Incrível
Incrível

5 Coisas sutis que podem prejudicar nosso relacionamento sem que nos demos conta

Amor tem a ver com as pequenas coisas: bilhetinhos de bom dia, beijos antes de dormir, lembranças e surpresas agradáveis. Mais do que isso, o amor tem a ver com as atitudes tomadas. No dia a dia, podemos agir de uma forma que acaba ferindo nosso parceiro — muitas vezes nem sequer percebemos que isso aconteceu.

Nós, do Incrível.club, acreditamos que quando tentamos ser a melhor versão de nós mesmos e nos abrimos para a pessoa amada fica muito mais fácil ter uma vida a dois satisfatória. Para entender melhor a respeito de erros capazes de colocar obstáculos rumo à felicidade no relacionamento, continue lendo!

1. Esquecer de reservar tempo para os amigos

Uma pessoa começa a namorar e simplesmente desaparece do convívio dos amigos — isso parece familiar? Infelizmente, situações assim acontecem com frequência. Em tais casos, é preciso lembrar sempre que, mesmo estando em um relacionamento amoroso, é crucial manter o contato com os amigos. Afinal de contas, sabemos o quanto estar cercado por eles é importante para o bem-estar.

2. Usar sempre estas quatro palavras ao conversar com o parceiro

Você sabia que, segundo os especialistas, determinadas palavras devem ser evitadas na vida a dois? Pois é, apesar de a comunicação ser de extrema relevância nos relacionamentos, é melhor não dizer certos termos. Estamos falando das seguintes palavras:

  1. “Deveria”: a palavra exprime sensação de frustração diante de alguma atitude do parceiro.
  2. “Sempre” (em frases como: “Você sempre faz isso”): o termo faz o outro pensar que nunca pode errar. E por falar na palavra “nunca...”
  3. “Nunca”: essa palavra mostra que você está na defensiva.
  4. “Mas” (em frases como: “Sim, eu errei naquela hora, mas...”): dizer a palavra “mas” em situações assim faz seu parceiro achar que todos os seus argumentos foram em vão.

Você tem o hábito de usar alguma dessas palavras? Se a resposta for afirmativa, talvez seja uma boa ideia pensar em alternativas melhores para se comunicar com sua cara-metade.

3. Voltar as atenções ao sacrifício feito pelo outro, em vez de agradecer

Suponhamos que você foi a um encontro romântico e ganhou um belo buquê de rosas. Como responderia a tal gesto? Muita gente diria algo como: “Obrigada! Não precisava ter se incomodado!” Mas será que essa é a melhor forma de se expressar?

Um estudo descobriu que, ao agradecer por um presente recebido ou por um favor feito por alguém, o ideal é demonstrar sentimentos positivos pela ação em si, sem voltar as atenções ao custo daquela atitude. Assim, o melhor jeito de agradecer pelas flores seria dizendo algo no estilo: “Obrigada, elas são lindas! Adoro quando você faz com que eu me sinta especial!” Viu a diferença?

4. Ir dormir em horários diferentes

Você fica acordada até tarde enquanto seu parceiro dorme cedo? Em situações assim, o relacionamento pode estar, silenciosamente, indo para o brejo. Ao mesmo tempo em que um estudo demonstrou que as mulheres preferem ir para a cama no mesmo horário que os parceiros, a realidade é bem diferente na prática. Descobriu-se que 75% dos casais vão dormir em horários diferentes pelos mais variados motivos, desde obrigações profissionais ao desejo de ver TV ou navegar na Internet.

Para ter uma melhor conexão com seu ente querido, considere passar a ir para a cama no mesmo momento que ele. Os resultados positivos tendem a não demorar para aparecer.

5. Esquecer dos beijos de boa noite

O dia a dia na sociedade atual exige trabalho árduo, atenção às mensagens profissionais que exigem resposta, tarefas cotidianas, deveres domésticos e a obrigação de lidar com o orçamento da família. Assim, por melhores que sejam as intenções do casal, a vida a dois pode acabar sendo engolida pela rotina. Às vezes, deixamos de prestar atenção no outro e nos esquecemos das pequenas coisas que fazem o amor valer a pena.

E para manter os laços fortalecidos e evitar o distanciamento do parceiro, é sempre bom trocar beijos de boa noite.

Bônus 1: não expressar o amor de um jeito que o outro possa entender

Você já teve a sensação de não ser “amado o suficiente”, mesmo estando em um relacionamento saudável? O motivo para isso pode estar no fato de que o amor é percebido de formas diferentes por pessoas diferentes. É justamente isso que o livro As 5 Linguagens do Amor, de Gary Chapman, nos diz. Segundo o autor, as cinco maneiras de sentir o amor são por:

  1. Palavras positivas: a intenção pode ser reafirmar e verbalizar coisas positivas, dizendo frases como: “Você está especialmente bonito hoje”.
  2. Tempo a dois: planeje atividades para fazer com o parceiro, seja uma viagem ou um passeio agradável.
  3. Contato físico: fazer gestos físicos de carinho, como segurar as mãos, abraçar e ter momentos de intimidade.
  4. Atos de entrega: faça algo que seja útil para sua cara-metade. Pode ser preparar o jantar, lidar com determinado problema ou oferecer apoio para que a pessoa possa relaxar.
  5. Recebendo presentes: aposte em coisas que lembrem a importância do amor. E tanto faz se são flores, bombons ou aparelhos eletrônicos, por exemplo.

Chapman explica ainda que cada pessoa tem sua própria linguagem primária do amor. Não conhecer qual é a do parceiro pode virar uma barreira de comunicação capaz de gerar conflitos. Em casos assim, é como se cada pessoa estivesse escrevendo uma história diferente. Assim, compreender ou conversar sobre as necessidades do outro quando o assunto é o amor tende a causar impactos significativos na vida a dois.

Bônus 2: não se desculpar da maneira correta

Vamos supor que você deu uma baita mancada e está devendo um pedido de desculpas ao seu parceiro. Novamente, cada indivíduo enxerga situações dessa natureza à sua maneira, segundo afirmam Gary Chapman e Jennifer Thomas no livro As 5 Linguagens do Amor. Confira a seguir uma lista com cinco formas pelas quais o seu companheiro pode estar esperando por um pedido de desculpas após uma experiência desagradável:

  1. Expressando arrependimento: deixe claro que você não está se sentindo bem. Recorra a frases como: “Sinto muito por ter feito você sofrer”.
  2. Assuma a responsabilidade: entenda que estava errado e diga: “Aquilo foi um erro que eu cometi”.
  3. Tente compensar: ao reafirmar que cometeu um equívoco, mostre-se disposto a compensar. Voltar para casa com um presente ou flores é um bom exemplo.
  4. Arrependa-se de verdade: diga que sente muito e que aquela situação não voltará a se repetir. Aposte em frases como: “Desculpe o que causei, isso não acontecerá de novo”.
  5. Peça perdão: aqui, o importante é perguntar se o outro está disposto a perdoar. Questione: “Você me desculpa pelo que fiz?”

Você já tinha parado para pensar nas expectativas que seu parceiro pode ter ao seu respeito? Nessas horas, conversar sobre o que um espera do outro cria um canal muito útil de comunicação, contribuindo para uma vida romântica muito mais saudável.

Em sua opinião, quais os erros mais comuns presentes em seu relacionamento? De todos, qual o mais prejudicial? Conhece outras maneiras de deixar a vida a dois mais fácil e descomplicada? Comente!

Compartilhar este artigo