Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como aliviar a dor nas articulações com 10 métodos naturais

Artrite é o nome dado a inúmeras condições que causam inflamação, aumento de volume na região afetada e dor nas articulações. Existem cerca de 100 tipos diferentes do problema, porém o mais comum é a artrose. Neste caso, a camada de cartilagem que cobre os ossos sofre um processo degenerativo, causando inchaço, rigidez e dor. Porém, há uma boa notícia: sem abrir mão dos tratamentos médicos convencionais, as soluções caseiras, usadas de forma integrada com uma mudança no estilo de vida, podem ajudar a reduzir os sintomas e o avanço da doença. Se você ou um ente querido sofre de artrite, continue lendo, pois as informações a seguir são muito úteis.

O Incrível.club pesquisou e preparou uma lista com 10 soluções caseiras capazes de ajudar no alívio dos sintomas da doença, garantindo uma melhor qualidade de vida.

1. Mude a dieta

A dieta ocidental, com a qual a esmagadora maioria das pessoas está acostumada, é rica em gorduras, açúcares e farinhas refinadas. Só que ela pode levar à síndrome do intestino permeável, que se caracteriza quando a mucosa do intestino permite a passagem de bactérias ao sangue.

Para se defender, o sistema imunológico do organismo gera uma resposta, que vem na forma de ataque. Em outras palavras, nosso corpo ataca seus próprios tecidos. Essa é uma das principais causas de artrite. Para aliviar a dor nas articulações, a orientação costuma ser mudar radicalmente a própria alimentação. Os danos causados no intestino são revertidos quando a dieta é rica em vegetais, frutas, legumes e grãos.

Na medida do possível, é bom evitar laticínios e carnes processadas, assim como alimentos com glúten. Uma dieta mais saudável e natural garante enzimas que atuam contra a inflamação e reduzem a dor nas articulações.

2. Controle o peso

Uma entidade internacional chamada Fundação da Artrite afirma que cada quilo a mais no corpo é multiplicado por três nos joelhos, e por seis no quadril. A pressão adicional exercida nas articulações faz com que a cartilagem se rompa com mais facilidade, piorando os sintomas da artrite. Manter o peso adequado alivia o estresse provocado nessas áreas do corpo, diminuindo a rigidez e a dor.

3. Faça compressas com sementes frias e quentes

Segundo um estudo, aplicar frio ou calor pode favorecer no tratamento contra inflamações e dores da artrite. Enquanto o calor facilita os movimentos, já que atua contra a rigidez, o frio provoca a liberação de endorfinas, hormônios ligados à sensação de bem-estar.

Ao mesmo tempo, a temperatura reduz a sensibilidade dos nervos, diminuindo a dor. As compressas podem ser feitas em casa mesmo, com a ajuda de um pano de algodão cheio de grãos de milho, sementes de legumes, aveia ou arroz, pois tais elementos mantêm a temperatura por mais tempo.

compressa pode ser aquecida no micro-ondas ou no forno convencional durante alguns minutos, ou resfriada na geladeira. A aplicação de calor não deve superar os 20 minutos. Já a fria deve ficar em contato com a pele por, no máximo, 10 minutos.

4. Experimente massagens

Um estudo de 2013 analisou os efeitos das massagens em um grupo de pessoas com artrite. Em metade dos participantes, foi aplicada uma massagem leve, enquanto na outra, uma massagem com intensidade moderada.

Após 4 semanas, o segundo grupo, aquele que recebeu massagens moderadas, relatou sentir menos dor na articulação afetada, além de mais liberdade de movimento e força de preensão. A Fundação da Artrite explicou que as massagens diminuem a produção do cortisol, hormônio associado ao estresse, e do elemento ligado à dor dos neurotransmissores.

E como se fosse pouco, a massagem aumenta a produção de serotonina, que nos deixa mais animados. Logo, massagear regularmente as articulações e os músculos afetados é uma ótima ideia, pois reduz consideravelmente a dor gerada pela artrite.

5. Consuma ômega-3

Um estudo recente concluiu que os ácidos graxos ômega-3 contribuem na redução da inflamação sofrida pelo corpo, além de regular o sistema imunológico, melhorando os sintomas da artrite.

E o ômega-3 executa outra função importante no organismo, pois acelera o metabolismo e favorece a queima de gordura. Consequentemente, o peso diminui e, de quebra, as articulações afetadas sofrem menos pressão, levando à redução da dor.

O ácido graxo citado é encontrado em frutos secos, como nozes, em peixes de água fria (atum, sardinha, salmão), e em sementes de cânhamo, ricas também em outras substâncias anti-inflamatórias. Uma pequena quantidade delas por dia recupera visivelmente a condição de saúde da pessoa com artrite.

6. Pratique meditação

meditação é uma ótima alternativa para reduzir o estresse que costuma afetar quem sofre de doenças crônicas como artrite. Uma pesquisa revelou que os adeptos da prática melhoram a qualidade de vida por conta da redução na dor das articulações atingidas, da diminuição da rigidez matutina e do alívio na inflamação.

Meditar também é uma maneira de enfrentar a doença e manter uma vida social ativa. Esta última é fundamental para ficar longe da depressão, que tende a acompanhar males desse tipo. É possível começar com 10 minutos de meditação por dia, até chegar aos 45 minutos ou ao período que considerar necessário.

7. Consuma vitamina D

Um estudo de 2016 apontou que as pessoas que sofrem de artrite apresentam baixos níveis de vitamina D, substância essencial para o fortalecimento dos ossos e do sistema imunológico. Além disso a falta de vitamina D aumenta os riscos de desenvolver a doença.

É possível absorver vitamina D expondo-se ao sol, consumindo alimentos com alto teor desse elemento (peixes, laticínios, gema de ovo, abacate e champignons) ou tomando suplementos disponíveis em farmácias.

Contudo, ainda não está claro se altos níveis de vitamina D reduzem o avançar da doença. Seja como for, é sempre importante manter um índice normal de vitamina D no organismo.

8. Tome um pouco de sol diariamente

Dando prosseguimento ao tópico anterior, uma das formas de absorver vitamina D é expondo-se à luz solar. Tomar um pouco de sol, ainda que de roupa ou em dias nublados, permite que o organismo acumule vitamina D para até duas semanas.

Quem tem artrite deve se expor ao sol por alguns minutos todos os dias, prestando atenção ao horário para não queimar a pele. Existem evidências científicas demonstrando que as pessoas que vivem em lugares onde os dias ensolarados são mais raros, e o clima é úmido e chuvoso, tendem a sofrer mais com a dor provocada pela artrite.

9. Adicione gengibre às suas refeições

O principal elemento presente na raiz do gengibre, o gingerol, inibe as substâncias que provocam inflamação e dor nas articulações. As propriedades fitoquímicas chegam a atuar interrompendo o progresso da artrite.

Ademais, é seguro apostar no gengibre em longo prazo. Seja fresco ou em pó, ele pode ser adicionado às refeições, começando com um pedaço pequeno ou ¼ de colher de chá, já que tem um sabor bem picante.

10. Use arnica

arnica é uma planta que, segundo a ciência, tem fortes efeitos anti-inflamatórios; seus componentes atuam contra a dor, a rigidez e a inflamação causada pela artrite.

A arnica montana é a que se revelou mais eficaz no tratamento contra os sintomas da doença. Ela pode ser encontrada em forma de gel ou creme, em lojas orgânicas ou de produtos naturais. Mas garanta que está levando para casa produtos livres de aditivos e 100% naturais, o que garante a eficácia deles.

Você acha que os métodos apresentados nesse post são fáceis de incorporar à rotina? Conhece outra técnica para aliviar a dor provocada pela artrite? Sua opinião é muito importante para nós! Comente!

Compartilhar este artigo