Incrível
Incrível

11 Animais de estimação recomendados para crianças e como se comportam

Animais de estimação são uma excelente forma de despertar o senso de responsabilidade nos filhos. Além de ótimas companhias, eles ajudam a desenvolver a sociabilidade e a criatividade. No entanto, é sempre muito importante saber quais são os animais recomendados para crianças pequenas, porque até mesmo os menores podem ser agressivos e podem demandar cuidados que uma criança não é capaz de dar.

Pensando nisso, o Incrível.club pesquisou quais são as vantagens e as desvantagens de alguns animais e quais são recomendados para crianças. Confira agora mesmo e não deixe de ver o bônus no final, com animais que uma criança não deveria ter.

1. Hamster

Uma das vantagens de cuidar de um hamster é que ele se adapta muito bem a qualquer lugar onde possa cavar, principalmente porque é muito pequeno. Além disso, ele é um animal barato e tudo que precisa pode ser encontrado em pet shops. Muitos adolescentes adotam hamsters porque eles são fáceis de cuidar e são ótimas companhias.

Considerações: se você quiser comprar um hamster para o seu filho é importante saber que ele vive em média de 2 a 4 anos. Além disso, esse animal gosta de ficar tranquilo, portanto não é recomendado para crianças pequenas que querem brincar o tempo todo. No entanto, se seu filho for um pouco mais velho, pode ser uma boa oportunidade para ele aprender a ter responsabilidade.

2. Camundongo (ou rato doméstico)

Diferentemente do hamster, o camundongo é mais sociável e carinhoso, portanto uma ótima alternativa para as crianças. Esses animais são muito fáceis de cuidar e adoram a companhia de humanos. Um aspecto interessante desses roedores é que eles são muito inteligentes, o que deixa a interação ainda mais interessante.

Considerações: antes de adotar um camundongo, é importante saber que ele não gosta de solidão. Nesse sentido, se você e sua família passam muito tempo fora de casa, seria interessante que ele tivesse um companheiro para brincar. Também é necessário tomar cuidado com a alimentação, para evitar o aparecimento de tumores e outras doenças.

3. Cacatua

Cacatuas são aves extremamente inteligentes e que se relacionam muito bem com humanos. As espécies variam bastante de tamanho e de cor e são altamente carinhosas e possessivas com os donos.

Considerações: as cacatuas podem ficar muito estressadas se passarem muito tempo fechadas em uma jaula. Por isso, é importante criar um ambiente suficientemente grande, para que elas possam se mover livremente e abrir as asas. A diferença para outros animais de estimação é que essas aves podem chegar a viver muitos anos, ou seja, são companheiras para a vida toda.

4. Calopsita

De todas as espécies de cacatuas, a calopsita é a preferida como animal de estimação, sobretudo pelo seu tamanho e pela facilidade de cuidar. O mais interessante é que, com um pouco de paciência e dedicação, ela pode ser adestrada e virar uma ótima companhia para adultos e crianças.

Considerações: se você quer que o seu filho tenha uma calopsita como animal de estimação, é importante estar preparado para ajudar. O ideal é que ela seja adotada quando tiver entre 12 e 14 semanas de vida. Se decidir adotar uma calopsita adulta, dê bastante espaço para ela se acostumar com seu novo lar.

5. Periquito

Outro tipo de ave que também é muito popular entre as crianças é o periquito-australiano, principalmente porque ele tem a capacidade de imitar sons, como os loros, e se adapta muito bem a qualquer ambiente. São animais muito sociáveis que podem viver até os 16 anos se receberem os cuidados adequados.

Considerações: é importante saber que esses periquitos gostam de viver em grupo, portanto precisam de um companheiro para não se sentirem sozinhos. Se isso não for possível, seja você a companhia e a diversão dele, sobretudo para evitar problemas de saúde. Essa espécie é bastante agressiva com outras aves, portanto é melhor não as deixar com outros animais.

6. Cachorro

Talvez o cachorro seja o animal de estimação mais popular entre as crianças, sobretudo porque com eles podemos brincar tranquilamente. São animais que nos dão apoio emocional, ajudam a eliminar o estresse e são ótimos companheiros para fazer exercícios porque adoram correr em espaços abertos.

Considerações: embora muitas pessoas pensem que todos os cachorros são bons para as crianças, é importante saber que existem algumas raças que são mais indicadas, como yorkshire, bulldog francês, golden retriever e cocker. Mas é importante que a criança entenda que ela é responsável pelo animal (dependendo da idade, claro) e portanto deve estar sempre de olho para que ele não faça nenhuma besteira.

7. Gato

Assim como os cachorros, os gatos também são muito populares entre as crianças porque são divertidos e muitas vezes ajudam a diminuir o aparecimento de alergias. Felinos são ótimos para reduzir o estresse em humanos e contribuem para regular os níveis de colesterol e de pressão arterial.

Considerações: gatos não são iguais a cachorros, e embora possam ser acariciados, é importante mostrar para a criança que ela deve fazer isso com cuidado. Alguns gatos não gostam de colo, portanto é importante explicar para os filhos que eles devem esperar o gato se aproximar antes de começar a brincar, sempre sem forçar. Só assim um bom nível de confiança pode ser estabelecido.

8. Coelho

Coelhos são animais muito tranquilos e têm uma grande capacidade de aprendizado. Adaptam-se a espaços pequenos e, portanto, podem ser uma boa alternativa para cachorros e gatos. Podem ser muito brincalhões e adoram explorar todos os cantos da casa.

Considerações: na hora de adotar um coelho é importante explicar para a criança que ele precisa de um tempo para se adaptar. Ou seja, no começo da convivência o adulto deve estar sempre perto, para que nem o coelho nem a criança se machuquem. Mas a experiência de cuidar de um coelho costuma ser sempre muito divertida.

9. Lagarto

Se o seu filho gosta de répteis, talvez ele possa gostar de ter um lagarto como animal de estimação. Espécies como o gecko leopardo se alimentam de insetos e podem viver em tanques médios. Dragões barbudos, por outro lado, comem frutas e verduras e se adaptam melhor a temperaturas mais altas.

Considerações: existe uma grande variedade de espécies de lagartos e algumas não são indicadas para crianças ou para pessoas que não têm experiência em cuidar de répteis. Dentro da lista de “espécies difíceis” estão as iguanas, que são mais agressivas por natureza. A melhor opção é o gecko leopardo, um animal pequeno e fácil de cuidar.

10. Peixe

Se você mora em um apartamento pequeno, peixes são uma boa opção. Esses animais são muito tranquilos e, diferentemente dos periquitos e dos coelhos, não precisam ser adestrados. Se você tiver filhos, mostre como os peixes devem ser alimentados e explique como os animais aquáticos se comportam. É sempre muito bonito perceber que a criança se sente responsável por outro ser vivo.

Considerações: existem muitas espécies de peixe, e cada uma precisa de um tipo de cuidado. Para uma criança, o melhor é começar com um peixe pequeno de água doce, que não precisa de muitos cuidados. Quando a criança se acostumar, inclua outros companheiros no aquário.

11. Miniporco

Nos últimos anos, as pessoas passaram a adotar miniporcos como animais de estimação, principalmente estimulados pelo comportamento de alguns famosos. O bom é que eles são animais dóceis e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, são animais muito limpos, inteligentes e curiosos.

Considerações:problema em relação a esses animais é que as pessoas não sabem muito bem como alimentá-los adequadamente, o que costuma causar problemas nutricionais. Além disso, é importante que eles tenham bastante espaço.

Bônus: animais não recomendados para crianças

As tarântulas estão na lista de animais que não são recomendados para crianças porque podem picar e causar sérios problemas de saúde. Claro que elas atacam apenas quando se sentem ameaçadas, mas o ideal é não ter esses animais em casa, sobretudo em famílias com crianças pequenas.

Tartarugas pequenas também não são indicadas, pois podem ser portadoras de doenças e porque demandam muitos cuidados. Mas se você quiser ter uma, vá a uma loja especializada, converse com o vendedor e lave as mãos após tocar nos animais.

Embora as iguanas sejam animais muito populares entre os amantes de répteis, elas precisam de um grande espaço que emule seu hábitat natural. Como elas podem apresentar comportamentos agressivos, é importante não as deixar sozinhas com uma criança. Ou seja, procure outra opção.

Você tem animais de estimação? Quem cuida deles na sua casa? Acha importante que os pais ensinem os filhos a cuidar dos animais desde pequenos?

Compartilhar este artigo