Incrível
Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

11 Artistas que ganharam mais de uma vez o Grammy de “Álbum do Ano”

3-2-
527

Grammy Award é considerado o prêmio mais importante da indústria musical. Conhecido como uma espécie de “Oscar da música”, é realizado anualmente pela The Recording Academy desde 1959. Em 2000 foi criada sua versão latina e muitos cantores brasileiros, como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Chico Buarque, já foram indicados. A votação é feita por integrantes da National Academy of Recording Arts and Sciences e o ganhador recebe um troféu no formato de um gramofone banhado a ouro. Uma das categorias mais esperadas da noite é a de Álbum do Ano e apenas 11 artistas a venceram mais de uma vez (como artista principal) nas duas versões do prêmio.

O Incrível.club adora relembrar os momentos marcantes da vida de talentosos artistas, por isso fez uma compilação com os ganhadores das duas versões do prêmio e trouxe algumas curiosidades sobre suas carreiras. Não deixe de conferir o bônus no final do post, você vai se surpreender e se emocionar!

Frank Sinatra (1960, 1966 e 1967)

Francis Albert S. Sinatra, conhecido como “A Voz”, nasceu em Hoboken, em Nova Jersey, nos EUA, em 1915. Filho de um casal de imigrantes italianos, abandonou o último ano no curso secundário para seguir a carreira musical. Cantou em clubes, estações de rádio e deu os seus primeiros passos na carreira em uma banda de jazz. Seu estilo era informal, mas ao mesmo tempo requintado. Sua vocação para emitir notas longas e fluidas, sem nem ao menos parar para respirar, impressionava a todos e contribuiu para que se tornasse um sucesso no mundo todo.

Sinatra é intérprete de alguns dos mais conhecidos sucessos musicais da história: My WayStrangers in the Night. Era grande fã da Bossa Nova e até lançou um disco com o maestro, arranjador compositor e cantor brasileiro Antônio Carlos Jobim, em 1967.

O cantor ganhou 11 Grammy Awards, três vezes na categoria Álbum do Ano com Come Dance with Me! (1960), September of My Years (1966) e A Man and His Music (1967), além de inúmeros outros prêmios, como quatro Globos de Ouro. Faleceu em 14 de maio de 1998, em Los Angeles.

Stevie Wonder (1974, 1975 e 1977)

Stevie Wonder nasceu em 13 de maio de 1950 na cidade de Saginaw, em Michigan, nos EUA. Considerado um dos maiores músicos do mundo, começou sua carreira aos 11 anos de idade. Com apenas 13, alcançou grande sucesso com Fingertips (Pt. 2), um single de 1963 gravado ao vivo com performance nos vocais, nos bongôs e na gaita. Essa foi a canção que o tornou famoso.

O cantor e ativista gravou mais de 30 sucessos e ganhou 25 Grammy Awards, três deles o de Melhor Álbum: Innervisions (1974), Fulfillingness’ First Finale (1975) e Songs in the Key of Life (1977). Recentemente, participou do clipe de comemoração dos 78 anos brasileiro Gilberto Gil, para quem sempre telefona no seu aniversário.

Paul Simon (1970, 1975 e 1986)

Paul Frederic Simon, cantor e compositor de música folk rock, nasceu na cidade de Newark, em Nova Jersey, nos EUA, em 13 de outubro de 1941. Formado em Literatura, foi influenciado por Bob Dylan e pela onda folk que varria a América. Assim, começou a interpretar suas próprias composições, como The Sound of Silence, Mrs. Robinson e Bridge Over Troubled Water.

Simon foi considerado o 93.º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista americana Rolling Stone e venceu o Grammy três vezes na categoria Álbum do Ano com Bridge Over Troubled Water (1970), Still Crazy After All These Years (1975) e Graceland (1986). No início dos anos 90, gravou um videoclipe com o grupo brasileiro Olodum e já usou vários elementos dessa banda em suas músicas, incluindo o reggae

U2 (1988 e 2006)

A banda irlandesa de rock, conhecida por seu intenso ativismo político e social, foi formada em 1976, quando seus integrantes ainda eram adolescentes. É composta por Bono Vox (vocal e guitarra), The Edge (guitarra, teclado e backing vocal), Adam Clayton (baixo) e Larry Muller Jr. (bateria e percussão). O primeiro single, Another Day, foi lançado em 1980, mas o grupo ficou famoso com o seu terceiro álbum, War (1983), que alcançou a primeira posição no Reino Unido.

O quinto disco de estúdio, The Joshua Tree (1987), tornou o U2 mundialmente famoso, alcançando o topo das paradas musicais em diversos países e entrando na lista dos mais vendidos no mundo, com cerca de 25 milhões de cópias. O trabalho fez a banda ganhar seus primeiros dois prêmios Grammys, entre eles o de Álbum do Ano, em 1988, de um total de 22 premiações. O disco How to Dismantle an Atomic Bomb venceu na mesma categoria em 2006. O U2 foi incluído na lista dos “100 Maiores Artistas de Todos os Tempos” pela revista Rolling Stone.

Taylor Swift (2010 e 2016)

Taylor Swift, chamada de a “princesa do country”, é cantora, compositora e atriz norte-americana e conhecida por canções que tratam de temas da sua vida pessoal. Ela nasceu em 13 de dezembro de 1989, na cidade de Reading, na Pensilvânia. Aos nove anos começou a se interessar por música, indo para a Broadway para ter aulas de canto e atuação.

Mas o sucesso veio com o seu disco de estreia que levou o seu nome, lançado em outubro de 2006. O trabalho colocou cinco singles entre os dez mais da parada country e o top 40 da Hot 100 da Billboard, vendendo 7 milhões de cópias nos Estados Unidos. A artista ganhou quatro Prêmios Grammy, entre os quais dois de Álbum do Ano por Fearless (2010) e 1989 (2016).

Adele (2012 e 2017)

A cantora, compositora e multi-instrumentista britânica Adele Laurie Blue Adkins nasceu em Londres, em 5 de maio de 1988. Começou a cantar aos quatro anos e iniciou sua carreira artística em 2006, após se graduar na BRIT School e assinar um contrato com a XL Recordings.

Adele ganhou diversos prêmios por seu disco de estreia, 19 (2008), mas alcançou o auge da carreira ao lançar seu segundo álbum 21 (2011), com o qual superou diversos recordes e dominou as paradas de sucesso tanto dos Estados Unidos quanto do Reino Unido, com o single Rolling in the Deep. A obra vendeu mais de 30 milhões de cópias no mundo e lhe rendeu o Grammy de Álbum do Ano em 2012.

Com o terceiro disco, 25 (2015), a britânica conquistou os principais prêmios da noite do Grammy Awards 2017, como o de Álbum do ano e Melhor Álbum Vocal Pop. Adele recebeu mais de dez menções no Guinness Book e foi a primeira mulher a ter, ao mesmo tempo, dois singles e dois álbuns simultaneamente no top cinco das paradas britânicas, sucesso só alcançado pelos Beatles em 1964.

Grammy Latino

Luis Miguel (2000 e 2018)

O cantor e produtor musical Luis Miguel Gallego Basteri nasceu em 19 de abril de 1970 em San Juan, Porto Rico, e é conhecido por ser um dos artistas latino-americanos mais populares da história. Suas canções incluem o pop, jazz, big band, bolero, mariachi e baladas românticas. Começou sua carreira musical no México em 1980, aos 10 anos, cantando no casamento da filha do então presidente mexicano.

Já ganhou mais de 120 prêmios por sua obra e é o cantor mais jovem a faturar um Grammy, com apenas 14 anos de idade, e tem um total de cinco. Luis Miguel também venceu quatro vezes o Grammy Latino, em duas delas recebeu o Álbum do Ano por Amarte Es Un Placer, em 2000, e ¡México por Siempre!, em 2018. Já vendeu mais de 118 milhões de discos em sua carreira.

Alejandro Sanz (2001, 2002 e 2004)

O cantor Alejandro Sánchez Pizarro, conhecido como Alejandro Sanz, nasceu em 18 de dezembro de 1968 em Madri, na Espanha. É considerado um dos maiores compositores e intérpretes da música flamenca e do pop latino americano. Sanz começou sua carreira no final da década de 80, mas se tornou mundialmente conhecido com o seu quarto disco, Mas (1997), que contava com singles de grande sucesso como “Corazón Partido” e “Amiga Mia”.

Entre os inúmeros prêmios de sua carreira, venceu três vezes o Grammy Latino na categoria Álbum do Ano por El Alma al Aire, em 2001, MTV Unplugged, em 2002 e No Es lo Mismo, em 2004.

Juanes (2003, 2008 e 2012)

O cantor, compositor e guitarrista Juan Esteban Aristizábal Vásquez, conhecido como Juanes, nasceu em Carolina del Príncipe, na Colômbia, em 9 de agosto de 1972. Começou a se interessar por música ainda criança, quando aprendeu a tocar violão e flauta. Aos 15 anos iniciou sua carreira em uma banda de death metal chamada “Ekhymosis”. Em 2000 lançou Fíjate Bien, álbum de estreia de sua carreira solo e que lhe rendeu vários prêmios.

Com mais de 16 milhões de cópias vendidas ao longo da carreira, é um dos nomes mais importantes da música latina. Suas canções vão do rock ao pop latino, passando por cúmbia, reggae e vallenato.

O artista venceu três vezes na categoria Álbum do Ano no Grammy Latino por Un Día Normal, em 2003; La vida...Es un Ratico, em 2008, e MTV Unplugged, em 2010. Ao todo, ganhou 26 prêmios no Grammy Latino ao longo de sua carreira, o maior recorde já alcançado por um músico colombiano, e vendeu mais de 16 milhões de álbuns no mundo.

Juan Luis Guerra y 4.40 (2007 e 2015)

cantor, compositor e produtor Juan Luis Guerra nasceu em 7 de junho de 1957, em Santo Domingo, na República Dominicana. Já vendeu mais de 70 milhões de discos e recebeu inúmeros prêmios, incluindo 24 Grammys Latinos e três Latin Billboard. Guerra estudou música no conservatório de Santo Domingo e composição e arranjo no Berklee College of Music em Boston, nos EUA. Após retornar à República Dominicana, lançou o seu primeiro álbum, Soplando (1984), com um grupo de músicos locais, formando a banda chamada Juan Luis Guerra y 440.

O álbum Ojalá que Llueva Cafe (1989) o tornou mundialmente famoso. O grupo ganhou o Grammy Latino duas vezes na categoria Álbum do Ano por La llave de mí Corazón (2007) e Todo Tiene Su Hora (2015). Em 2010 o cantor também foi vencedor do prêmio nessa categoria pelo trabalho solo A Son de Guerra. O artista não se limita a um único estilo de música, mas incorpora diversos ritmos, como merengue, bachata e salsa, entre outros.

Calle 13 (2009 e 2011)

Calle 13 é uma banda pop de Porto Rico composta por René Pérez (vocalista e letrista, conhecido por Residente), Eduardo Cabra (compositor e instrumentista, chamado de Visitante) e Ileana Cabra Joglar (vocalista, a PG-13). O primeiro álbum do trio, homônimo, foi lançado em 2005. Embora tenha iniciado sua carreira como um grupo de reggaeton, o trio se distanciou do gênero com o passar dos anos, adotando instrumentação não convencional e abordando vários estilos musicais. As letras da banda são geralmente politizadas, abordando assuntos socioculturais da América Latina.

O grupo já venceu 19 Prêmios Grammy Latino, entre eles o de Álbum do Ano por Los de Atrás Vienen Conmigo, em 2009,Entren los que Quieran, em 2011, além de dois Grammy Awards.

Bônus: Nos 20 anos de Grammy Latino, apenas um brasileiro ganhou na categoria Álbum do Ano

Ivan Lins ganhou o prêmio de Álbum do Ano na sexta edição do Grammy Latino, em 2005, com Cantando Histórias (2004) — foi o único brasileiro a vencer nessa categoria até hoje. O cantor, pianista e compositor nasceu no Rio de Janeiro, em 16 de junho de 1945. Suas composições têm influência de diversos gêneros musicais, como jazz, bossa nova, baião, xote, moda de viola e soul. Seu primeiro grande sucesso como compositor foi Madalena, gravada por Elis Regina.

Lançou inúmeros discos, muitos deles de grande sucesso. No decorrer dos anos 70, suas canções ganharam temática política. A partir da segunda metade dos anos 80, voltou-se para a carreira internacional e suas canções foram gravadas por artistas como Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, George Benson, Michel Legrand, Sting, Diana Krall e Quincy Jones. Lins continua compondo e já recebeu 10 indicações no Grammy. Clique aqui para ouvir seu álbum.

Você acompanha os Grammys? Qual desses artistas é o seu preferido? Já assistiu a algum show deles ao vivo? Deixe sua opinião nos comentários!

3-2-
527
Compartilhar este artigo