Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15 produtos consumidos diariamente que afetam o nosso humor

1-2-
198

De onde vem a dor de cabeça súbita? Por que às vezes não conseguimos adormecer ou dormir o suficiente? Qual é a causa da ansiedade e da tristeza? Muitas pessoas culpam o clima instável, o cansaço após uma semana de trabalho ou qualquer outra coisa, mas nunca pensamos que a comida do dia a dia pode influenciar o nosso bem-estar e nossa saúde.

Incrível.club examinou algumas pesquisas científicas e fez uma lista de alimentos que nos tornam apáticos. Na segunda parte do post você lerá sobre os alimentos que te dão força e energia.

Produtos que nos afetam negativamente

Alguns alimentos que comemos quase todos os dias podem afetar negativamente o nosso humor e bem-estar. Por causa deles, podemos nos sentir deprimidos e sobrecarregados com as nossas atividades diárias.

1. Farinha de trigo refinada

Se o macarrão ou as torradas são feitos de farinha de trigo refinada, eles podem agravar uma depressão. Essa farinha tem um alto índice glicêmico e quando entra no nosso corpo ela se transforma em açúcar. Ocorre então um pico de insulina no sangue que pode ser um catalisador para episódios de angustia e ansiedade. As mulheres, especialmente em período pós-menopausa, sofrem dessas flutuações de humor.

2. Bebidas açucaradas

Refrigerantes, energéticos e isotônicos são bebidas que as pessoas geralmente evitam, pois podem adicionar uns quilos e centímetros extras ao seu corpo. O principal ingrediente dos refrigerantes de cola e de bebidas similares é o xarope de milho que consiste em 45% de glicose e em 55% de frutose. Com o consumo regular de frutose, a pressão arterial e o nível de triglicerídeos no sangue aumentam, e também aumenta a chance do desenvolvimento de hipertensão, doença de Alzheimer e até demências.

3. Cavala, atum e alguns outros tipos de peixes

Tubarão, peixe-espada, cavala, atum e várias outras espécies de peixes selvagens têm maior concentração de mercúrio. Ao entrar no corpo humano, o mercúrio vai para o cérebro, rins e fígado, agindo destrutivamente no sistema nervoso central e no cérebro.

Se o mercúrio entrar no corpo de uma mulher grávida, pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro do feto e até causar paralisia cerebral. Apesar disso, existem muitas variedades de peixes que são benéficos para a saúde. É recomendado não comer peixes selvagens mais de uma vez por semana, enquanto peixes criados em cativeiro podem ser consumidos de 2 a 3 vezes por semana.

4. Família das Solanáceas

Tomate, batata, pimentão, berinjela, entre outros, compõem a família das solanáceas, que produzem glicoalcalóides, pesticidas naturais que podem ser tóxicos se consumidos em grandes quantidades. Esse composto promove uma estimulação excessiva do sistema nervoso, razão pela qual pessoas mais sensíveis podem sofrer de insônia. Glicoalcalóides se acumulam no corpo e demoram 5 dias para serem eliminados, por isso, para ter uma boa noite de sono, é melhor não comer esse tipo de alimento antes de dormir.

5. Queijos, embutidos e defumados

Chucrute, queijos curados e salsichas adquirem um sabor familiar devido à fermentação, que ocorre sob a influência de bactérias. Durante esse processo elas quebram as proteínas em aminas biogênicas. Quanto mais aminas, mais velho o produto. Uma das aminas mais poderosas é a histamina, pois ela aumenta a ansiedade e atrapalha o sono, elevando o nível de adrenalina no corpo. Portanto, é melhor comer essas iguarias apenas durante o dia.

6. Milho

O milho e o xarope de milho estão na lista de produtos que mais causam enxaqueca. Tudo porque eles contêm açúcares simples e cobre que provocam enxaqueca. Algumas pesquisas mostraram que após parar o consumo de milho e derivados, a maioria das pessoas começou a sentir menos dor de cabeça.

Produtos que nos afetam positivamente

A comida também pode afetar o nosso organismo positivamente. Tente substituir um produto por outro para perceber as mudanças, como por exemplo, uma onda de força e bom humor.

1. Brócolis

100 gramas de brócolis contêm praticamente uma dose diária de vitamina K. Ele melhora a memória e tem efeitos positivos no seu futuro — se quiser manter uma mente lúcida até a velhice, inclua brócolis na sua alimentação semanal. Além disso, nessa hortaliça, há uma grande quantidade de antioxidantes e micronutrientes que protegem o cérebro de lesões.

2. Chá de ginseng

Chá de ginseng enfraquece o efeito da dopamina que é produzida no cérebro de um fumante após cada cigarro, assim, a pessoa não recebe do cigarro o prazer habitual. Com o consumo regular desse chá, a atratividade do fumo diminui e você pode até parar de fumar.

3. Sardinhas e salmão

Esses e outros peixes gordurosos contêm uma grande quantidade de ômega-3, cujo déficit aumenta o risco de desenvolver doenças mentais. Durante várias pesquisas, os cientistas observaram mais de 150 mil pessoas e aquelas que comeram a maior quantidade desses peixes tiveram sintomas de depressão quase nulos. É recomendado comer pelo menos 140 gramas desses peixes por semana.

4. Castanha-do-Pará

Se houver pouco selênio no organismo, o ser humano fica mais irritado e se cansa mais rápido. Uma das melhores fontes de selênio é a castanha-do-pará, portanto, para minimizar o mau humor, o nervosismo e também para fornecer energia ao corpo, deve-se comer 3 castanhas por dia. Você pode comê-las junto com frutas ou raladas em saladas. Além disso, a castanha-do-pará melhora a função cardiovascular.

5. Bananas

Essa fruta é cheia de ferro, fósforo e vitaminas. A vitamina B6, especificamente, ajuda o corpo a sintetizar a serotonina. Os carboidratos promovem a absorção do triptofano no cérebro, e a vitamina B6 o transforma em um hormônio de bom humor.

A banana contém uma grande quantidade de potássio, que ajuda a saúde das células nervosas e do músculo cardíaco. A falta de potássio causa aumento da pressão arterial, por isso, comer bananas ajuda a prevenir o desenvolvimento da hipertensão. Além disso, uma banana contém 17% da dose diária necessária de vitamina C.

6. Mirtilos

Mirtilos são uma fonte natural de vitamina C (100 gramas contêm 24% da dose diária necessária), potássio, magnésio, manganês e antocianinas. Os dois últimos dão a cor azulada a essa fruta e possuem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. O consumo de mirtilos previne o declínio mental relacionado à idade e melhora a memória de curto prazo. Além disso, essas frutas ajudam na coordenação motora, por isso, é recomendado para pessoas mais velhas.

7. Ovos

A composição dos ovos inclui a colina, que está envolvida na síntese de acetilcolina. A acetilcolina estabiliza a função do cérebro, melhora o humor e a memória. Uma gema contém 25% da dose diária de colina. Além disso, os ovos contêm vitaminas do complexo B, que diminuem o desenvolvimento de demência e depressão.

8. Carne de frango

Carne de frango e de peru contêm triptofano e graças a esse aminoácido, o corpo humano produz o hormônio da felicidade — a serotonina. O consumo dessas carnes fornece energia para a pessoa e mantém seu humor elevado. Mas o melhor é dar preferência para o peito ou asa, porque as coxas contêm mais colesterol.

9. Mingau de trigo mourisco

O trigo mourisco (também chamado de trigo sarraceno) é rico em vitaminas do complexo B, ferro, zinco, manganês e magnésio. O último não apenas restaura os músculos, mas também protege contra o estresse e ajuda a combater o mau humor. A vitamina B, o zinco e o fósforo melhoram a circulação sanguínea e aceleram a transmissão de impulsos para as células cerebrais. Devido a essas propriedades, o trigo mourisco reduz a dor de cabeça, ansiedade e estimula um bom sono.

E você, já percebeu algum alimento que te afeta? Pode nos contar sobre ele?

Tradução e adaptação Ilia Romanov
1-2-
198