12 Curiosidades da vida na Alemanha — país onde as pessoas têm regras para usar o banheiro e não costumam usar esponjas de banho

A Alemanha é conhecida mundialmente por seus carros, autoestradas sem limite de velocidade, embutidos de dar água na boca e, no geral, produtos de alta qualidade. Por isso, até parece que sabemos muito sobre os alemães e sua vida cotidiana, no entanto, alguns costumes e práticas locais podem surpreender até quem já mora no país há alguns anos.

Nós, do Incrível.club, estudamos os detalhes da vida cotidiana na Alemanha e estamos prontos para compartilhar as principais peculiaridades dos alemães com você. Confira!

A limpeza é muito valorizada

Os alemães são muito criteriosos em relação à limpeza. Existe até uma expressão especial no país para indicar que se gosta de outra pessoa: “Eu gosto do seu cheiro”. Geralmente, os alemães costumam expressar suas opiniões sobre a aparência e o aroma de outras pessoas de maneira bastante aberta.

Normalmente, os banhos por lá duram cerca de dez minutos — ou até menos. A água no país custa muito caro, sendo, portanto, usada com moderação. Na Alemanha, é comum entrar no chuveiro, molhar-se, desligar a água, ensaboar-se e só depois ligar a ducha novamente para remover o sabonete.

No Brasil temos os chuveiros elétricos, mas eles não são comuns na Alemanha. Lá, algumas casas contam com aquecedores de água, que podem ser centrais ou não. Mas para esse mecanismo funcionar, é preciso que a pressão da água seja máxima. Caso contrário, a pessoa pode ter uma terrível surpresa gelada ao abrir o chuveiro.

Em vez de esponjas de banho, os alemães usam um paninho

Em vez das usuais esponjas para banho, os alemães usam luvinhas feitas de algodão macio, semelhantes a toalhas, mas do tamanho da mão de um adulto. Esponjas esfoliantes e escovas corporais não são muito populares no país, pois acreditam que elas prejudicam a pele. O sabonete em barra também não é a opção mais comum por lá. Os alemães, em geral, preferem gel de banho ou sabonete líquido.

Existem algumas regras para o uso correto do banheiro

Na Alemanha, existem costumes rígidos para o uso do banheiro. E um dos itens mais importantes é a escova sanitária. Se na vizinha França a disponibilidade desse produto em lugares públicos é proibida por questões de higiene, para os alemães é um item indispensável. Qualquer pessoa que precisar usar o banheiro, obrigatoriamente deve utilizar a escova. O vaso sanitário deve ficar tão limpo como foi encontrado.

Os alemães acreditam que tanto os homens quanto as mulheres devam usar sentados o vaso sanitário. A propósito, eles têm muitas formas interessantes para designar o banheiro. Pode ser “o lugar para onde o imperador vai andando”, “os dois zeros”, “o departamento de porcelana”, dentre outras. Se um conhecido alemão lhe perguntar onde fica o “lugar silencioso” da sua casa, melhor não cogitar levá-lo ao escritório ou ao quarto — é o banheiro que ele está procurando.

Na hora de escolher os produtos de higiene pessoal, o aroma é muito importante para as alemãs

A diversidade de produtos de higiene pessoal feminina pode parecer um pouco mais limitada que em outros países. Na Alemanha, os absorventes com aroma são muito populares, enquanto as opções mais simples são menos procuradas. No entanto, você pode encontrar produtos que custam menos de 1 euro (cerca de 6,30 reais).

Aliás, encontrar absorventes internos com aplicadores na Alemanha é uma tarefa bastante difícil. Em grande parte, isso se deve ao fato de a sociedade alemã ser mais engajada na defesa do meio-ambiente e tentar reduzir ao máximo o uso do plástico.

A composição dos produtos cosméticos alemães conta com componentes ecologicamente limpos

Já faz alguns anos que os cosméticos e técnicas de cuidados pessoais coreanos popularizaram-se em todo o mundo. Agora, porém, é a vez dos produtos alemães. No país, as pessoas costumam ser meticulosas em relação a muitas coisas, e o processo de produção dos cosméticos é uma delas. Atualmente, a Alemanha ocupa o sexto lugar mundial na produção e venda desses artigos.

Uma atenção especial é dada à composição dos cosméticos — opta-se por usar ingredientes ecologicamente limpos. Além disso, as alemãs costumam levar os cuidados pessoais bastante a sério, especialmente a limpeza e hidratação da pele. No mais, as mulheres costumam se presentear uma vez por semana com diversos tratamentos de beleza, fazendo uma espécie de spa em casa.

Não é preciso levar um maiô para o spa

Fontes termais e spas são muito populares na Alemanha. E cada lugar tem regras de etiqueta rígidas, responsáveis por regulamentar o comportamento dos visitantes. Assim, em alguns estabelecimentos só é permitido ficar de maiô na área da piscina (e não em todo lugar). Em todas as outras áreas — na sauna, banho turco, cabines de massagem ou de tratamentos — as pessoas exibem a sua beleza natural. Já em outros, pelo contrário, até o biquíni pode ser considerado um traje muito revelador. No país, ao entrar nos spas, os clientes recebem uma toalha e chinelos. Você pode sentar-se ou deitar-se apenas sobre a toalha. E os chinelos devem ser retirados ao entrar na sauna.

Os alemães preferem levar um estilo de vida ativo

Na Alemanha, não há uma distinção clara entre os apaixonados por esportes e aqueles que preferem relaxar no sofá. Nos finais de semana, praticamente todo mundo, independentemente da idade, costuma ir aos parques andar de bicicleta, praticar algum esporte. Os alemães se destacam por seu amor pelas atividades ao ar livre, por isso acabam se movimentando bastante. Os esportes são uma parte inseparável da vida no país. Tanto, que a mensalidade de uma academia por lá pode chegar a custar somente 15 euros (cerca de 95 reais). E o hábito de correr não é considerado uma proeza individual, mas sim uma prática cotidiana.

Sempre que possível, os alemães preferem métodos terapêuticos tradicionais em vez dos remédios comuns

Todo cidadão na Alemanha deve ter um plano de saúde responsável por cobrir parcial ou completamente suas despesas médicas. A propósito, o nome de algumas especialidades médicas no país não segue a lógica tradicional dos radicais latinos ou gregos, de forma que oftalmologista em alemão é “Augenarzt” (“médico dos olhos”), e dentista, “Zahnarzt” (“médico dos dentes”, ambos em tradução livre).

Apesar de a Alemanha ser conhecida por seus produtos farmacêuticos (lá é produzido o maior volume de medicamentos da Europa), muitos alemães continuam a se valer de remédios caseiros e métodos terapêuticos tradicionais, conhecidos há gerações. Dentre eles estão o uso da cebola crua, compressas geladas e cachecóis quentes — um dos mais populares.

As alemãs costumam não exagerar nos cosméticos

As alemãs, de fato, usam os cosméticos com muito cuidado. Mas isso não quer dizer que não se maquiam. Apenas têm o costume de não exagerar, usando uma quantidade mínima de maquiagem. Para elas, o objetivo principal é esconder os pontos fracos e não destacar o rosto com cores fortes. No país, as mulheres preferem uma aparência mais natural. Essa abordagem, inclusive, economiza tempo.

Ir ao cabeleireiro pode ser uma verdadeira experiência

Uma simples ida ao cabeleireiro na Alemanha pode ser uma experiência e tanto para uma turista desavisada. Quando encontram um profissional do seu gosto, as alemãs costumam tornar-se clientes fiéis e fazer de tudo para não perder o seu valioso cabeleireiro.

Os preços dos serviços podem ser bastante elevados no país. Vale a pena salientar que secar e escovar os cabelos são serviços considerados extras e pagos por fora. No mais, apesar do preço mais “salgado”, os funcionários dos salões de beleza geralmente não mantêm conversas enquanto trabalham, o que pode parecer serem antissociais, para uma cliente inexperiente.

Os ricos também compram roupas usadas

No geral, as alemãs dão preferência a trajes práticos e confortáveis. E mesmo os mais ricos não dispensam roupas de segunda mão. Afinal, comprar peças em brechós não significa apenas economizar dinheiro, também é uma forma de cuidar do meio ambiente.

Na Alemanha, calças de cores vivas são bastante usadas no dia a dia. E os alemães também valorizam muito seus trajes nacionais. As Lederhosen, por exemplo, são calças de couro tradicionais, bastante populares, e podem ser curtas ou na altura do joelho. A título de curiosidade, alguns homens afirmam que não se deve usar roupa íntima com uma dessas calças.

Escovas de dente duras são proibidas por lei

Os alemães acreditam que deve-se escovar os dentes, pelo menos, duas vezes por dia. No entanto, muitos não o fazem corretamente. Dentistas no país notam que as pessoas costumam escová-los fazendo movimentos circulares, o que contribui para o desenvolvimento de inflamações na gengiva.

É praticamente impossível encontrar escovas de dente duras no país. Por outro lado, esse artigo de higiene pessoal costuma ser feito com cerdas tão macias que alguém desavisado pode ter a sensação de estar acariciando suavemente os dentes e não os escovando.

Você conseguiria se adaptar ao estilo de vida alemão? O que achou mais diferente da realidade brasileira? Conte para a gente na seção de comentários!

Compartilhar este artigo