos os oceanos da Terra sobre ele — ou até mais água do que isso? Bem, vamos descobrir. O Universo é um lugar cheio de mistérios. Desde os tempos antigos, os cientistas têm discutido como o espaço funciona. Mas nenhum de nós jamais duvidou da existência de uma coisa — o Sol. Ah, o centro do nosso sistema solar. Ele é grande, brilhante e... imortal? Nah! Na realidade, não. O Sol é apenas uma estrela comum. Ele consiste em 75% de hidrogênio, um pouco de hélio e uma pitada de outros elementos pesados. A gravidade mantém tudo junto. Mas, em cerca de 5 bilhões de anos, o ciclo de vida do Sol chegará ao fim. O hidrogênio dentro dele vai acabar. Nossa estrela começará a crescer gradualmente. E você nem imagina quão ENORME ela ficará!

Uma muralha gigante foi descoberta na borda do nosso universo

Uma muralha gigante foi descoberta na borda do nosso universo
Curiosidades
há 5 meses

Você está viajando pelas profundezas do espaço sideral, circulando estrelas e galáxias inteiras. Uau, parece que esta nebulosa multicolorida logo entrará em colapso sob seu próprio peso e explodirá como uma supernova. Agora vamos circundar cuidadosamente este buraco negro. Tente não ser pego pelo campo gravitacional dele, ou ele vai engoli-lo como um monstro espacial. Hum, espere. O que é aquela estrutura estranha ali? É uma muralha brilhante! E se você olhar de perto, cada ponto brilhante é uma galáxia inteira. Esse paredão tem cerca de 100.000 dessas galáxias. A Via Láctea tem 100 bilhões de estrelas. Então esta muralha contém um quatrilhão (que é 10 seguido por 15 zeros) de estrelas como o nosso Sol.

Este professor provou que podemos ver o futuro

Este professor provou que podemos ver o futuro
Histórias
há 5 meses

“Estou chamando os poderes superiores de outra realidade para me mostrarem o seu futuro! Agora olhe para esta bola mágica e você o verá! Booooo!”, diz uma senhora vestindo uma fantasia estranha. “Sinto muito, mas como funciona a sua precognição? Existe alguma abordagem científica? Eu só quero entender o algoritmo”, você responde. “O algoritmo é muito simples, meu garoto... Você me dá 10 dólares e eu vou falar sobre o seu futuro”, responde a cartomante. “Mas e o método científico?” “É magia! Não existe um método científico!” Na verdade, existe! O professor de psicologia Daryl Bem conseguiu provar que a predição é real. Em 2011, ele publicou um artigo científico sobre esse tópico, mas outros cientistas o ridicularizaram, classificando o trabalho do colega como uma vergonha e dizendo não podiam acreditar que uma revista científica respeitável o tivesse publicado. Mas essas pessoas estavam certas? Vamos tentar descobrir a verdade!

Existe uma maneira de os humanos entrarem em um buraco negro de forma segura

Existe uma maneira de os humanos entrarem em um buraco negro de forma segura
Curiosidades
há 5 meses

Estamos viajando a 1.000 anos-luz do nosso planeta para um sistema desconhecido. Aqui, há duas estrelas brilhantes orbitando, próximas uma da outra. Porém, aqui há uma coisa pequena, mas muito grande também: um buraco negro. Esses objetos são misteriosos e perigosos. São capazes de engolir nosso mundo inteiro em um segundo, sem que ninguém perceba. Ainda mais, eles podem destruir uma estrela enorme como o nosso Sol. E são esses gigantes que geralmente ficam no centro das galáxias. Eles são tão pesados que sua gravidade mantém inúmeras estrelas, planetas e poeira estelar ao seu redor. Também podem pesar milhões ou mesmo bilhões de vezes mais que o Sol.

Se nosso universo batesse em um outro, o que aconteceria?

Se nosso universo batesse em um outro, o que aconteceria?
Curiosidades
há 5 meses

Este é o nosso planeta natal, a Terra, e seu satélite, a Lua. Afastando a imagem, aqui está o nosso Sistema Solar. Um pouco mais... a Via Láctea. E somos um pequeno ponto entre um número infinito de estrelas. Agora, ainda mais longe: um aglomerado de galáxias. Pontos e redemoinhos no espaço sem fim. Mais adiante, tem o Superaglomerado Laniakea. O pontinho aqui é a nossa galáxia. Seguindo em frente. O Superaglomerado Hidra-Centauro. Enormes aglomerados compreendendo milhares de galáxias não são mais do que uma partícula daqui. Em seguida, o Superaglomerado Pavo-Indus, uma área de 200 milhões de anos-luz de largura. Podemos afastar a imagem até vermos todo o universo observável. Cada pequeno ponto aqui, na verdade, contém milhares de galáxias e quadrilhões de estrelas.

12 Galáxias perfeitamente idênticas confundiram cientistas

12 Galáxias perfeitamente idênticas confundiram cientistas
Curiosidades
há 5 meses

Então você é um gigante titã que cria nosso universo a partir dos ingredientes do seu armário. E assim produziu a linda galáxia Sunburst Arc. Vamos colocá-la a cerca de 11 bilhões de anos-luz de distância da Terra. Agora vamos adicionar brilho... Tamanho... Ah, você acidentalmente pressionou o botão de copiar. Ah não! Existem agora 12 cópias dela!

Por que você não consegue ver estrelas no Espaço

Por que você não consegue ver estrelas no Espaço
Curiosidades
há 5 meses

Quando você olha as fotos tiradas de espaçonaves ou pela Estação Espacial Internacional, mostrando objetos iluminados pelo Sol, como a Terra ou a Lua, só uma coisa parece errada. O espaço parece vazio demais! Não tem aquele cenário mágico do céu noturno cheio de estrelas. Seria incrivelmente chato olhar para o céu no espaço, pois ele é sempre muito escuro.Durante o dia, o céu em nosso planeta mãe é azul por causa da difusão da luz. Isso acontece quando a luz solar passa pela atmosfera. Mas, se estivéssemos na Lua ou em outro lugar do espaço, não haveria atmosfera para espalhar essa luz por aí. É por isso que o céu por lá seria sempre preto. Mas isso não quer dizer que seria menos brilhante. Se você estivesse olhando pela janela da Estação Espacial, veria tanta luz solar direta quanto se estivesse olhando pela janela do seu apartamento em um dia nublado — talvez até mais.

8 Desastres naturais que ainda não aconteceram (mas podem)

8 Desastres naturais que ainda não aconteceram (mas podem)
Curiosidades
há 6 meses

Inundações, tornados, tsunamis, furacões... Caramba! Todos esses desastres naturais podem ser extremamente perigosos — porém, até que estamos familiarizados com eles. Mas que tal um que nunca aconteceu antes e que pode surgir a qualquer momento? Tipo uma supererupção. É o que se dá quando um supervulcão entra em erupção. Você deve saber que o Parque Yellowstone está localizado no topo de um supervulcão. A última grande erupção ocorreu há cerca de 664.000 anos. E a anterior, aproximadamente 1 milhão e 300 mil anos atrás. Se fizermos as contas, entenderemos que a próxima talvez venha em breve. Não há fortes evidências de que o supervulcão esteja acordando ou se preparando para uma erupção. Mas como seria se isso acontecesse?

Existem buracos negros na internet, saiba o que eles são

Existem buracos negros na internet, saiba o que eles são
Curiosidades
há 6 meses

Você pode ter passado por um buraco negro e nem saber disso. Não um daqueles do espaço sideral, mas um buraco negro da internet. Isso pode acontecer quando o site que você está tentando acessar não carrega ou seu e-mail parece se perder para sempre no ciberespaço, nunca chegando ao seu destino. Uma equipe de pesquisa em uma universidade famosa nos Estados Unidos começou a analisar esse fenômeno e o que eles descobriram é incrível. Pra começar, essa situação de coisas se perderem na internet acontece com muito mais frequência do que você imagina. Para ajudar a identificar esses pontos fracos, pesquisadores montaram um mapa interativo on-line que é atualizado a cada 15 minutos. Neste mapa, os buracos negros on-line são apontados com bandeiras vermelhas.

Tempo e espaço mudam de lugar em um buraco negro, mas por quê?

Tempo e espaço mudam de lugar em um buraco negro, mas por quê?
Curiosidades
há 6 meses

Você sabia que existe um objeto astronômico no qual o espaço e o tempo realmente trocam de lugar? Como funciona? E o que exatamente significa “trocar espaço e tempo”? Bem, vamos descobrir. Imagine que você está em uma espaçonave. O veículo só pode se mover em linha reta. Seu caminho leva a algum ponto inevitável e você não tem ideia do que está por vir. Você só pode esperar que não seja nada de ruim. Enquanto isso, tudo ao seu redor é uma loucura completa. Uma colagem caótica de muitos eventos históricos. O que você vê? Antigos humanos e dinossauros? O nascimento do universo? Um futuro? Quem sabe. É assim que o universo se pareceria se trocássemos tempo e espaço. E, teoricamente, é isso que você veria se caísse em um buraco negro e de alguma forma conseguisse sobreviver. Mas seria possível?

Por que é impossível cair em um buraco negro

Por que é impossível cair em um buraco negro
Curiosidades
há 7 meses

Você pode pensar que cair em um buraco negro é tão fácil quanto cair em um poço gigante. Mas é algo completamente diferente! Para realmente cair em um buraco negro, você precisaria de uma sorte incrível e um pouco de magia. Além disso, se você estivesse observando algo caindo em um buraco negro, você nem mesmo o veria! Por quê? Bom, vamos tentar entender a magia da física. A queda em um buraco negro é muito, muito complicada. Em primeiro lugar, para ter a chance disso acontecer, você precisaria mirar perfeitamente e começar sua jornada de muito longe. É como tentar acertar um alvo minúsculo de uma longa distância.

15+ Erros imperdoáveis na hora da reforma que acabam custando mais no seu bolso

15+ Erros imperdoáveis na hora da reforma que acabam custando mais no seu bolso
Dicas
há 2 anos

Quando vamos fazer uma reforma, geralmente procuramos soluções de design inovadores, mas nem sempre todas se encaixam perfeitamente na realidade de um determinado apartamento. Para poupar seus nervos e evitar que cometa deslizes, preparamos um artigo em que vamos discutir alguns erros para que você não repita na hora da reforma.

Um homem viajou para o futuro e você também pode fazê-lo... tecnicamente

Um homem viajou para o futuro e você também pode fazê-lo... tecnicamente
Curiosidades
há 5 meses

Então, a viagem no tempo é algo real. Na verdade, você está viajando no tempo agora. A cada segundo deste vídeo, você avança um segundo no futuro. Hehe. Mas há uma pessoa na Terra que conseguiu viajar no tempo um pouco mais longe no futuro, dois centésimos de segundo. E esse não é o limite. Conheça Sergei Krikalev. Ele é um astronauta que passou 803 dias, 9 horas e 39 minutos na Estação Espacial Internacional. Essa é a chave para a sua viagem no tempo.A questão é que, para dois objetos, um parado e outro em movimento, o fluxo do tempo é diferente. Ou seja, se tomarmos nosso planeta como um objeto e a EEI como o outro, o tempo na Terra e na EEI serão diferentes.

A coisa mais cara da Terra leva bilhões de anos para ser feita

A coisa mais cara da Terra leva bilhões de anos para ser feita
Curiosidades
há 5 meses

A coisa mais cara do universo — sim, grandiosa — é chamada de antimatéria. A teoria da sua existência foi registrada pela primeira vez em 1930, quando o elétron foi descoberto. Os cientistas pensavam que isso poderia significar que a antipartícula dela também deveria existir, e chamaram essa partícula hipotética de “pósitron”. Mais tarde, também se provou a existência dos opostos de outras partículas elementares, os prótons e nêutrons.Os “chátons” vieram depois. He he he. Quando uma partícula e seu gêmeo maligno colidem, desaparecem, liberando literalmente toneladas de energia: 10.000 vezes mais do que uma reação nuclear. Mas tem um porém: leva cerca de 100 bilhões de anos para surgir apenas um grama de antimatéria, e ela só pode ser criada usando o Grande Colisor de Hádrons. É por isso que o custo desta substância é de cerca de US$ 62 trilhões. E não estamos nem perto de conseguir tanto!

14 Mitos comuns sobre o espaço que não são verdade

14 Mitos comuns sobre o espaço que não são verdade
Curiosidades
há 5 meses

Agora, por mais que amemos batalhas espaciais épicas com lasers cortando o vazio negro e causando estrondos, isso não é exatamente o que acontece quando algo explode no cosmos. O espaço é basicamente vácuo, o que significa que não tem oxigênio. E oxigênio é uma parte essencial de qualquer processo de queima que temos aqui na Terra. Você pode argumentar que as estrelas podem queimar e explodir em supernovas, mas isso também não é exatamente verdade.As estrelas não dependem de oxigênio, então não estão queimando — há constantes reações termonucleares acontecendo dentro delas. Portanto, uma nave espacial só pode explodir assim se tiver uma usina nuclear instalada nela. Se isso não acontecer, então o único efeito especial que se obtém é um breve flash que desaparece em um piscar de olhos. O oxigênio líquido, que geralmente está a bordo das naves espaciais, queima muito rápido no vácuo do espaço sideral.

20+ Fotos de curiosidades incríveis, e até inusitadas, do mundo ao nosso redor

20+ Fotos de curiosidades incríveis, e até inusitadas, do mundo ao nosso redor
Curiosidades
há 3 anos

Às vezes parece que já sabemos de tudo, afinal temos telefones celulares, supercomputadores e exploramos outros planetas — e tudo isso passa a impressão de que não há mais nada para a humanidade descobrir. No entanto, só nos últimos 10 anos os cientistas fizeram a primeira fotografia de um buraco negro, desenvolveram carne artificial e construíram DNA sintético, o que não deixa dúvidas que ainda há muitos mistérios para desvendarmos e áreas a explorarmos.

9 Descobertas feitas por mulheres que revolucionaram a ciência nos últimos anos

9 Descobertas feitas por mulheres que revolucionaram a ciência nos últimos anos
Mulher
há 3 anos

Ao longo da história as mulheres fizeram descobertas muito importantes e que marcaram pontos de inflexão no campo da ciência. Poucas pessoas sabem, mas Marie Curie foi responsável por realizar pesquisas pioneiras no ramo da radioatividade, Hedy Lamarr contribuiu para a invenção da tecnologia que serviu de base para a telefonia celular e Inge Lehmann foi quem descobriu a consistência do núcleo do Planeta Terra. Esses são apenas três de muitos exemplos que poderíamos apresentar de mulheres que revolucionaram o mundo da ciência.

17 Filmes que fracassaram nas bilheterias, mas hoje são considerados cult

17 Filmes que fracassaram nas bilheterias, mas hoje são considerados cult
Arte
há 11 meses

Muitos dos filmes considerados cult hoje em dia e tidos como referências importantes da cultura pop, não tiveram o mesmo reconhecimento quando foram lançados no cinema. Quem poderia imaginar, não é mesmo? O fato é que diversas dessas produções não foram bem-sucedidas junto ao público, amargando fracassos nas bilheterias. Porém, com o passar do tempo, elas conquistaram os corações dos espectadores.

O grupo de jovens cientistas que fez com que o mundo visse pela primeira vez um buraco negro

O grupo de jovens cientistas que fez com que o mundo visse pela primeira vez um buraco negro
Gente
há 4 anos

Em 10 de abril de 2019, uma equipe internacional de cientistas emitiu um comunicado histórico: pela primeira vez foi possível fotografar um buraco negro supermassivo, situado na longínqua galáxia Messier 87 a uma distância de aproximadamente 50 milhões de anos luz de nós. Esse acontecimento foi tão importante para o mundo científico que uma conferência para esclarecer mais sobre o assunto foi realizada em 4 idiomas e em 6 cidades diferentes ao mesmo tempo: Bruxelas, Xangai, Tóquio, Washington, Taipé e Santiago do Chile.

A mulher que entrará para a história como a primeira a capturar a imagem de um buraco negro

A mulher que entrará para a história como a primeira a capturar a imagem de um buraco negro
Mulher
há 4 anos

Katie Bouman tem 29 anos e é professora assistente de Ciência da Computação no Instituto de Tecnologia da Califórnia. Junto com uma equipe de 200 cientistas de várias partes do mundo, ela conseguiu capturar a primeira imagem de um buraco negro. A jovem ficou famosa no dia 10 de abril graças ao seu algoritmo que, juntamente com outras linhas de códigos, conseguiu reconstruir uma imagem que durante anos pareceu impossível de alcançar.

9 Mitos que já deveriam ter caído por terra há muito tempo

9 Mitos que já deveriam ter caído por terra há muito tempo
Curiosidades
há 11 meses

Algumas pessoas costumam acreditar em determinadas coisas só porque outras pessoas com quem convivem também acreditam. E são poucos os que se animam a questionara veracidade de certas afirmações. Nós poderíamos apostar que você acredita nos inúmeros benefícios que o consumo de leite supostamente proporciona aos ossos, e que o Everest é a maior montanha do mundo, por exemplo. Se você considera essas afirmações como verdadeiras, chegou a hora de rever seus conceitos, pois alguns detalhes fazem com que essas informações não sejam verdadeiras.

10 Previsões frustradas de que o mundo iria acabar

10 Previsões frustradas de que o mundo iria acabar
Curiosidades
há 11 meses

Quem nunca teve medo de que o mundo se acabasse? O medo de que a vida na Terra (ou a humanidade) se acabe por uma catástrofe nuclear, um vírus mortal e super resistente ou até a queda de um meteoro, como o que extinguiu os dinossauros, povoa o imaginário popular. A questão é tão séria que, desde 1947, pesquisadores nucleares da Universidade de Chicago (EUA) mantém um ’relógio do fim do mundo’ que mostra quão perto estamos do apocalipse. Quanto mais próximos os dois ponteiros estão da meia noite, maior o risco do fim do mundo. Atualmente, os ponteiros marcam 11h58, o que significa risco elevado, especialmente pela tensão entre as potências nucleares e pelo aquecimento global.