Estação Espacial Internacional: 20 segredos da vida fora da Terra

Curiosidades
há 9 meses

Sabe qual é o terceiro objeto mais brilhante no céu noturno? Se você disse a Estação Espacial Internacional, está absolutamente certo! E adivinha o que é mais legal? Você pode se inscrever para receber um aviso toda vez que a International Space Station, a ISS, estiver viajando perto de você! Se isso acontecer à noite, você poderá vê-la sem ajuda! Mas seja esperto, porque a Estação é muito rápida! Ela se move a uma velocidade de 8 km por hora e circula nosso planeta a cada 90 minutos!

Se você se movesse a tal velocidade, seria capaz de fazer uma viagem de ida e volta à Lua em um dia! Ao mesmo tempo, a ISS não é o objeto mais rápido construído por humanos. Este título pertence à Sonda Solar Parker que viaja ao redor de Vênus e do Sol a uma velocidade de 69,2 km por hora. Pensando pelo lado positivo, os astronautas da ISS veem o nascer e o pôr do Sol 16 vezes a cada 24 horas!

A Estação Espacial Internacional é uma verdadeira superadora de recordes! É o maior objeto feito pelo homem no espaço. Tem 100 metros de comprimento de ponta a ponta, aproximadamente o mesmo comprimento de um campo de futebol. Ela também pesa cerca de 450 toneladas. Oito naves espaciais podem atracar na ISS ao mesmo tempo. Seu espaço de trabalho e moradia é maior que uma casa de 6 quartos. Os astronautas têm 6 dormitórios, uma academia, dois banheiros e uma bela janela com vista de 360 graus.

Agora, vamos imaginar como seria sua vida se você fosse um astronauta na Estação Espacial Internacional! Para começar, você seria capaz de fazer algumas coisas legais, como atirar bumerangues. Uma vez, um astronauta atirou um bumerangue dentro da Estação Espacial Internacional, e o bumerangue voltou para ele. Portanto, lembre-se que, enquanto houver algum ar, o espaço não vai te impedir de ter um pouco de diversão.

Na ISS, você nunca teria que lidar com cheiros nojentos. Há uma pessoa especialmente treinada que cheira tudo o que os astronautas levam consigo para o espaço. Isso é feito para protegê-los de odores desagradáveis. O problema é que não dá pra arejar a sala se você não gostar do cheiro dentro dela. É por isso que a NASA é muito cuidadosa quanto ao tipo de cheiro que embarca nessa viagem. Você também teria que se livrar das suas roupas em vez de lavá-las após cada uso. Levar 1 quilo de carga para a Estação Espacial Internacional custa mais de 10 mil dólares.

É por isso que custa menos jogar fora suas roupas quando elas ficam sujas do que desperdiçar água ao lavá-las. Durante o sono, você poderia contar com um fluxo de ar excepcionalmente bom ao seu redor. Caso contrário, o dióxido de carbono que você expiraria formaria uma bolha ao redor da sua cabeça, e você ficaria sem oxigênio.
Mas o que você poderia fazer na ISS? Muito provavelmente, uma pesquisa relacionada ao espaço. Os astronautas da Estação não apenas exploram a possibilidade de futuras viagens espaciais, mas também realizam todo tipo de estudos e investigam o efeito da microgravidade sobre o corpo humano.

Ah, e por falar em microgravidade, as pessoas muitas vezes pensam que no espaço você experimenta gravidade zero. Daí a falta de peso que os astronautas sentem na Estação Espacial Internacional. Mas isso não é exatamente verdade. A gravidade é uma das forças mais importantes do Universo. Graças a ela, a Lua pode orbitar a Terra, e o Sol não flutua longe da Via Láctea. Os astronautas da ISS experimentam a microgravidade (o que significa “gravidade muito pequena”). A gravidade na Estação Espacial é apenas cerca de 10 a 12% mais fraca do que a gravidade na superfície da Terra.

Mas os astronautas estão constantemente em queda livre. A nave espacial, as pessoas dentro dela e todos os objetos a bordo continuam caindo para frente — não para baixo, mas ao redor do nosso planeta, seguindo uma órbita específica. Como todos estão caindo juntos, a tripulação e as coisas que estão dentro parecem estar flutuando. É por isso que os astronautas podem mover coisas tão pesadas quanto centenas de quilos com a ponta dos dedos. Mesmo que a microgravidade seja frequentemente chamada de “gravidade zero”, são coisas muito diferentes.

No caminho para a ISS você estaria usando um traje espacial laranja brilhante. Essa cor é chamada de Laranja Internacional e tem a mesma tonalidade da tinta que reveste a Tokyo Tower no Japão ou a Golden Gate Bridge em San Fransisco. Mas, uma vez alcançada a vasta extensão do espaço, você trocaria o laranja por branco-neve. A questão é que o terno laranja está equipado com o material que pode ajudar os astronautas a sobreviverem se algo der errado durante o lançamento ou a aterrissagem da nave. Por exemplo, um traje habitual tem foguetes, medicamentos, equipamento de sobrevivência, um rádio e um paraquedas.

Os trajes brancos e volumosos são chamados de EVA (que significa Atividades Extra-Veiculares). Sua finalidade é totalmente diferente da dos ternos laranja. Os astronautas vestem ternos EVA quando vão a uma passarela espacial. Tal traje pode protegê-los das condições hostis do espaço exterior, com suas temperaturas extremas e o quase-vácuo. Além disso, o traje branco pode evitar que pequenos detritos prejudiquem os viajantes do espaço.

A propósito, se você precisasse coçar o nariz enquanto veste seu traje EVA, usaria um pedaço de velcro dentro do capacete. A falta de gravidade também torna o espirro dentro de um traje espacial um problema sério. Se você tivesse que espirrar durante um passeio espacial, teria que dobrar sua cabeça para baixo e espirrar no peito. Caso contrário, sua viseira precisaria ser equipada com minúsculos limpadores de parabrisa!

No espaço, você veria frequentemente flashes aleatórios de luz — e não seriam alucinações! Os raios cósmicos que atingem seu nervo óptico criariam esse efeito. Você não vê flashes semelhantes aqui na Terra porque a magnetosfera não deixa que os raios cósmicos cheguem até você. Antes de ir para o espaço, você passaria por algum treinamento subaquático. Em tese, é pra simular a gravidade zero. Mas, na verdade, isso não tem nada em comum com estar no espaço sideral. Portanto, o objetivo principal desse treinamento é ver como os astronautas do futuro podem lidar com ambientes extremos.

Mais tarde, durante a adaptação espacial, você pode se sentir... digamos... esquisito. Cerca de 50 a 75% dos astronautas têm sintomas altamente desagradáveis, como vertigens, dores de cabeça, náuseas e cansaço geral. Felizmente, tudo volta ao normal dentro de 72 horas. Antes de ser escolhido para voar para o espaço, você teria que passar por uma concorrência incrivelmente dura. De acordo com a NASA, eles aceitam apenas 8 de cada 6 mil candidatos! Além disso, o processo de seleção leva cerca de 18 meses!

Se você sentisse saudades de casa em uma missão e começasse a chorar, suas lágrimas não correriam pelo seu rosto. Em vez disso, elas se reuniriam em espessas manchas de líquido ao redor dos seus olhos porque a tensão superficial da água manteria suas lágrimas juntas. Você também teria que se lembrar de segurar algo antes de cair no sono. Caso contrário, flutuaria facilmente para longe da sua cama e se chocaria com alguma coisa. É por isso que os astronautas geralmente descansam em sacos de dormir em uma pequena cabine da tripulação.

Outro assunto com o qual você teria que lidar seria tomar um banho em condições de microgravidade. E não é uma proeza fácil. Os astronautas tomam banho em um cilindro fechado que impede que a água flutue. Eles usam um shampoo sem enxague, borrifam-se com água para enxaguar o sabonete e, por fim, usam uma mangueira a vácuo que puxa para dentro toda a água deixada em seu corpo.

Você teria que se acostumar a uma mudança dramática em sua dieta. Seriam três refeições por dia — nada de extraordinário aqui. Mas, em vez de sentar-se para apreciar seu almoço, você flutuaria por aí. Sua refeição seria composta por alguns itens de comida desidratada e enlatada. E poderia levar muito tempo para terminá-la, já que você teria que ter muito cuidado para não deixar a comida escapar nesse processo. Agora imagine precisar de um corte de cabelo! Afinal, você passaria nada menos que meio ano na Estação Internacional! Para dar um up no seu look, você teria que usar cortadores especiais, com um vácuo preso a eles. Esse vácuo coletaria todos os cabelos cortados, porque os cabelos soltos podem entupir os filtros de ar da Estação — e isso pode se tornar algo muito, muito ruim, e muito rápido.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados