Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Pessoas que ficaram chocadas com a astúcia e o senso de humor de seus animais de estimação

Quem diz que só os humanos possuem inteligência nunca teve um animal de estimação. Cachorros, gatos, furões e até peixes podem agir de forma a deixar qualquer um de boca aberta. Sem contar que muitos desses animais deveriam receber o Prêmio Nobel por algumas de suas atitudes engenhosas e até heroicas.

Nós, do Incrível.club, adoramos as proezas divertidas que nossos pets aprontam de vez em quando. Por isso, decidimos compartilhar com você as histórias abaixo. Confira!

  • Minha gata não gosta do aspirador de pó robô. Ela sempre o observava e percebeu que o aparelho parava de funcionar se algo caísse em cima dele. Agora, pega bonecos e ursinhos somente para jogar em cima do robô até que ele pare de andar e fazer barulho pelo apartamento. © Shapoklajk Lenusik / Facebook
  • Tinha um furão chamado Caramelo. Ele adorava entrar na banheira, mas não gostava de nadar. Queria apenas sentir a água nas patinhas. O esquema era o seguinte: ele entrava na banheira e ligava a água para brincar. No entanto, quando o nível subia demais, o espertinho tirava a tampa do ralo para a água escorrer um pouco. Depois, repetia o processo. © Лариса Врадий / Facebook
  • Luffy era uma mistura de border collie com golden retriever. Passeávamos no parque quando, de repente, ele se soltou da coleira e correu para resgatar um menino de uns dois anos que estava prestes a cair no lago. A mãe do menino parecia estar ocupada demais com outras coisas. © Neal Murthy / Quora

O herói Luffy

  • Temos de manter nossa geladeira fechada com cadeado, caso contrário, os gatos conseguem abrir. No dia seguinte após comprarmos uma geladeira nova, encontramos pedaços de frango e vegetais jogados pelo chão da cozinha. Estava claro, os gatos haviam feito a festa. Decidimos então deixar um galão de 16 litros de água apoiado do lado de fora da porta para evitar que a cena se repetisse. No entanto, depois de três dias, vimos a seguinte cena: o gato mais gordinho — Bonie — empurrava o galão de água com seu peso, enquanto outro — o mais espertinho — abria a porta. Os outros gatos estavam ao lado apenas esperando o banquete. © Dn Alya / Facebook
  • Tenho peixes dourados há alguns anos. Quando os comprei, pensei que tinham uma memória de no máximo cinco segundos. Mas estava enganada. Dou a ração geralmente às 5h da tarde, mas, se atrasar um pouco, eles já começam a jogar água para fora do aquário. © Letspretendweregrown / Reddit
  • Nosso gato aprendeu a fingir que estava doente. Antes, ele realmente havia machucado as patinhas e, por isso, o ajudávamos com tudo: comida na cama, passeios no colo, roupa lavada. Ele sempre levantava a pata para mostrar que “precisava de ajuda”. Mas o machucado “não melhorava.” A situação durou tanto tempo que resolvemos levá-lo ao veterinário para saber o que havia de errado. Para nossa surpresa, nos disseram que ele já estava curado há algum tempo e que, provavelmente, estava se aproveitando da nossa boa vontade. Ai, ai... © Наталья Шипилова / Facebook

O gato dissimulado

  • Adotei uma gata de rua, Chispa, quando ela tinha umas 10 semanas. Dois anos mais tarde, certa vez, eu estava grávida de sete meses. Uma noite, Chispa pulou no meu peito, bateu no meu corpo e começou a miar muito. Assim que abri os olhos, notei que o quarto estava cheio de fumaça. Acordei meu marido, pegamos a gata e saímos correndo para a rua. O vizinho e meu marido conseguiram apagar o fogo, mas nossa cozinha ficou completamente queimada. Se não fosse por ela, provavelmente não teríamos tido tempo de sair do quarto. © Sophie Gonzalez / Quora
  • Tínhamos um cachorro terrier que cuidava de mim quando eu ainda era recém-nascido. Ele começava a latir quando via que eu estava prestes a chorar, como se estivesse chamando minha mãe. Além disso, tinha uma personalidade bastante expressiva: quando se chateava, virava o rosto para a parede e não respondia a nada nem a ninguém. Ele mesmo decidia quando mudaria de humor. Danita Kimberg / Facebook
  • Quando faço algum trabalho de programação, meu gato fica ao meu lado olhando para a tela do computador. Sempre que há um erro no código, o programa indica a linha incorreta com uma cor diferente. Quando me esqueço de corrigir alguma falha, meu gato faz questão de dizer “miau” para me ajudar. Ele sempre ganha guloseimas por ser o melhor ajudante. © Rohit Malshe / Quora

Gato-programador

  • A gata de uns amigos descobriu como abrir a embalagem da manteiga. O mais engraçado, no entanto, é que ela também sabia como fechá-la depois. Meu amigo e a esposa perceberam marcas de dentes na manteiga, mas não sabiam a origem dessas marcas. Levou meses para que eles entendessem o que estava acontecendo. Agora, eles vão ter de dar um jeito de “travar” a tampa da manteiga. © Violist03 / Reddit
  • Tinha um gato que pulava na maçaneta da porta para abrir e deixar um “amigo” de rua entrar em casa. Era muito engraçado: o gatinho entrava em casa e ia direto para o pote de ração do meu bichano. Comia e ia embora. O único problema é que os dois sempre se esqueciam de fechar a porta. © Olga Deni / Facebook
  • Meu cão, Robbie, é mais inteligente do que muitos amigos meus. Quando dizia a ele que iria ao mercado, ele esperava sentado na porta até eu voltar. Então, depois que chegava, eu deixava as sacolas no chão e dizia: “Robbie, leve os produtos”. Ele levava-os, um a um, até a cozinha. Muito fofo! © Gene Barnett / Quora

Robbie, o ajudante

  • Nosso gato é intuitivo e sempre alerta o meu marido quando ele não deve ir pescar: esconde a mochila, “mastiga” as boias, faz escândalo. Pensávamos que ele era apenas apegado ao meu marido, mas depois de três pescarias malsucedidas, começamos a acreditar nele. Aparentemente, ele tem um “sexto sentido”. © Елена Бондарева / Facebook
  • Meu gatinho descobriu como encher a banheira. Ele aprendeu a fechar o ralo e a ligar a água morna. Ficava sentado na banheira até o nível de água subir. Passei semanas tentando entender o que estava acontecendo. © Mr-Havera / Reddit
  • Minha irmã tem um cocker spaniel chamado Filipe. Quem conhece essa raça sabe que esses cães estão dispostos a fazer qualquer coisa por comida. E ele tinha várias técnicas para isso. Primeira delas: ficava ao lado de alguém que estivesse comendo e olhava com aqueles olhinhos de “cão sem dono” até ganhar um mimo. Depois que o truque ficou velho, inventou outro esquema: trazia na boca alguma coisa não-comestível, como se dissesse “olha que vou comer isto e vou passar mal, hein”. E não tirava o objeto da boca até ganhar alguma guloseima. Pode isso?!

O farsante Filipe tentando se dar bem mais uma vez

  • Tenho um cachorro chamado Costa. Certa vez deixei uma tábua cair no pé enquanto fazia obras em casa. Sentei e comecei a chorar de frustração. Costa ficou me olhando, depois saiu e voltou com um pedaço de pão que eu havia dado a ele mais cedo. Então, o colocou nos meus pés como se estivesse oferecendo algo para eu não ficar chateada. © Гульчехра Мавлянова / Facebook
  • Um dos meus gatos aprendeu a desligar a internet. Ele percebeu que todos começavam a gritar desesperadamente sempre que se aproximava dos fios atrás da televisão. Agora, quando acha que não está recebendo atenção suficiente, o danado vai lá e desconecta os cabos. © claustrophobiic / Reddit
  • Tinha um furão muito amável e inteligente. Ele tinha uma gaiola enorme no quarto sempre aberta, mas gostava mesmo de dormir dentro do armário. Toda manhã, quando o alarme tocava, ele entendia que era hora de acordar. Se eu continuasse na cama, subia no travesseiro e me empurrava até eu levantar. Uma noite, me preparava para acordar mais cedo no dia seguinte e disse a ele: “Não me deixe dormir demais amanhã”. O alarme tocou às 5h da manhã. Enquanto levantava, meu amiguinho saiu do armário com uma cara de sono, como se dissesse “Conseguiu acordar? Tá tudo bem? Beleza, então”. Depois, entrou no armário e voltou a dormir. Tive a sensação de que ele realmente sabia que precisava me ajudar a acordar. © sky705 / Reddit
  • Os pais do meu amigo decidiram passar um final de semana na casa de praia que tinham e levaram consigo o gato deles e alguns amigos. Saíram da piscina e prepararam a mesa: nozes, bebidas, petiscos, churrasco e tudo necessário para passar uma tarde agradável. De repente, o gato veio correndo de longe e pulou na mesa, derrubando tudo, com uma ratazana nos dentes. Parece que ele também queria participar da festa. © Татьяна Петрова / Facebook
  • Meu gato cuidou de mim após um acidente: meu braço direito estava muito ferido. Ele se deitava toda noite ao meu lado, acariciando e protegendo meu braço. Dormia assim o tempo todo. Pouco tempo depois, a dor passou. © Yana Kharkov / Facebook
  • Tenho dois cachorros: um vira-lata e um pequinês. Ambos me amam e odeiam quando preciso viajar. Enquanto arrumo a mala, o pequinês sobe nas roupas e finge estar passando mal: grita, chora e baba por todo lado. O vira-lata, por sua vez, gosta de fingir que está “morrendo” — se joga no chão com a barriga para cima, fecha os olhos e geme muito alto. Que drama... © Алиса Кривошеина / Facebook

Você possui um animal de estimação? Ele costuma ter esses momentos de genialidade? Conte alguma história interessante sobre seu bichinho nos comentários. Se tiver fotos, compartilhe!