Incrível
Incrível

19 Roupas da rainha Elizabeth que provam que ela sempre teve bom senso ao se vestir

A rainha Elizabeth viveu sua juventude durante a Segunda Guerra Mundial. Por isso, dizem que seu estilo reflete o espírito da nação britânica durante aquele período. Por exemplo, seu vestido de noiva foi de cetim comprado com vale-refeição, o que era comum para as noivas daquela época. Em outros momentos, o guarda-roupa da rainha se tornou mais moderno e sofisticado. Mas, desde o início, a monarca mais famosa do mundo sempre demonstrou bom gosto.

Nós, do Incrível.club, observamos atentamente a evolução do modo de vestir da rainha e, sim, ficamos encantados.

Princesa Elizabeth com sua irmã mais nova, 1933

A foto foi tirada em 1933. A futura rainha da Grã-Bretanha aparece com 7 anos. Meias de criança, mas luvas e bolsa como os adultos, uma pequena fashionista.

Rainha Maria de Teck com sua neta, a então princesa Elizabeth, abril de 1944

Foto tirada na celebração do 18º aniversário da então princesa. Aqui, vemos uma garota com um casaco típico dos anos 40, quando o minimalismo militar estava na moda. As roupas foram costuradas sem detalhes desnecessários para economizar tecido — vale lembrar que a guerra ainda não havia terminado. Por isso, as fashionistas tiveram de abrir mão das mangas bufantes que eram populares nos anos 30. Na princesa, vemos um casaco trespassado que lembra uniforme militar; as lapelas redondas também são uma inovação dos anos 40.

Noivado da princesa com Philip Mountbatten, julho de 1947

A então princesa usava um vestido leve típico dos primeiros anos do pós-guerra. As joias: seu colar preferido com dupla fileira de pérolas, um relógio ou pulseira em sua mão esquerda e um anel em seu dedo anelar. No futuro, a rainha seria frequentemente vista com esse conjunto minimalista de joias. Curiosidade: uma das marcas registradas de Elizabeth sempre foram os calçados fechados. Por muito tempo, ela usou Rayne, a mesma marca de calçados preferidos por sua mãe e sua avó. Na maioria das fotos, os dedos dos pés estão cobertos, mas não aqui.

Algumas palavras sobre o penteado. A julgar pelas fotos de quando era criança, o cabelo da monarca é ligeiramente cacheado. Desde a juventude, ela nunca usou cabelos longos e soltos, como Meghan Markle ou Kate Middleton — só encontramos fotos nas quais aparece com os cabelos cobertos por lenços, chapéus ou presos.

Casamento com o príncipe Philip, 1947

Elizabeth Windsor e o príncipe Philip se casaram em novembro de 1947. Sua união nos difíceis anos do pós-guerra na Europa tornou-se um símbolo de esperança para os países da Comunidade Britânica. Ainda jovem, ela aparece, aqui, vestida com motivos florais do famoso estilista britânico Norman Hartnell. O vestido era bordado com pérolas, fios de prata e cristais. A cauda do vestido se estendia por quase quatro metros.

A então princesa ficou famosa por usar vale-refeição (sim, vale-refeição) para pagar o tecido de seu vestido de noiva porque o país ainda passava por dificuldades após a guerra.

Coroação de Elizabeth II, 1953

Essa roupa também foi criada por Norman Hartnell. O desejo da rainha era o de que o vestido da coroação fosse de cetim, como seu vestido de noiva, com ênfase na elegância real, mas sem ostentação desnecessária.

Elizabeth II com o marido, 1957

Na década de 1950, diferentemente do período da guerra, as mulheres preferiam vestidos mais femininos. Saias longas e mais rodadas e cintura acentuada estavam na moda. Notem que, na foto acima, o traje da rainha dá destaque à cintura e a saia não cobre só o joelho, mas chega até o meio da panturrilha. Com essa roupa, ela visitou a Embaixada Britânica em Paris e até plantou cerejas por lá.

Rainha em uma viagem às Ilhas do Canal

Foto tirada em 1957. A monarca voltou a usar saias mais volumosas, típicas dos anos 50. Mas Elizabeth II não se esqueceu dos eventos noturnos, nos quais era capaz de ofuscar até mesmo as estrelas de Hollywood.

Elizabeth II e a atriz americana Jayne Mansfield no Royal Film Show de Londres, 1957

Na foto, a rainha está usando um vestido de noite justo. As joias da ocasião: diadema, brincos e pulseira. O conjunto é complementado por um jaleco branco.

Elizabeth II na estreia beneficente de Com 007 Só Se Vive 2 Vezes, 1967

Os atores Dick Van Dyke, Diane Cilento e Sean Connery durante o encontro com Elizabeth II. Aqui, a rainha, como em algumas outras fotos tiradas durante as recepções noturnas daqueles anos, pode ser vista de ombros nus. Uma tiara, luvas brancas tradicionais, pulseira de brilhantes e uma bolsa compõem o traje real da vez.

Elizabeth II e o príncipe Edward com um ano de idade, Frogmore, 1965

A rainha veste um terno cinza em padrão xadrez e usa um colar de pérolas e um broche de brilhantes para combinar com o batom vermelho.

A rainha da Grã-Bretanha fala com líderes locais, Gana, 1961

Tour Real pela África. O vestido da foto concentra atenção na região da cintura. A saia é volumosa, mas não tão comprida quanto a que usou durante uma visita a Paris. A cabeça é coberta com um chapéu “de flores” para combinar com o vestido. E, para complementar o look, bolsa, luvas e sapatos brancos. Percebe-se que os lábios são acentuados com batom brilhante.

Look de verão, 1967

Outro look de verão. A rainha veste um conjunto cor de menta com luvas, pérolas e um chapéu de “flores”. A maquiagem enfatiza os lábios novamente.

Elizabeth II em Londres durante o evento beneficente Royal Film Performance, 1975

A rainha literalmente brilhou com esse vestido quando conheceu Barbra Streisand. Para o evento, Elizabeth II escolheu um vestido de noite inusitado com um corte livre e bordados luxuosos. Uma tiara chamada “Kokoshnik russa” adicionou brilho à rainha. A peça pertenceu à esposa de Eduardo VII, a Rainha Alexandra, irmã de Maria Feodorovna, imperatriz russa.

Visita da rainha a Barbados, 1975

Elizabeth II é calorosamente saudada por uma multidão do lado de fora do Edifício do Parlamento em Bridgetown. A rainha aparece em um vestido com estampa de “pepino indiano”, mangas mais soltas e saia plissada. Nos anos 70, os pepinos se tornaram uma espécie de símbolo do movimento hippie e essa estampa estava por toda parte, desde pinturas no Rolls-Royce de John Lennon até gravatas masculinas e vestidos femininos. Tanto que até a rainha adotou o padrão.

Tour pela Austrália,1986

Parece que a rainha adotou as tendências ousadas dos anos 80. A cor do vestido não lembra uma estampa de oncinha? Chama a atenção o lenço amarrado no pescoço, combinando com o tecido do chapéu branco. A propósito, os chapéus da rainha não são apenas uma questão de etiqueta.

“A rainha sabe que precisa se destacar na multidão. Por isso, os chapéus sempre desempenharam um papel importante em seu guarda-roupa. Eles permitem que as pessoas a reconheçam imediatamente.”

Príncipe Charles, Lady Diana e Elizabeth II em março de 1981

As saias com volume estavam fora de moda. A rainha usa colarinho com pontas “afiadas” e a futura princesa Diana também. Esse corte se chama “gola de marinheiro” e foi muito popular na década de 80.

A rainha cumprimenta Margaret Thatcher a bordo do iate real “Grã-Bretanha” em 1989

Atualmente, Elizabeth II usa vestidos de corte reto simples e não a vemos mais com mangas bufantes como na foto. O elegante relógio na mão esquerda é claramente visível.

A rainha visita o Centro de previdência social para idosos, 2018

Se olharmos o guarda-roupa da rainha, podemos perceber que, desde os anos 90, ela aderiu a um estilo: tailleur monocromático ou um casaco longo combinado com um chapéu. As joias de seu figurino: um colar de pérolas e um broche de sua extensa coleção.

A rainha no trajeto para o casamento do Príncipe William e Kate Middleton, 2011

Desde 2002, a designer pessoal e confidente de Sua Majestade é Angela Kelly, filha de um simples estivador de Liverpool. É Angela quem concebe os trajes estilosos que, hoje em dia, vemos na rainha. Uma de suas obras famosas é o traje com que a Elizabeth estava no casamento do príncipe William e de Kate Middleton: um casaco de lã amarelo claro e um vestido apropriado, vistos na foto acima.

E na sua opinião a rainha pode ser chamada de fashionista? Você gosta do estilo de Elizabeth? Conte para nós!

Incrível/Mulher/19 Roupas da rainha Elizabeth que provam que ela sempre teve bom senso ao se vestir
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos