Por que os homens causam mais estresse nas mulheres que nos filhos

Relacionamento
há 11 meses

As mulheres casadas passam por muito mais estresse do que as solteiras porque acabam tendo de lidar ao mesmo tempo com o trabalho, a maternidade e o casamento. E as esposas estressadas são mais propensas a sofrer de dores de cabeça, fadiga e raiva.

O papel do pai também é bem cansativo, mas, surpreendentemente, os maridos contribuem mais para aumentar o estresse da família e, em particular, de suas parceiras, do que os filhos. De acordo com uma pesquisa, 46% das esposas dizem que as crianças geram menos pressão do que seus cônjuges, e isso não está relacionado com infidelidade ou com algum tipo de violência.

Incrível.club quer compartilhar com você as informações desse estudo, que mostra a influência negativa dos maridos sobre suas esposas, para que você consiga evitar as consequências negativas do estresse no relacionamento.

Um marido que age como uma criança

A verdade é que alguns homens se comportam como criança aproximadamente até os 43 anos de idade. Isso se expressa não apenas em sua atitude frívola em relação a alguns problemas, como também em sua interação com as crianças. “Um pequeno de sete anos continuará a ser assim; é da sua índole. Mas uma pessoa de 35 anos que age como uma criança de sete é estressante, porque deveria saber melhor do que ninguém o que está fazendo”, disse uma das participantes do estudo.

Muitas vezes, os pais se divertem com seus filhos. Como resultado, acham que são seus amigos, companheiros de férias e cúmplices nas ideias divertidas e na sensação de que podem fazer tudo. As mães estão mais preocupadas com questões relacionadas à educação, à disciplina, à saúde e ao desenvolvimento de uma criança. Elas seguem mais a rotina diária dos pequenos, dando instruções e proibindo a bagunça. Isso faz com que pareçam ser “a má policial da história”, o que afeta o relacionamento com os filhos e pode levar a conflitos entre os pais.

  • Solução:

É melhor manter a unidade. Se um dos pais proíbe algo ao filho, o outro deve apoiar essa decisão. É necessário agir em conjunto e concordar com as proibições, permissões e punições.

Também é importante dividir a responsabilidade no cuidado diário das crianças. Uma criança não consegue participar de uma equipe de natação, escolher as vitaminas e marcar uma consulta com um médico por conta própria, mas os pais podem fazer isso. O marido pode ajudar e aliviar o fardo de sua esposa nessas questões. Dessa forma, as mães poderão parar de se concentrar nos erros que seus filhos cometem, deixar de tentar controlar tudo e, às vezes, até mesmo podem participar das brincadeiras das crianças com o marido.

As tarefas domésticas se tornam estafantes para a mulher

Uma pesquisa descobriu que uma a cada cinco mães diz que não tem ajuda suficiente de seu cônjuge nas tarefas domésticas, e isso causa muito estresse diário. As esposas passam muito tempo fazendo os deveres domésticos, enquanto os maridos relaxam. E esses trabalhos incluem não apenas cozinhar e limpar, mas também pagar as contas, ir ao supermercado e planejar o orçamento. Essas atividades são muito importantes para manter a estrutura da família, mas podem ser muito avassaladoras para uma única pessoa.

E esse não é o trabalho mais fácil e agradável. Fazer o trabalho doméstico gera mais estresse em ambos os sexos do que o trabalho no escritório, porque, ao menos ali, as pessoas se sentem mais valorizadas. Se a esposa cuida da casa sozinha, seu fardo aumentará cada vez mais, até se tornar realmente insuportável.

  • Solução:

A resposta mais simples e óbvia é que o marido deve ajudar nas tarefas domésticas. As responsabilidades familiares compartilhadas são uma das principais razões para um casamento bem sucedido.

Ambos os cônjuges devem apreciar o esforço um do outro. Qualquer tipo de trabalho é valioso, mesmo que não gere renda. Se as tarefas da casa forem divididas, serão feitas mais rapidamente e o tempo restante poderá ser usado para a diversão em família.

Uma mulher se sente culpada e não tem tempo livre

Levando em consideração todos os deveres das esposas descritos anteriormente, elas podem sentir falta de tempo livre. Especialmente, se também trabalham em tempo integral — caso da maioria das mulheres, hoje em dia. À noite, após o trabalho, devem prestar atenção em cada membro da família e realizar todas as tarefas domésticas. Esse sentimento leva ao estresse ao longo do tempo. As mulheres tentam fazer tudo nas 24 horas do dia, mas devido à pressa podem cometer muitos erros.

A responsabilidade pelos filhos, pelo marido e pela família cabe à mulher e ela pode se sentir culpada quando algo sai errado. E esse sentimento de culpa pode sobrecarregar uma pessoa. Uma das entrevistadas comentou: “Sinto que estou descobrindo muito sobre a criação de meus filhos sozinha, sem a contribuição de meu marido. Isso me estressa, porque, quando algo dá errado, a culpa acaba sendo minha”.

  • Solução:

Para evitar que a esposa fique estressada por falta de tempo e se sinta culpada, o marido pode dividir com ela não apenas as tarefas domésticas e o cuidado com os filhos, mas também a responsabilidade da família em geral. Quando os cônjuges discutem os problemas, tomam decisões juntos e são responsáveis por eles, isso faz com que se unam e consigam resolver muitos mais problemas.

As mulheres podem desenvolver suas habilidades de gerenciamento de tempo. Lembre-se de que o estresse pode levar ao divórcio e ter um efeito negativo na saúde. Portanto, é importante fazer todo o possível para criar menos estresse na vida familiar.

Como você divide as responsabilidades em sua família? Você sente estresse em casa? Conte-nos na seção de comentários abaixo!

Ilustrado por: Leonid Khan exclusivo para Incrível.club

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados