Ciência afirma: trolar um ao outro pode fortalecer o relacionamento

É preciso admitir: a maioria das pessoas está em busca do parceiro ou parceira ideal. Porém, pouca gente sabe dizer com firmeza quais características fariam do outro o companheiro perfeito. O lado bom é que a ciência tornou essa tarefa um pouco mais fácil. Pesquisadores descobriram que tipo de atitude faz com que os relacionamentos resistam ao passar do tempo, e isso é algo que todos nós devemos saber.

O Incrível.club não vê a hora de compartilhar essa descoberta com você, leitor. Confira este post até o fim, pois ele traz informações muito importantes para a saúde de uma relação. E ainda preparamos um bônus especial para você. Confira!

Os pesquisadores afirmam que os casais que brincam provocando um ao outro têm um relacionamento mais sólido. Eles chegaram a essa conclusão após a realização de 39 estudos que envolveram mais de 15 mil pessoas e duraram mais de 30 anos. Mas há duas coisas principais que você deve ter em mente para evitar que seu relacionamento sofra com erros na comunicação.

O senso de humor pode ser útil em várias situações, e com os relacionamentos isso não é diferente. Porém, o mais importante é encontrar um estilo de humor que faça ambos rirem. O professor Jeffrey Hall, da Universidade do Kansas (EUA), um dos pesquisadores, afirmou que o senso de humor é um conceito muito amplo. Assim, quando ambos têm uma compreensão similar do que é engraçado, o namoro ou casamento só sai ganhando. Tudo graças às risadas.

Hahaha, é brincadeira

Acredita-se que o humor dá vida a qualquer relacionamento, garantindo boas doses de alegria e aliviando o peso dos problemas. Mas às vezes as pessoas podem ir longe demais e fazer piadas com o parceiro exagerando no sarcasmo e na acidez. “Ter um senso de humor agressivo é um péssimo sinal para o relacionamento”, afirmou Hall.

Bônus: Como é conviver com uma pessoa engraçada?

“Sempre carrego no bolso um papel dizendo ’a culpa é do John, caso eu seja assassinada, porque não quero que ele volte a casar”

Casei por amor,

Mas o óbvio benefício de ter alguém por perto para encontrar meus óculos não pode ser ignorado.

“Vendo o marido dormir”
Eu: “Eu o amo tanto, ele é tudo para mim”
“Marido ronca”
Eu: “Não posso mais viver assim”

Esposa: *cortando meu cabelo* Como você vai querer dessa vez?
Eu: me faça ficar bonito.
Esposa: não faço milagres.

Você concorda com os resultados dessa pesquisa? Seu relacionamento também prioriza as brincadeiras mútuas e o bom humor? Deixe um comentário contando sua história!

Compartilhar este artigo