Incrível

15 Frutas que não parecem feitas pela mãe natureza

----
271

O mundo vegetal é cheio de surpresas. Existem mais frutas do que podemos encontrar nos supermercados, e são nos lugares mais distantes onde toda essa variedade exótica está escondida. Embora alguns desses alimentos tenham uma enorme semelhança com aqueles que habitualmente consumimos, outros não parecem fazer parte do reino vegetal deste mundo por causa das suas estranhas formas e misturas de cores.

Incrível.club compilou para você algumas frutas que são tão peculiares que nem podemos imaginar.

1. Banana “Blue Java”

Essa banana azul pode ser encontrada no sudeste da Ásia e norte da Austrália, é tolerante a baixas temperaturas e pode ser cultivada praticamente em qualquer lugar. Ela cresce em regiões como a Califórnia ou o Havaí, e sua cor azul se perde no momento em que a banana amadurece. Pode ser comida crua ou cozida e é famosa pelo delicioso sabor de sorvete de baunilha.

2. Hala

Essa fruta é verde por fora e tem uma cor laranja muito viva por dentro. Ela vem das ilhas do Pacífico e seu sabor é uma combinação de manga e cana-de-açúcar. Nos países orientais é usada como corante, e também tem benefícios medicinais, pois previne a inflamação. As folhas de sua árvore também são consumidas em pratos salgados.

3. Jabuticaba

A jabuticaba vem de uma árvore com poucos ramos que cresce na América Latina, especificamente no Paraguai, Bolívia, Brasil e Argentina. É considerada uma baga por causa de sua forma e sua casca, que é fina e lisa. Tem um sabor doce. Em alguns países há uma expressão que compara sua atraente cor escura com os olhos de uma mulher: “Olhos de jabuticaba”, uma expressão metafórica que liga os belos olhos pretos a essa fruta exótica.

4. Akee

Essa fruta curiosa vem de países como Camarões, Burkina Faso, Costa do Marfim e também é o fruto característico da Jamaica. Tem a forma de uma pera e contém três grandes sementes dentro. Outro nome pelo qual ela é conhecida é “cérebro vegetal”. É uma ótima fonte de vitamina A e rica em proteínas.

5. Melão-de-São-Caetano

Vinda do Caribe, Ásia e África, essa fruta é consumida acompanhada de carne de porco, sopas e é servida até na forma de chá nas culinárias chinesa e indiana. Tem alto teor de ferro, magnésio, potássio e retinol. Seu sabor amargo pode ser equilibrado pela adição de sal ou compensado com alimentos doces, como o leite de coco.

6. Mão de Buda

Essa fruta de casca muito grossa é dada em oferendas a Buda dentro dos templos, e tem um aroma muito bom. Sua forma se assemelha a um conjunto de dedos, daí vem o seu nome. Alguns frutos têm pouca polpa, enquanto outros não têm nenhuma. No entanto, a casca pode ser caramelizada para ser usada como tempero. Também é conhecida como a “fruta de Cthulhu”, graças ao trabalho escrito por H. P. Lovecraft.

7. Lima-caviar

Essa estranha combinação entre limão e pepino tem sua origem no sul da Austrália. A polpa é composta de pequenos glóbulos que foram comparados ao caviar, e que têm um efeito efervescente e um gosto um pouco picante. Normalmente é usada como condimento, e sua casca pode ser desidratada e usada como especiaria.

8. Guama

Proveniente da América Central e da Amazônia, também chamada “guaba” ou “pepeto” tem um sabor doce e uma textura muito macia. No seu interior abriga enormes sementes verdes; ela tem a forma de uma vagem e é usada como antidiarreico em algumas comunidades. A árvore de guama é usada para fazer sombra aos cacaueiros.

9. Tayberry

Essa fruta, criada na Escócia em 1979, é um cruzamento entre amoras e framboesas. Não é uma fruta comercial, porque a sua colheita em grande escala não é fácil, seja por máquina ou manualmente. No entanto, pode ser cultivada em casa e pode ser comida cozida ou crua, em compotas ou doces.

10. Caimito

Também conhecida como maçã estrela, abio-do-pará ou aguaí, o caimito vem de uma árvore tropical nativa das Grandes Antilhas, e também pode ser encontrada nas Índias Ocidentais. É conhecida pela consistência de sua polpa, que tem uma textura leitosa e um aroma doce. A casca dessa fruta não é comestível, mas o sabor da polpa é muito suave. Originalmente, essa fruta é verde, mas quando amadurece, fica roxa.

11. Cereja de porcelana

Essa peculiar baga de belas cores turquesa, azul e púrpura é mais parecida com uma uva do que com uma amora, mas não é uma fruta comestível. Em 1870 foi levada para os Estados Unidos e era usada como planta ornamental, mas atualmente é considerada uma planta invasora. Ela espalhou-se pelas áreas ensolaradas e pelas margens das rodovias.

12. Akebia quinata

Desse arbusto que cresce no Japão, China e Coreia nasce o fruto Akebia quinata, agrupado em cachos. É uma vagem comestível de cor clara, com a forma de uma salsicha e um sabor muito semelhante ao da melancia. Embora também funcione como planta ornamental, na China é utilizada como planta medicinal por suas propriedades diuréticas e analgésicas.

13. Hydnora Africana

É uma planta parasita que cresce principalmente no continente africano. Uma de suas peculiaridades é que não contém clorofila e emerge da terra, revelando uma estranha flor carnuda que tem um odor desagradável e serve para atrair seus polinizadores. Em algumas culturas africanas, é usada como antidiarreico.

14. Mangostim

Também conhecida como jobo indiano, vem de uma árvore que cresce em lugares como Indonésia, Ilhas Molucas e Arquipélago Malaio. É uma fruta agridoce com uma textura semelhante à do pêssego, e sua casca é comestível. A polpa é usada na Malásia para fazer doces, uma vez que é uma fruta muito perecível.

15. Keledang

É uma estranha fruta de Bornéu. Também é conhecida como kledang, pudu ou tarap em diferentes lugares da região. Sua produção se espalhou para lugares como Tailândia e Sumatra. A madeira da árvore onde ela cresce é muito sólida, tanto que é usada em construção. A fruta é muito doce, as sementes são espaçadas, e a polpa é laranja.

Qual dessas frutas você achou mais apetitosa? Conhece outras que são cultivadas apenas em seu país? Conte para a gente nos comentários.

----
271