Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

7 Motivos pelos quais você deve parar de dormir com o cabelo molhado

O costume de ir para a cama com os cabelos ainda molhados provoca uma série de efeitos colaterais. Se você está entre as pessoas que gostam de tomar banho à noite, os resultados indesejados que elencamos neste post podem despertar seu desejo de alterar a rotina de cuidados com as madeixas e ainda de reservar um tempo extra para secar os fios antes que sua cabeça caia no travesseiro.

Nós, do Incrível.club, preparamos uma lista indicando as diversas formas pelas quais o hábito de dormir com os cabelos molhados afeta a saúde e o visual de qualquer pessoa.

1. Pode causar irritação no couro cabeludo

Você já teve a incômoda sensação de coceira ou irritação no couro cabeludo? Nós costumamos culpar o shampoo quando algo assim acontece, mas a razão por trás do desconforto pode ser o costume de ir para a cama com o cabelo molhado. Problemas que afetam o couro cabeludo, como caspa, podem ocorrer quando você dorme com a cabeça em uma fronha úmida. Ao dormir com as madeixas ainda molhadas, o ambiente pode provocar uma proliferação de bactérias.

2. Deixa o cabelo embaraçado

Cabelo úmido fica mais frágil. Ao ir para a cama antes de secar os fios, você corre o risco de embaraçá-los durante o sono. E pela manhã, as madeixas podem estar tão cheias de nós e difíceis de se soltarem que você acabará ganhando um estresse extra em suas atividades matinais.

3. Você pode ficar com dor de cabeça

Se você tem o hábito de dormir com o cabelo ainda úmido, saiba que isso pode aumentar suas chances de sofrer com dores de cabeça ao acordar. Certos especialistas em cuidados capilares afirmam que o costume reduz a temperatura corporal, provocando dores de cabeça decorrentes da tentativa do organismo de se aquecer. Outros profissionais acreditam que deitar com o cabelo enrolado em uma toalha provoca dores, podendo até mesmo interromper o ciclo de sono.

4. O cabelo ganha um aspecto arrepiado

Tudo bem que dormir com o cabelo molhado não vai provocar nenhuma condição grave de saúde, mas pode ser crucial para a aparência dos fios. Quando úmidas, as madeixas sofrem intensa fricção contra a fronha do travesseiro, deixando a cabeleira com aspecto arrepiado. Reservar alguns minutos para secar a cabeça antes de ir para a cama ajuda a economizar um bom dinheiro que seria gasto em produtos contra o odiado frizz.

5. Impede que cabelos finos ganhem volume

Cabelos finos tendem a ser frágeis e ter pouco volume. E para quem tem madeixas assim, dormir com elas ainda úmidas é especialmente prejudicial. Nesses casos, os fios não conseguem ganhar volume com facilidade e é por isso que, se você resolver ir para a cama frequentemente sem secar a cabeça, certamente notará um menor volume capilar.

6. É uma das principais causas das pontas duplas

Com que frequência seu cabeleireiro diz que é preciso cortar as pontas duplas? O hábito de deitar-se com os fios ainda molhados é um dos motivos pelos quais tanta gente precisa cortar as pontas mais vezes do que gostaria. Como o cabelo úmido fica mais vulnerável a quebras, o movimento da cabeça durante o sono pode levar ao surgimento de mais pontas duplas.

7. Provoca irritação na pele

Não é apenas o couro cabeludo que sofre com o hábito de ir para a cama com a cabeleira úmida, mas também a pele de outras partes do corpo. Quando mudamos de posição durante o sono, o cabelo pode acabar ficando em contato com o rosto. E a combinação de cabelo molhado com a temperatura do ambiente no quarto costuma representar as condições ideais para o surgimento de bactérias que causam irritações na pele.

Você prefere lavar o cabelo pela manhã ou à noite? Conhece outros efeitos colaterais provocados por dormir com as madeixas úmidas? Comente!