Incrível
Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

9 Assuntos privados que é melhor evitar discutir com a nossa família

7-7-
515

Mesmo que seus familiares sejam as pessoas com quem você tem mais intimidade, isso não significa que sempre deva discutir qualquer assunto com eles. Algumas questões podem parecer bastante inocentes, mas, dependendo da abordagem, podem causar grandes discussões e até rompimentos. É por isso que, às vezes, é importante traçar um limite e não compartilhar certos detalhes de sua vida.

Incrível.club quer falar sobre a importância de cuidar das nossas próprias emoções e ter cuidado com os sentimentos das pessoas próximas. E embora existam alguns temas que é melhor evitar, não significa que devamos nos fechar para nossa família. Sendo assim, cuidado ao falar sobre:

1. Seus planos futuros

Quando compartilhamos nossos objetivos com pessoas próximas, isso pode enganar nossos cérebros, de modo que passamos a acreditar que já alcançamos esses objetivos. Isso nos leva a colocar menos esforço no que queremos fazer, tornando as coisas mais difíceis para nós. Contar para sua família sobre os seus planos para o futuro não costuma “causar danos”, mas é melhor evitar mencionar cada detalhe.

2. Problemas em seu relacionamento

Deixar sua família saber das suas pequenas adversidades geralmente não é um problema. Mas quando você entra em detalhes, revelando todas as coisas negativas que pensa e sente por seu parceiro ou parceira, pode haver problemas. Os membros da sua família não possuem os mesmos vínculos que você possui com seu parceiro. Portanto, mais tarde, quando tudo estiver bem entre vocês, podem continuar nutrindo um rancor contra essa pessoa. Eles também podem ficar preocupados com você e continuar a suspeitar do outro.

3. O quanto você ganha e como estão as suas finanças

Não há problema em revelar, de forma genérica, seus ganhos a seus familiares mais próximos. Mas sua família não precisa saber seus rendimentos em detalhes, centavo por centavo. Também não é recomendável ser totalmente transparente em relação a eventuais problemas com as finanças pessoais. Assuntos delicados, como dinheiro, podem deixar seus familiares preocupados e fazer com que deem conselhos desnecessários sobre como administrar seus recursos.

4. Segredos sobre você e outras pessoas

Fofocar pode parecer uma atividade inofensiva para muitas pessoas, especialmente se contamos algo para os nossos familiares próximos. Mas não importa o quanto você confie neles, sempre há uma chance de passarem essas informações para outras pessoas. Isso, por sua vez, pode ter um efeito negativo sobre você e possivelmente arruinar seu relacionamento com seus amigos e familiares.

5. Planos sobre ter filhos

Seus pais podem querer ter netos e perguntar constantemente sobre quando pretende engravidar. Mas lembre-se, você é quem vai fazer a escolha, quando chegar a hora certa. Para evitar mal-entendidos ou até mesmo discussões, às vezes é melhor evitar esse tema ou ao menos garantir que não tenham acesso a muitas informações a respeito.

6. Discutir sobre problemas do passado

Trazer à tona discussões que você teve com seus familiares no passado geralmente é uma péssima ideia. Sobretudo quando esse tipo de situação faz com que você reviva certos episódios e a dor que sentiu com eles. Falar sobre o assunto novamente pode trazer a questão de volta à superfície e causar problemas. Se puder, tente resolver dentro de si mesmo e perdoar. Somente se o problema provocar uma discussão saudável e não agressiva entre você e sua família, adote a estratégia de abordá-lo, mas com cuidado.

7. Revelar suas falhas

Algumas falhas menores podem ser reveladas, mas, quando se trata de faltas graves, pode ser melhor manter as coisas em segredo. Afinal, seus familiares não precisam conhecer todos os seus problemas. Eles podem querer interferir para ajudá-lo, só que, por mais boa vontade que tenham, podem não ser capazes de ajudá-lo — na verdade, não têm a menor obrigação de fazer isso por você. Na maioria dos casos, você pode tentar melhorar seu próprio estado de espírito sem ir atrás da ajuda deles.

8. Suas crenças e as coisas de que gosta

Religião, política e opiniões sobre o mundo, em geral, são temas delicados e, em boa parte das vezes, devem ser evitados, mesmo com familiares. Opiniões e crenças são algo bastante pessoal e ninguém é obrigado a concordar com as suas. Isso pode se transformar em uma grande discussão e até estragar seu relacionamento com aqueles que ama.

9. Sua localização precisa, 24 horas por dia, sete dias por semana

Quando você ainda é criança, é natural que sua mãe acompanhe constantemente seus passos. Mas, quando se torna adulto, não há mais necessidade disso. Se os seus pais são excessivamente protetores e ainda exigem saber onde está todo o tempo, talvez seja a hora de conversar com eles e explicar que precisa de liberdade e espaço pessoal.

Com que frequência você pede conselhos à família? Quais assuntos pessoais que costuma abordar com os parentes mais próximos?

7-7-
515
Compartilhar este artigo