Incrível

12 Fatos de filmes assustadores que realmente aconteceram

2-2-
470k

Às vezes, os fatos da vida real são muito mais impressionantes do que os filmes de sucesso de Hollywood. O mesmo acontece com algumas produções de sucesso: os escritores são inspirados nos eventos que ocorreram na vida real. Quem poderia imaginar que Bubba Sawyer, de O Massacre da Serra Elétrica, é um personagem histórico? Ou que os caçadores de fantasmas vivem entre nós, embora não sejam caras valentes, mas sim um casal conservador?

Incrível.club mostrará hoje as histórias assustadoras que serviram de base para alguns filmes. Você sabia que alguns deles foram inspirados em fatos da vida real?

1. O Exorcismo de Tanacu — A Freira

Fatos verídicos: em 2005, o reitor do mosteiro ortodoxo Tanaku na Romênia, Daniel Petro Corogeanu, assassinou uma jovem freira. Pareceu ao padre que a menina estava possuída pelo demônio, já que às vezes ela se comportava de maneira estranha: ela ria e gritava coisas absurdas. Por isso, juntamente com outros noviços do mosteiro, Corogeanu decidiu fazer um exorcismo, e a garota não sobreviveu. Maricica Irina Cornici, que era o nome da “possuída”, na verdade sofria de esquizofrenia. O padre e seus assessores foram condenados e sentenciados a longas penas de prisão, mas não confessaram sua culpa.

Filme: Romênia,1952. Em uma abadia perdida, ocorre o misterioso desaparecimento de uma freira e o suicídio de outra. O Vaticano envia um padre e um jovem noviço para investigar esse incidente. Mas dentro das paredes do antigo mosteiro aguarda um demônio desperto, com o qual eles devem lidar.

2. O Estripador de Gillesville — Pânico 2

Fatos verídicos: em 1990, os moradores dos Estados Unidos acabaram chocados por uma série de assassinatos brutais. Cinco estudantes foram mortos por um maníaco em uma residência estudantil
na cidade de Gainesville (Florida). Por um tempo, o criminoso permaneceu anônimo, pois era esperto e muito cruel. Porém, um ano depois, a polícia encontrou seu rastro: o assassino sanguinário acabou por ser, como de costume, uma pessoa normal, o garçom Danny Rolling. Ele foi condenado à morte, apesar de sofrer de um distúrbio mental.

Filme: uma jovem e seus colegas da universidade são vítimas de um misterioso maníaco mascarado. O assassino habilmente evita a perseguição da polícia e aterroriza suas vítimas, levando-as ao horror.

3. Assassino carismático — O Silêncio dos Inocentes

Fatos verídicos: Ted Bundy foi apelidado de assassino carismático por fascinar suas vítimas. Um dos maníacos mais “famosos” da história dos Estados Unidos conhecia as meninas em locais públicos, simulando que sofreu uma lesão ou fingindo ser um representante dos serviços públicos.

Bundy foi incrivelmente inteligente: a polícia o prendeu diversas vezes, mas o assassino conseguiu escapar da justiça e cometer novos crimes. Entre as visitas ao tribunal, Bundy ainda conseguiu se casar e ter uma filha. O maníaco adorava dar entrevistas e aproveitava seus “5 minutos de fama”. No entanto, apesar de todos os seus truques, o tribunal condenou-o à morte. Aproximadamente 30 pessoas foram mortas por Ted Bundy.

Filme: um maníaco perturbado sequestra e mata mulheres no Centro-Oeste americano. A investigação é realizada por uma jovem agente do FBI, Clarice Starling. Quando os policiais descobrem que os crimes eram cometidos pela mesma pessoa, eles recorrem à ajuda de um prisioneiro, o serial killer Hannibal Lecter.

Os escritores do filme criaram o retrato coletivo de um supermaníaco, indescritível e extremamente cruel. A primeira cena do filme foi influenciada pelos crimes de Ted Bundy

4. Ed Gein — O Massacre da Serra ElétricaPsicose

Fatos verídicos: Ed Gein é um criminoso infelizmente famoso cuja imagem permaneceu na cultura popular. Seu pai era um sádico e um alcoólatra, sua mãe era opressora e ele tinha um relacionamento doentio com seu irmão: assim foi a infância de Ed. A casa da família Gein tornou-se um lugar de crimes monstruosos. Após a prisão do maníaco, a casa do terror pegou fogo: provavelmente, os moradores locais a incendiaram devido a sua má reputação. Ed Gein não foi condenado à prisão, pois foi declarado que possuía distúrbio mentais. No entanto, ele viveu uma vida longa no hospital psiquiátrico, onde morreu de câncer.

Filme: os crimes de Ed Gein serviram de base para a criação de um grande número de livros e filmes de terror. No thriller de Alfred Hitchcock, Psicose, uma jovem enfrenta um misterioso maníaco. A propósito, o assassino, assim como Gein, teve um relacionamento difícil com sua mãe e mata as meninas, porque tem uma voz em sua cabeça que o manda fazer isso. E em O Massacre da Serra Elétrica, o maníaco solitário vive em uma fazenda remota e deixa toda a vizinhança horrorizada.

5. O transtorno dissociativo de identidade de Billy Milligan — Fragmentado

Fatos verídicos: Billy Milligan é talvez a pessoa mais famosa com transtorno dissociativo. Em sua cabeça, coexistiram 24 indivíduos e eles não eram nada pacíficos. As pessoas que viviam na cabeça dele o forçavam a cometer vários atos violência e roubos, além de abuso de drogas.

A infância de Milligan foi muito difícil: seu padrasto o maltratou, fazendo com que sua personalidade se separasse. O criminoso foi julgado duas vezes, mas no final foi declarado insano e preso em um hospital psiquiátrico, onde passou 10 anos. Apesar do tratamento, Billy não conseguia controlar seu alter ego e nunca poderia se tornar uma pessoa “única”.

Filme: três meninas são sequestradas em plena luz do dia no estacionamento de um café. Depois de um tempo, elas recuperam seus sentidos e se veem em uma sala fechada, onde encontram personalidades diferentes da mesma pessoa. O criminoso, como se nada tivesse acontecido, vai ao trabalho, visita o psiquiatra e prepara as meninas para o encontro com sua mais terrível personalidade: a Besta.

6. A história de Tami Ashcraft — Vidas à Deriva

Fatos verídicos: a marinheira de 23 anos, Tami Ashcraft, e seu noivo Richard Sharpe saíram em um passeio de barco para ilhas paradisíacas no Oceano Pacífico. A viagem do casal revelou-se uma verdadeira catástrofe: enfrentaram um furacão tropical e tentaram desesperadamente manejar o iate entre as ondas de 12 metros. A linda história de amor terminou de forma muito trágica: o noivo de Tami foi jogado do convés por uma onda. No entanto, a garota, apesar de um grave ferimento na cabeça e de ter apenas um sextante e um relógio de navegação à sua disposição, conseguiu chegar em terra firma. A luta por sua vida durou 41 dias.

Filme: o encontro no Taiti para Tami e Richard foi o começo de uma história romântica. Claro, a viagem no iate de luxo através das águas quentes prometia muitas impressões inesquecíveis. Mas o casal teve que enfrentar uma grande tempestade, agindo com toda a força de seu ser e resistindo para sobreviver.

7. Oliver Sachs — Tempo de Despertar

Fatos verídicos: Oliver Sacks é um proeminente neurologista, um talentoso escritor e popularizador da medicina. Tempo de Despertar é um romance autobiográfico no qual o médico descreve curiosidades de sua prática. Ele tratou pacientes graves que sofriam as consequências da encefalite letárgica. As pessoas que sobreviveram à infecção perderam a capacidade de se mover e falar e caíram em estupor catatônico. Sachs, por conta própria, administrou o medicamento experimental chamado L-DOPA. Depois disso, sua condição melhorou quase instantaneamente.

Filme: Sendo um jovem tímido, o Dr. Malcolm Sayer começa a trabalhar no hospital, onde estão sendo admitidas vítimas de uma terrível epidemia de encefalite letárgica. Alguns pacientes foram imobilizados por muitas décadas e não eram capazes de se comunicar com o mundo exterior. Sayer tenta entender as causas da doença e seleciona Leonardo para tratamento (interpretado por Robert De Niro), que estava paralisado há 30 anos. O despertar do primeiro paciente inspira o médico e fornece o medicamento experimental para o restante das vítimas.

8. Bernie Tiede — Bernie: Quase um Anjo

Fatos verídicos: Bernie Tiede, originalmente da cidade de Cartago, no Texas, era simplesmente um homem muito gentil que gostava de popularidade entre os moradores locais, especialmente entre as senhoras mais velhas. Ele trabalhava como agente funerário e estava sempre disposto a ajudar pessoas que passavam por um momento ruim. O protagonista desta história conheceu a rica (e bem mais velha) viúva Marjorie Nugent no funeral de seu marido. A mulher tinha uma má reputação na cidade, principalmente por causa de seu mau humor. A relação da viúva e do agente funerário desenvolveu-se rapidamente, e Marjorie até fez um testamento a favor dele.

Logo, Marjorie Nugent desapareceu. Aconteceu que Bernie Tiede atirou em sua “benfeitora”. No julgamento, o assassino alegou que a viúva o havia maltratado: fazia escândalos e perseguia obsessivamente todos os seus movimentos. No entanto, o júri não levou em conta essas circunstâncias e condenou Bernie à prisão perpétua.

Filme: o vice-diretor de uma funerária do Texas estabelece uma relação de amizade íntima com uma viúva idosa. Mas logo, devido ao mau humor da senhora, o homem se encontra em apuros e é forçado a tomar medidas extremas.

9. O maníaco que escrevia cartas — Zodíaco

Fatos verídicos: o assassino apelidado de Zodíaco é talvez o criminoso mais famoso dos Estados Unidos. Primeiro, porque ele ainda não foi capturado. O maníaco cometeu assassinatos no final da década de 1960, matando 12 pessoas.

Mas vale a pena notar uma particularidade do caso do Zodíaco: ele enviou cartas debochadas aos jornais locais. Nelas, o criminoso confessou os assassinatos, revelou os detalhes dos crimes e zombou da polícia. Além disso, realizou criptogramas onde, supostamente, codificava suas informações pessoais. A maior parte da criptografia ainda não foi decodificada. As autoridades suspeitavam que o zodíaco poderia ser um militar ou um policial: ele conhecia muito bem a técnica de realizar a investigação e evitava facilmente as armadilhas dos detetives.

Filme: um maníaco sanguinário aterroriza San Francisco e seus arredores por 25 anos. Então desaparece e reaparece. A polícia até começa a duvidar que por trás dos crimes esteja a mesma pessoa. Mas o assassino, que se autodenomina como Zodíaco, envia cartas para mostrar que ainda não desistiu.

10. Cultos satânicos — Regressão

Fatos verídicos: o tema da violência para rituais foi objeto de debates calorosos no final dos anos 80. E não é para menos: os rituais satânicos com muita parafernália misteriosa atraíram a atenção do público enquanto os seguidores de seitas realizavam rituais sangrentos, nos quais até as crianças participavam com frequência.

Filme: o caso da jovem Angela Grey chamou a atenção do detetive Bruce Kinner. Como resultado do trabalho com o psicólogo, descobriu-se que o pai da menina realizava rituais satânicos quando ela era bebê. O detetive se vê envolvido em uma história oculta, que vai além dos limites do bem e do mal.

11. Investigadores de fenômenos paranormais Ed e Lorraine Warren — Invocação do Mal

Fatos verídicos: em janeiro de 1971, a família Perron mudou-se para uma nova casa, onde eventos inexplicáveis começaram a ocorrer. Havia chiados na cozinha, alguém jogava lixo logo após a limpeza e era simplesmente impossível dormir à noite: a casa parecia suspirar. O casal conclui que a residência estava assombrada por um fantasma.

A família procurou os famosos caçadores de fantasmas Ed e Lorraine Warren. O casal era conhecido como investigador de fenômenos paranormais e descobriu que a casa estava no poder de um espírito maligno; eles tentaram expulsá-lo, mas sem sucesso. Então, a família Perron viveu no lar amaldiçoado por mais 10 anos, até que eles pudessem se mudar para outro local.

Filme: os pesquisadores dos fenômenos paranormais enfrentam o desafio mais difícil de toda a sua vida. A casa em que vive uma família com cinco filhos é invadida por forças demoníacas e os protagonistas têm de lutar contra elas.

12. A história de Pauline Parker e Juliet Hulme — Almas Gêmeas

Fatos verídicos: as adolescentes Pauline Parker e Juliet Hulme se tornaram amigas na escola de garotas de Christchurch, na Nova Zelândia. Muito em breve a amizade delas se tornou um relacionamento muito íntimo: as garotas gostavam de fantasia, tentavam escrever livros e se entendiam perfeitamente. A história aconteceu em 1954, quando a amizade íntima das meninas provocou uma reação negativa dos vizinhos e especialmente de seus pais, que tinham certeza de que a amizade entre as colegas de classe havia se tornado outra coisa.

Os pais de Juliet decidiram levar a adolescente para a África do Sul para romper o relacionamento doentio. Pauline estava disposta a seguir sua amiga para o outro lado do mundo, mas sua mãe, é claro, era totalmente contra. Então, as meninas desenvolveram um plano macabro que consistia em matar a mãe.

Finalmente, o plano monstruoso foi executado, mas as criminosas foram capturadas muito rapidamente. As amigas foram condenadas a 5 anos de prisão porque naquela época não haviam atingido a maioridade. Depois da prisão, elas cortaram relações e deixaram o país. Juliet conseguiu
se tornar uma escritora famosa e é autora de histórias de detetive, trabalhando sob o pseudônimo de Anne Perry.

Filme: a linda Julieta chega a uma pequena cidade na Nova Zelândia, onde conhece Pauline, e as garotas se tornam amigas. Após um tempo, a amizade entre elas se torna amor. Os pais das meninas tentam separá-las, mas as amigas decidem bolar um plano maligno para obter vingança.

2-2-
470k