Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Sou cabeleireira e vou contar o que estamos fazendo de errado nos cuidados com os cabelos

3-4-
16k

Vera trabalha na indústria da beleza há mais de seis anos. Ela é o tipo de profissional que não apenas corta cabelo, mas também dá dicas úteis para melhorar a aparência e a saúde das madeixas e, por isso, decidiu compartilhar seus conhecimentos e segredos no seu blog Diário de uma cabeleireira.

Enquanto escrevíamos este post, nós, da equipe do Incrível.club, notamos que está na hora de rever algumas das “regras” de cuidados capilares. No final do post, vamos compartilhar a história de uma garota que precisou da ajuda de Vera para corrigir um erro cometido pelo salão. Acompanhe!

Com que frequência devemos lavar o cabelo

Eu mesma lavo a cabeça todos os dias. Já testei todo tipo de shampoo, buscando manter o efeito por mais tempo, mas no segundo dia já precisava prendê-lo num rabo de cavalo ou usar algum shampoo seco — que não é muito aconselhado para usar no couro cabeludo.

Muitos pensam que se lavarmos a cabeça diariamente, ela ficará suja mais rapidamente. A verdade é que a pele da cabeça e os fios sofrem mais por conta da sujeira acumulada do que da lavagem frequente. Sebo, sujeira, poeira — depois que se acumulam — fecham os poros e, por isso, bloqueiam a absorção de nutrientes nos cabelos.

Para raízes oleosas, é aconselhável usar shampoo de limpeza profunda uma vez por mês. Aliás, shampoos masculinos são bastante apropriados para isso.

Por que o cabelo cai mais durante a primavera e o outono

Primeira coisa: o corte não vai ajudar (várias vezes clientes me disseram que queriam aparar as pontas, pois achavam que o cabelo estava caindo pela força da gravidade). Como regra geral, a queda é perfeitamente normal dependendo da temporada. Nosso objetivo não é piorar a situação, mas sim tentar reduzir os danos com os devidos cuidados.

  • Melhorar a alimentação e compensar a carência de vitaminas.
  • Evitar fazer máscaras de aquecimento (pimenta, mostarda). Tais procedimentos causam irritação. Ou seja, só pioram.
  • Fortalecer as raízes com a ajuda de tônicos especiais, óleos e ampolas contra a queda (consulte um tricologista). Shampoos para queda de cabelo são, em sua maioria, ineficazes, pois não penetram na pele e, portanto, não afetam as raízes.
  • Fazer massagem na cabeça e no pescoço. Estimula a circulação nas áreas mencionadas, promovendo assim o crescimento capilar.
  • Fazer um procedimento de fisioterapia com o aparelho D’Arsonval em algum salão de beleza ou com um tricologista.

Henê e Basma são o pesadelo de qualquer cabeleireiro

Qual é o grande problema com henê e basma? A resposta é simples: após clareamento, descoloração ou tingimento, começa a aparecer nos cabelos tonalidades esverdeadas, alaranjadas e azuladas por conta do uso frequente. E, muitas vezes, não é possível corrigi-las.

Ainda assim, muitas mulheres usam tais produtos. Por quê? Porque são baratos, naturais e “tratam” os cabelos. Infelizmente, muitas não pensam nas consequências a longo prazo. Até mesmo a henê incolor solta a cutícula dos fios, deixando-os mais porosos. Ou seja, visualmente parecerão mais volumosos e, por isso, há a impressão de que as madeixas ficaram mais fortes e grossas, mas isso é um grave engano.

Cabeleireiros podem remover pigmentos vegetais dos cabelos, mas isso é um trabalho penoso e demorado. Primeiro, é preciso lavar com álcool 70%. Depois, passar óleo e esperar 30 minutos. Por último, deve-se lavar novamente com shampoo de limpeza profunda. O procedimento deve ser repetido até que a água do enxágue se torne transparente. Mas isso não é tudo: o profissional terá um longo caminho a percorrer para clarear os cabelos e neutralizar os tons anteriores.

Por que os cabelos embaraçam

Pode ser devido tanto a cuidados impróprios como aos maus hábitos. Eu, por exemplo, tenho a mania de enrolar meus cabelos nos dedos. Por conta disso, criam-se nós e pontas duplas.

O principal motivo do embaraçamento é o ressecamento. O cabelo é composto por uma medula (camada mais profunda), córtex (camada mediana) e cutícula (camada exterior), que parece com uma telha. Quando a camada mais superficial resseca, as abas se abrem e se entrelaçam umas nas outras, formando os nós. Para evitar isso, basta fazer o uso de máscaras hidratantes com mais frequência e usar sprays corretamente: logo após o banho, nos cabelos úmidos, e nos cabelos secos durante o dia.

Fios finos são mais propensos a embaraçar. Pessoas com esse tipo de cabelo precisam ter muito mais cuidado na escolha do shampoo: ele deve ser capaz de limpar delicadamente sem ressecar. O melhor é optar por produtos com os seguintes componentes: sodium cocoyl isethionate, sodium lauroyl methyl isethionate, сocamidopropyl Betaine, lauryl glucosid e decyl glucoside.⠀

Vale a pena fazer Botox?

Muitas vezes, o botox capilar é confundido com o tratamento de queratina, mas são procedimentos bem diferentes. A função do botox é “restaurar” a saúde dos fios. Por que uso aspas? Porque não é uma ação definitiva. É possível recuperar áreas danificadas dentro do cabelo temporariamente, melhorar a aparência como um todo e amenizar o embaraçamento.

Se o profissional fizer o botox quente, há altas chances de ele ou ela queimar o seu cabelo. Por isso, cuidado. Alguns cabeleireiros decidem usar a mesma temperatura da chapinha tanto em cabelos naturais, como em fios tingidos e frágeis.

Além do mais, o botox dura aproximadamente um mês. Com sorte, até dois. Depois, no entanto, os cabelos voltarão ao estado natural e será necessário correr de volta para o salão. Aliás, o preço desse procedimento varia de 100 a 400 reais. Com essa quantia, você pode comprar muitos produtos capilares de qualidade para deixar suas madeixas sempre em bom estado.

Como a água pode afetar o cabelo e o couro cabeludo

Será que não há calcário na água que sai da sua torneira? Isso está relacionado com a dureza da água. Muitas vezes pode passar despercebido ao olho, mas esse mineral pode acabar alojado também no seu cabelo. Os sais de cálcio e magnésio se acumulam aos poucos e os fios podem ir se tornando cada vez mais sem vida e quebradiços. Ao mesmo tempo, o couro cabeludo ressecado pode promover o aparecimento de caspa e aumentar os riscos de eczemas.

Água dura (com níveis elevados de minerais) é prejudicial para cabelos tingidos, pois ela ajuda a remover a tinta mais rapidamente, e até mesmo os loiros acinzentados podem se tornar amarelados em pouco tempo. A presença de sais na cabeça pode, ainda, ser um obstáculo para tingimentos, clareamentos e para a obtenção de tons frios.

Como resolver o problema:

  • Instalar um filtro na ducha do chuveiro ou na torneira.
  • Lavar a cabeça com água quente.
  • Usar condicionadores nutritivos e hidratantes, assim como máscaras.

Por que seu shampoo é prejudicial e como trocá-lo por outro mais benéfico

Muitos — ao comprar algum shampoo — prestam atenção no quão “natural” é a composição do produto, mas poucos sabem o que é SLS (Sodium Lauryl Salfate — lauril sulfato de sódio). O uso frequente de sulfatos pode causar irritação, ressecamento, feridas, reações alérgicas e queda de cabelo. Essas substâncias deixam nossas lindas madeixas enfraquecidas, pois não só removem a camada de sujeira, como também a barreira natural protetora da pele.

Minhas clientes sempre dizem: “Uso apenas shampoos com sulfatos e não consigo usar outros, pois começo a ter caspas e coceira”. Isso é porque o seu couro cabeludo já acostumou com as substâncias nocivas, infelizmente. Use um shampoo de limpeza profunda, escolha um novo produto (sem sulfatos) e aguente esses inconvenientes por um tempo. Depois tudo ficará melhor.

Aqui estão alguns componentes que não danificarão seus cabelos:

  • Lauryl glucoside (produto do açúcar de coco);
  • Decyl Glucoside (do amido de milho e óleo de coco);
  • Sodium Lauryl Sulfoacetate (do óleo de coco);
  • Sucrose LaurateSodium Lauroyl Sarcosinate.

Por que é ruim dormir de cabelo molhado

Nunca, em nenhuma circunstância, vá dormir com o cabelo molhado. Mesmo se o cansaço já tiver batido, seque-os pelo menos um pouco. Caso contrário, você não conseguirá fazer um bom penteado pela manhã nem criar volume na raiz. Se, durante o sono, os cabelos tomarem uma determinada posição ou achatarem, será extremamente difícil reverter a situação.

Se eu não secar a cabeça antes de dormir, é certo: vou acordar com coceira no dia seguinte! Cabelos úmidos são o ambiente ideal para bactérias e microrganismos. As consequências? Caspas, descamação da pele e muitas outras inconveniências.

Depois do enxágue, seque o cabelo com cuidado — não esfregue com força. Molhados, eles são muito sensíveis para isso. O melhor é começar com o secador no ar frio: menos prejudicial. Se estiver com pressa ou sem paciência, use um spray de secagem rápida.

Vou revelar os mitos sobre a alopécia masculina

O tema sobre homens carecas é recorrente. Muitos gostam do visual. Outros, evitam. Quero falar sobre alguns dos mitos sobre a calvície e, talvez, ajudar a elevar a autoestima de alguém.

  • Mito № 1: A calvície pode ser curada com cremes, pomadas e produtos naturais. Há apenas alguns produtos realmente eficientes, mas são normalmente prescritos por um médico. Esses medicamentos não fazem o cabelo crescer, apenas bloqueiam a queda.
  • Mito № 2: Transplantes capilares certamente irão ajudar. Não há garantias de que esses cabelos ficarão na sua cabeça para o resto da vida. Há, ainda, chances de caírem depois de um tempo.
  • Mito № 3: Não é preciso ter cuidado com penteados nem cortar. Geralmente, homens carecas raspam a cabeça a cada 5-7 dias. Já aqueles que têm a cabeça bem lisinha, raspam a cada três dias ou fazem depilação a laser. Além disso, é necessário usar diversos produtos para evitar o ressecamento da pele.

E agora, o mais importante: as vantagens da calvície. Cabeças carecas fazem os homens parecerem mais fortes e robustos. Por isso, muitos fisiculturistas raspam a cabeça para competições ou deixam o corte bem curto. Como cabeleireira, posso afirmar o seguinte: sempre achei homens carecas muito estilosos, além de que eles gastam menos tempo (e dinheiro) com cortes e penteados.

Bônus: como salvei os cabelos de uma cliente após ela ter ido ao salão de beleza (história pessoal)

Minha vizinha me telefonou e — aos prantos — pediu para eu consertar o tingimento que ela havia feito no salão. Peguei todos os meus instrumentos capilares “mágicos” e fui à casa dela correndo. Ela me contou que pediu para fazer uma coloração em um salão de beleza desconhecido. Fiquei até sem reação quando vi o que tinham feito com os cabelos dela: a zona da raiz estava mais clara, depois se via tons ruivos no meio e pontas escuras.

Confesso que não gosto muito de trabalhar na casa dos outros: não sei onde colocar meus materiais e produtos, não é muito confortável para lavar a cabeça ou aplicar tintas etc. Mas eu já estava lá. Comecei, então, limpando as manchas. Depois, tonalizei na cor natural e corrigi as pontas. Ainda há muito trabalho a ser feito, mas agora não há uma discrepância de cores tão grande quanto antes. Em outras palavras, ela pode sair na rua. E o mais importante é que ela ficou feliz e gostou do resultado.

Como você cuida das suas madeixas? Tem alguma receita de beleza já testada? Compartilhe!

3-4-
16k