Incrível
Incrível

18 Histórias vividas ao lado dos pais que aquecem o coração e lembram os bons segredos da infância

Um segredo compartilhado sempre causa uma sensação de parceria, ainda mais quando isso acontece entre pai e filho. Tudo bem que algumas crianças não conseguem manter a boca calada por muito tempo e, muitas vezes, isso deixa a situação ainda mais engraçada. A não ser quando a “revelação” vem acompanhada de uma bronca — nesses casos, da parte da mãe. Mesmo assim, o companheirismo dessas horas acaba ficando por muito tempo gravado em nossas memórias, deixando aquele quentinho no coração.

  • Papai e eu costumávamos alugar um filme toda semana quando a mamãe jantava com os amigos. Geralmente, títulos como Jornada nas Estrelas ou filmes de ação. Um dia (eu tinha uns 11 anos), ele voltou para casa com Blade: O Caçador de Vampiros. Quando chegamos a cerca de 10 minutos do filme, ele virou para mim e disse: “Não conte para sua mãe sobre isso, diremos a ela que esqueci de pegar o filme esta semana”. Claro que concordei. Sete anos depois, papai alegremente joga na mesa de jantar o fato de que assistimos Blade: O Caçador de Vampiros quando eu tinha 11 anos. © checkoutmyaasb/Reddit
  • Quando eu tinha cerca de 6 ou 7 anos, estávamos realmente sem dinheiro na época, por isso, reduzimos todas as despesas. Minha mãe saía da cidade para trabalhar todo fim de semana. Meu pai economizava um pouco e me levava para tomar café da manhã em uma lanchonete e passear na praia. Depois, voltávamos para casa e ele me deixava jogar em seu computador de trabalho. Ele sempre me dizia para não contar à minha mãe sobre a lanchonete. Não acho que ela ficaria brava, mas era divertido ter algo que apenas nós dois fazíamos juntos. © TwentyandTired/Reddit
  • No último Natal, minha filha de 4 anos ajudou minha esposa a embrulhar um dos meus presentes. No dia seguinte, enquanto minha esposa estava no trabalho, ela veio correndo do quarto e gritou bem feliz: “Papai! Eu ajudei a embrulhar seu presente, é uma surpresa. É uma máquina de raspadinha!” Eu disse: “Querida, isso é incrível, mas você não deveria me dizer isso”. E ela: “Eu sei, eu sei, mas é uma máquina de raspadinha, e eu estou muito animada para fazer raspadinhas com você!” Eu estava chorando de rir nesse momento, mas, para manter os presentes em segredo, eu disse a ela que não contaríamos à mamãe, para que ela não ficasse desapontada por eu saber o que era. Acabei contando para minha esposa naquela noite, porque a situação foi muito engraçada e fofa. © RancidLemons/Reddit
  • Meu filho decidiu ir à cozinha às 3h da manhã. Ele estava jogando videogame e me viu comendo sorvete escondido. Então, peguei uma tigela para ele e ficamos conversando bem baixinho (ele tinha 4 anos). Eu disse: “Não conte para a mamãe”. E ele concordou: “Não conte para a mamãe!” Não lavei a louça e, na manhã seguinte, minha esposa perguntou quem tinha comido sorvete. Ele me entregou, mas foi divertido. © conejo454/Reddit
  • Sempre trabalhei em restaurantes e chego bem tarde da noite. Às sextas-feiras, trago comida para casa. Não é qualquer comida, é fast-food, batatas fritas com queijo cobertas com carne, nachos de bife com guacamole. Sempre um combo grande. Quando minhas filhas eram pequenas, elas ficavam acordadas até tarde da noite para que pudéssemos comer todo o lanche e assistirmos a filmes de comédia juntos. © Astrochef12/Reddit
  • Meu pai costumava me acordar à noite, quando eu estava no ensino médio, para assistir a programas de comédia com ele. Chegávamos a ficar ofegantes com o riso abafado, enquanto minha mãe roncava durante tudo isso. Obrigado por deixar essa doce memória nas minhas lembranças. © lbklmn/Reddit
  • Quando eu estava no ensino médio, eu era o único disposto a fazer compras com meu pai. Minha mãe estava na faculdade e meus irmãos não queriam ir. Acontece que, antes de ir às compras, costumávamos ir tomar um grande café da manhã. Ninguém sabia, nem mesmo minha mãe, até anos depois. Ele também me deixava comprar qualquer cereal que eu quisesse. Na verdade, foi assim que aprendi a comprar boas frutas e legumes, como pedir carne e peixe no mercado. Quando meus irmãos descobriram, ficaram com raiva. Isso porque “eles teriam ido se um grande café da manhã estivesse no planejamento”. © vickyaage/Reddit
  • Meu pai costumava me levar aos lugares quando saíamos, não apenas ao supermercado, mas a qualquer lugar a que ele precisasse ir para resolver alguma coisa. Essa pode ser a razão pela qual hoje, como adulto, eu absolutamente amo resolver coisas do cotidiano. Se papai precisasse ir ao banco, íamos ao McDonald’s comprar batatas fritas. Precisava encher o tanque de gasolina? Vamos aproveitar e pegar um milk-shake. Ele sempre dizia que, se eu contasse para minha mãe ou irmão, não poderíamos fazer as coisas “extras”. © monkey-cuddles/Reddit
  • Eu ficava acordado jogando videogame e assistindo a vídeos no YouTube enquanto minha esposa e a caçula dormiam. Minha filha mais velha estava tendo dificuldade para dormir em seu quarto (ela tinha 4 anos) e eu podia ouvi-la se virando na cama enquanto eu jogava. Então, a trouxe para a sala comigo. Fiz chocolate quente para nós e construí uma cabana de cobertores. Assistimos a vídeos, jogamos Pokémon e comemos doces até às 8h da manhã. © NEX105/Reddit
  • Quando eu era muito pequena, meu pai trabalhava cedo e minha mãe, às vezes, trabalhava à noite. Papai gostava de assistir Além da Imaginação e coisas do gênero. Eu gostava também, mas ficava com medo depois que ele me colocava na cama e era difícil me fazer dormir. Por isso, minha mãe decidiu que eu não tinha mais permissão para assistir àquilo. Toda vez que minha mãe estava no trabalho, porém, eu bajulava meu pai até ele me deixar ficar acordada até tarde e assistir às séries com ele. Eu dizia: “Agora estou maior, não vou ficar com medo, vou dormir logo”. E toda vez que minha mãe chegava do trabalho, às 22h, eu ainda estava acordada, com os olhos arregalados e com medo do escuro. © accio_peni/Reddit
  • Quando eu e minha irmã tínhamos 10 e 5 anos, meu pai tinha dois empregos (ele saía de manhã e voltava literalmente quando eu e minha irmã já estávamos na cama). Então, quase não o víamos na maioria das vezes. Mas sempre em um ou dois domingos de cada mês, ele ia para o nosso quarto e nos acordava para comer uma guloseima que ele havia comprado para nós e dizia para não contarmos à mamãe. © andres_latino/Reddit
  • Quando eu estava no ensino médio, meu pai comprou computadores e monitores para nós, os quatro filhos, e ele. Nós cinco jogávamos World of Warcraft juntos por vários dias e sempre desligávamos uma hora antes de minha mãe chegar em casa. Era nessa hora que corríamos para fazer todas as tarefas. Era justamente quando fazíamos o melhor trabalho em equipe. Ela nunca soube que nós jogávamos. © theNameless97/Reddit
  • Minha lembrança favorita foi quando eu tinha 8 anos e Sinais tinha acabado de sair em DVD. Minha mãe disse que eu era muito jovem para assistir, mas eu tinha uma obsessão por alienígenas, graças ao meu pai. Ele me acordou antes da escola, por volta das 5h30, para que pudéssemos assistir, enquanto minha mãe ainda dormia. Naquele dia, eu fiquei muito cansado durante todas as minhas aulas, mas ainda era o melhor dia de todos. Esse filme foi muito assustador! Nós dois ficávamos rindo e pulando o tempo todo. Eu tenho uma enorme tatuagem de um OVNI sobre os círculos nas plantações, como no filme Sinais, para sempre me lembrar desse dia. © emcdubos/Reddit
  • Tínhamos acabado de nos mudar para uma nova casa quando o amado gato da minha esposa saiu e fugiu. Passamos os próximos dias procurando por ele e preenchendo relatórios de gatos desaparecidos nos vários abrigos de animais que havia por perto. Depois de seis meses, recebemos uma ligação informando que nosso gato havia sido encontrado e estava no consultório de um veterinário a cerca de 16 quilômetros de distância. Meu filho e eu entramos no caminhão para conferir e, realmente, era o nosso gato! Nós o colocamos em uma caixa de transporte, pusemos na parte de trás do caminhão e dirigimos para casa. Depois de cerca de 8 quilômetros, um carro atrás de nós começou a buzinar e nos fez encostar. O gato havia saído da caixa de transporte e estava andando pela beirada da caçamba do caminhão. Nós o colocamos de volta na caixa de transporte e, depois, a acomodamos nos nossos pés. Eu disse para o meu filho: “Nunca conte à sua mãe sobre isso”. © eaterw**d/Reddit
  • Meu pai e eu tínhamos um “clube infantil”. O que, basicamente, significa que fazíamos coisas divertidas e não contávamos à mamãe sobre isso. Ficávamos acordados até tarde, comíamos porcaria, jogávamos e, uma vez por ano, eu faltava à escola para brincar em um fliperama ou qualquer outra coisa. Quando criança, achava que minha mãe não sabia disso. O que tornava tudo ainda mais divertido era o fato de ser um clube secreto que pertencia somente a meu pai e a mim. Bem, agora meu pai faz o clube infantil com seus netos. Acontece que mamãe sempre soube do nosso segredo e achava muito bom ver meu pai e eu nos divertindo. © bodaciousbeb/Reddit
  • Quando eu estava na 4ª série, meu pai foi à minha escola de terno e estava muito sério. Ele foi à minha sala me buscar para um compromisso. Fiquei realmente preocupado. Ele caminhou até o carro, afrouxou a gravata e me levou ao cinema para ver Guerra nas Estrelas: O Império Contra-Ataca. Comemos doces que ele havia levado nos bolsos do paletó. © 755goodmorning/Reddit
  • Lembro-me de uma época em que eu tinha uns 7 anos. Minha mãe tinha saído com as amigas e eu fui colocado na cama às 21h. Levantei e perguntei ao meu pai se eu poderia ficar acordado e assistir ao jogo com ele. Acabei ficando acordado até o final do jogo, até que ouvimos a porta da garagem abrir. Meu pai me pegou e me levou para a cama. Ele disse para não contar à minha mãe para que pudéssemos fazer isso de novo na próxima semana. Depois que tive idade suficiente para entender isso, planejo fazer exatamente a mesma coisa com meu futuro filho ou filha. © Mad-Observer/Reddit
  • Não podíamos comer fast-food quando crianças. Morávamos em uma bela cidade rural e, quando eu tinha cerca de 7 anos, um McDonald’s foi construído do outro lado da rua da minha casa. Eu ficava pedindo para ir e meus pais sempre diziam que não. Um dia, quando estava indo para a escola, perguntei ao meu pai e, finalmente, consegui ir ao McDonald’s, com a condição de que eu não contasse à minha irmã ou à minha mãe. © americanplant/Reddit

Você já recebeu do seu pai um pedido ao estilo: “Não conte à sua mãe sobre isso”? Conseguiu guardar o acontecido? Qual foi o segredo? Compartilhe com a gente nos comentários!

Imagem de capa 755goodmorning/Reddit
Incrível/Crianças/18 Histórias vividas ao lado dos pais que aquecem o coração e lembram os bons segredos da infância
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos