Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Vizinhos que apareceram para nos deixar de cabelos em pé

Assim como nossos pais, não escolhemos nossos vizinhos. Mas, pelo menos, podemos selecionar as histórias mais interessantes de outros usuários, que tiveram a “sorte” de morar ao lado de pessoas bastante interessantes.

Nós, do Incrível.club, ficamos surpresos ao saber que obras intermináveis e festas nos finais de semana não são as inconveniências mais terríveis. Vamos compartilhar abaixo algumas histórias para mostrar do que são capazes alguns vizinhos. Confira!

  • Meu vizinho costumava colocar seus sacos de lixo ao lado da minha porta no corredor e as deixava lá por muito tempo. Esquecia. O cheiro era terrível. Tentei explicar, mas a conversa terminou em “E o problema é de quem?” Decidi, então, dar uma lição nele e passei a colocar meus sacos de lixo ao lado da porta dele. Depois de um tempo, havia um acúmulo tão grande ali que era difícil até para passar. Finalmente ele se tocou. Um dia, quando cheguei do trabalho, o corredor estava limpo. Meu vizinho nunca mais deixou os sacos lá. © tttt4uu / pikabu
  • O pátio do nosso complexo habitacional é bastante amigável e todos os moradores sempre conversam. Por isso, não me surpreendi quando uma mulher começou a puxar assunto comigo. Ela começou dizendo que filho não segurava homem, e era melhor deixar as pessoas serem livres. Eu não entendi, mas concordei com a cabeça. A mulher, então, disse que ela e meu marido estavam apaixonados, e eu precisava parar de chantageá-lo com minha gravidez. O único problema é que eu não sou casada e não estou grávida. Depois descobri que meu vizinho disse que era casado comigo, pois não queria se casar com aquela mulher. © Подслушано / vk
  • Eu tinha um vizinho que sempre jogava o próprio lixo por cima da cerca no meu quintal. Ele fazia isso o tempo todo. Durante o verão, eu encontrava de tudo: pedaços de bonecos de pelúcia, fraldas sujas, etc. Tentei conversar e usar a sensatez, mas não funcionou. Foi aí que comecei a recolher todo o lixo que ele jogava e a atirar de volta no quintal dele. Fizemos isso por todo o tempo que morávamos um ao lado do outro: eu para ele, ele para mim. Era um verdadeiro inferno. © Itellsadstories / reddit

Vizinho dos infernos

  • Meu vizinho sempre tocava música muito alta e, depois que eu batia na parede para ele parar, o barulho só aumentava. Um dia, desci para o playground e comecei a tocar um apito. As crianças ficaram imediatamente interessadas:
    — Tio, posso apitar também?
    — Não, não é para todo mundo. Vamos fazer assim, quem apitar mais alto ganhará o apito.
    O vencedor foi escolhido rapidamente. Por uma coincidência do destino, o menino que ganhou o “prêmio” era o filho do meu vizinho. © Vipman84 / pikabu

  • Ao voltar do mercado, havia um carro de polícia parado no prédio fazendo uma vistoria de substâncias ilegais. Os policiais fizeram algumas perguntas e me liberaram. Quando abri a porta do meu apartamento, meu gato me esperava na entrada, e eu disse: “Me deixa passar. Sim, já comprei sua droga, está aqui!”. A vizinha escutou eu dizer a palavra “droga” e chamou a polícia. O drama começou. Expliquei que me referia à comida do gato, mas revistaram meu apartamento inteiro. Os vizinhos eram novos, tinham se mudado havia menos de 2 semanas. Não imagino que teremos uma boa convivência depois disso. © Catarina0905 / pikabu

  • Nossos vizinhos são muito estranhos. Eles roubam tudo o que é deixado no corredor. Primeiro, colocamos nossa geladeira para lá, pois no dia seguinte a levaríamos até o lixão. Pegaram. Pusemos temporariamente tábuas no corredor para não atrapalhar a obra. Pegaram. E sempre faziam isso de forma sorrateira para ninguém notar. Depois resolvemos nos aproveitar da situação e deixamos nosso lixo dentro de uma sacola bonita. Pegaram novamente. Fizemos isso 3 vezes, mas na 4ª eles perceberam e pararam. © Палата № 6 / vk
  • Uma vizinha tentou me processar em 24 mil dólares porque meu cão rosnou para ela, e isso lhe causou um “desconforto emocional”. © mandolinwars / reddit

“Pago 125 dólares por mês para a vaga 111B no estacionamento. Este engraçadinho é o meu vizinho”

  • Meu vizinho teve uma ideia “brilhante”: usar a máquina de limpar neve para recolher as folhas soltas no quintal. Ele prendeu um saco plástico no tubo de ar e ligou o aparelho. O saco encheu imediatamente e se desprendeu. Com o tubo livre, o ar forte começou a espalhar tudo que estava pela frente, tanto as folhas quanto as pedras pelo caminho. O cara conseguiu quebrar três vidros da própria casa e danificou a lataria do carro. © popesnutsack / reddit
  • O filho da minha vizinha vive doente. Não consigo me lembrar da última vez que o tinha visto saudável. Em um belo dia, quando ia ao trabalho, vi de longe a vizinha sair com o garoto para o quintal, e ele parecia corado, forte e com um semblante alegre. Fiz questão de cumprimentar:
    — Oi! Estou vendo que seu filho está melhorando. Até as bochechas estão rosadas!
    Ela suspirou e disse:
    — Que nada! Isso é só alergia. © Buhalsbomjami / pikabu

“Há um cesto de lixo em todos os andares e também um grande lixão ao lado do prédio. O que mais é preciso para não deixarem as sacolas no elevador?”

  • Depois que nos mudamos para este bairro, nossos vizinhos (um casal) vieram nos cumprimentar e se apresentar. A mulher foi tão simpática que achamos um pouco estranho. Meu marido precisou viajar por conta do trabalho e pediu que eles ficassem de olho em mim caso eu precisasse de ajuda: estava grávida de 6 meses. Certo dia meu irmão mais novo veio me visitar, nos encontramos em um restaurante e, depois, ele me abraçou para se despedir. Nesse momento, vi a minha vizinha pela janela tirando fotos de nós. Bom, ela achou que eu estava traindo meu marido e mandou mensagens para ele dizendo o que tinha acontecido, assim como as fotos da “traição”. Mais tarde, meu marido me ligou e disse que resolveu fingir que estava arrasado com a notícia. Foi hilário, e até hoje ela não me olha mais nos olhos. © Karina Rivera / quora

  • Moro ao lado de um casal bastante sério. Ela trabalha como professora de alguma universidade renomada, e ele com a bolsa de valores. Mas, um dia, testemunhei a seguinte cena: eu e ela chegamos ao mesmo tempo na entrada do prédio e, enquanto eu procurava minhas chaves, a mulher ligou no interfone. O marido atendeu: “Quem é?”, ela respondeu: “Eu”. Novamente ele: “Senha!” A mulher, então, disse em alto e bom som: “Cueca na cabeça!” Nisso, ele respondeu: “Pode entrar”. No fundo, escutei uma voz de criança dizendo “Eba, a mamãe chegou!” © PivBear / pikabu

  • Eu e meu marido criamos apelidos “carinhosos” para cada um dos moradores do nosso andar. Portanto, moramos com a enrolada, o manco, a guerreira, o vacilão e o pedinte. Recentemente, descobri que sou a “cheinha” para eles. © Подслушано / vk

“Cachorros dando ‘bom dia’ para o vizinho”

  • Eu tinha uma vizinha que passava no corredor batendo na porta de todos às 6-7 da manhã e gritando: “Silêncio! Me deixaram acordada a noite inteira”. O problema é que ninguém nunca fazia barulho. © Jessica Kang / quora
  • Eu morava em um edifício de vários andares, e uma das minhas vizinhas era uma mulher que ia de andar em andar, pelo elevador, anotando em seu caderno as “violações” que via. Depois lia as infrações para todos na reunião de condomínio, como, por exemplo, “2:00 da madrugada — apartamento 2203 estava com a porta suja; 5:00 da tarde — dava para ouvir o barulho da TV do apartamento 605”. Um dia, saí do elevador e vi que ela estava gritando com alguém. Corri de volta para o meu apartamento e fiquei em silêncio. Eu tinha medo dela, de verdade. © Onid8870 / reddit

  • Ganhamos novos vizinhos: um casal mais velho e o filho (adulto!) deles. No começo, estava tudo bem. Depois, no entanto, começaram a nos enviar cartinhas com reclamações. Eles se queixavam de como andávamos de carro rápido demais pelo pátio, e também pediram que estacionássemos nosso carro no subsolo para “não atrapalhar a vista deles da janela”. Sempre que os víamos no corredor, fingiam que não nos conheciam e entravam correndo no apartamento. Por fim, o ápice da estupidez. Escreveram na mensagem que nós devíamos andar menos de carro, estacionar longe do prédio e sair de casa com menos frequência para não incomodá-los. © Michelle Steele / quora

“Nossa reação aos vizinhos barulhentos de cima”

  • Uma vez um vizinho me perguntou por que eu trancava a porta quando estava em casa. Em resposta, perguntei como ele sabia disso. Com uma expressão calma e tranquila, ele admitiu que já tentou abrir a porta da minha casa várias vezes para “me cumprimentar”. © ngeli ya geng geng / twitter
  • Meus vizinhos jogaram sopa pela janela. Eles moram no 16º andar, então todas as janelas desde lá até o 1º andar ficaram sujas de sopa, incluindo a minha. Eu tentei falar com eles, mas não quiseram abrir a porta. O porteiro aconselhou chamar a polícia, mas não deu em nada. © aakaloe / pikabu
  • Um novo inquilino, o Marcelo, se mudou para o nosso prédio. Os moradores tiveram as seguintes conversas com ele:
    — Marcelo, não pode fumar nas escadas.
    — Marcelo, poderia abaixar o volume? Quão baixo? Ah, de forma que a cama do meu quarto não vibre.
    — Marcelo, que bagunça é essa na porta? Você esqueceu de jogar o lixo fora? Vou pedir, por favor, que leve as sacolas até o cesto de lixo no final do corredor.
    Quando estava saindo de casa, escutei o Marcelo falar ao telefone:
    — O apartamento é ótimo e a obra também está indo bem. Mas não tive sorte com os vizinhos. © Yanina13 / pikabu

Você tem problema com seus vizinhos ou convive em paz com eles? Comente!