Por Que o Sal nas Frutas é a Melhor Ideia de Todos os Tempos

Dicas
há 7 meses

Você está assistindo ao seu programa de culinária favorito quando, de repente, o chef estrela adiciona uma pitada de sal a uma geleia que deveria ser usada em uma sobremesa. Você pega o telefone para ligar e reclamar, mas logo em seguida o chef explica. Acontece que adicionar sal às frutas é algo comum em diferentes cozinhas do mundo. No México, eles gostam de temperar manga e frutas cítricas com sal e pimenta em pó. Você pode experimentar a manga com sabor de camarão nas Filipinas e a melancia salgada em alguns lugares do sul.

Então, como isso funciona? Digamos que você esteja comendo uma manga crua polvilhada com sal. Na primeira mordida, você percebe o sabor salgado, e o sabor doce da fruta é ligeiramente retardado. A manga continua suculenta e maravilhosa como sempre. É provável que isso aconteça porque o sal afeta o receptor do sabor doce do açúcar, e então a mágica acontece em nível molecular. Um estudo até descobriu que temos mais detectores de açúcar em nossas células gustativas do que os cientistas pensavam anteriormente. Um desses detectores deve direcionar o açúcar para uma célula de sabor doce quando entra em contato com o sal.

Você pode experimentar e colocar sal em qualquer fruta que quiser, mas o efeito será diferente. O sal pode deixar as frutas mais doces, como cerejas e morangos, ainda mais doces e equilibrar o sabor da toranja, do abacaxi e da melancia. Basta pegar uma fruta madura, fatiá-la normalmente e salpicar os pedaços. O sal marinho em flocos grandes pode ter um sabor mais intenso, além de ficar mais bonito. Após 10 minutos, sua sobremesa gourmet estará pronta.

Aí você precisa cortar um monte de alface americana, mas aquele miolo duro no meio não quer sair. Basta segurar a cabeça de alface com as duas mãos, com a parte central para baixo, e bater contra uma tábua de corte ou outra superfície sólida. Não contra o seu irmão, tá? Agora você poderá puxar o miolo diretamente do fundo e fatiar o restante da alface sem problemas.

Na próxima vez que tirar a manteiga da geladeira e tiver dificuldade para espalhá-la porque, sabe como é, ela está dura como uma pedra, pegue o ralador. Com a ajuda dele, você ralará facilmente pequenos pedaços de manteiga que derreterão instantaneamente em uma torrada quente. Você também pode espalhá-los com muito mais facilidade em um pão frio sem colocar o sanduíche no micro-ondas ou esperar um pouco para amolecer a manteiga. Os padeiros profissionais aprovam essa dica e a utilizam há muito tempo.

Quando você está fritando algo, primeiro aquece a frigideira e depois coloca o alimento nela, certo? Bem, essa lógica não funcionará se você quiser que o bacon fique crocante. Em uma frigideira quente, a carne cozinhará antes que a gordura possa derreter. Seu bacon ficará muito gorduroso e borrachudo. Portanto, é preciso colocar as tiras em uma frigideira fria e depois ligar o fogo médio-baixo. A gordura se desprenderá da carne, e o resultado final será supersaboroso e crocante.

Você já experimentou ferver macarrão em uma frigideira? Sei que parece um pouco estranho, mas na verdade isso pode ajudá-lo a economizar muito tempo, água e energia. Em vez de encher uma panela enorme com água e esperar que ela ferva, coloque o macarrão em uma frigideira, cubra-o com água fria e adicione um pouco de sal. Seu macarrão estará cozinhando enquanto a água está chegando ao ponto de ebulição, portanto ficará pronto muito mais rápido do que o normal. E a água deixada na frigideira será uma excelente base para um molho, pois estará repleta de amido. Misture-a com pesto, molho de tomate e manteiga de alho — mmmmm, parece que saiu direto de um restaurante gourmet.

O segredo para preparar o mais delicioso e macio purê de batata é secar as batatas antes de fazer o purê. Depois de ferver, você pode colocá-las em uma panela e deixá-las em fogo baixo no fogão ou mantê-las em uma assadeira em um forno baixo. Em seguida, adicione a manteiga derretida que se unirá ao amido das batatas e, só então, adicione lentamente o leite. Agora o purê de batata terá a melhor estrutura e o melhor sabor possíveis.

Se você já derramou lágrimas suficientes sobre as cebolas ao tentar cortá-las, esta é uma experiência obrigatória para você. Descasque as cebolas, corte-as ao meio e deixe-as na geladeira em uma tigela com água gelada por meia hora antes de começar a cozinhar. A razão por trás de suas lágrimas é o enxofre que as cebolas retiram do solo enquanto crescem. Quando você danifica as células delas, os ácidos entram em contato com as enzimas, que iniciam uma série de reações e liberam uma substância química que faz seus olhos lacrimejarem. O congelamento da cebola pode enfraquecer essa substância química. Para minimizar ainda mais esse problema, use apenas uma faca afiada para fatiar as cebolas. Dessa forma, você causará menos danos às células.

É muito mais fácil descascar um abacate se você o congelar primeiro. Basta colocá-lo no freezer, esperar um tempo, depois retirá-lo e colocá-lo debaixo de água corrente morna. Agora você pode descascá-lo facilmente depois de fazer algumas incisões cruzadas.

A melhor maneira de manter as ervas frescas e suculentas é armazená-las como se fossem flores. Se você não tiver um vaso do tamanho certo, pegue um frasco de vidro ou um copo d’água e encha-o com 2,5 cm de água. Agora coloque as ervas dentro dele como faria com suas rosas. Para a salsa e o coentro, cubra o frasco com um saco plástico e guarde o buquê na geladeira. O manjericão adora a luz do sol, portanto é melhor deixá-lo descoberto no balcão.

Se tiver feito muito molho ou se tiver sobras em uma lata que não parecem ser suficientes para nada, você pode salvá-las da lata de lixo. Despeje o molho em uma bandeja de cubos de gelo e guarde no freezer. Agora, se precisar dar uma melhorada em uma refeição, sempre poderá adicionar alguns cubos de molho. Além disso, como bônus (o que é redundante), o molho durará mais tempo dessa forma do que na geladeira.

Suas almôndegas sempre ficam com o mesmo formato e tamanho perfeitos? Então pule esta receita. Mas, se você for mais como eu, use uma colher de sorvete para obter a quantidade certa de sua mistura de carne moída. As bolas terão o formato ideal e seus dedos não ficarão pegajosos.

A maneira mais fácil e provavelmente a mais bonita de fatiar uma manga é transformá-la em um “Ouriço”. Lave a manga em água corrente. Não a aperte enquanto estiver fazendo isso. Agora, coloque-a reta em uma tábua de corte e corte-a em três pedaços, de cima para baixo. Deixe o caroço achatado no pedaço do meio, pois não há muito o que fazer com ele. Agora sua manga terá duas bochechas bonitinhas. Em seguida, faça cortes transversais e longitudinais nas partes da manga. Deixe uma distância uniforme entre as incisões e não atravesse toda a casca. Agora, pressione a parte de trás da manga até que a polpa saia. Isso te lembra algo? Sim, um ouriço, daí o nome desse método de fatiamento. A etapa final será fatiar os cubos de manga em uma tigela. Depois é só comer.

Este tem todo o potencial para se tornar seu novo café da manhã favorito: você pode preparar omelete em uma caneca! Pegue uma caneca grande própria para micro-ondas e cubra o interior dela com azeite de oliva ou borrife-a com spray de cozinha. Adicione dois ovos e uma colher de sopa de leite e misture-os com um garfo. Agora adicione sal, pimenta, queijo, vegetais e as ervas que desejar. Coloque no micro-ondas em potência alta por 30 segundos. Retire, mexa com um garfo e coloque lá novamente por mais 30 segundos. E pronto, seu café da manhã está servido! Certifique-se de usar outra caneca para o café, caso contrário você terá um mingau de café com ovos, e a receita disso eu ainda não sei te ensinar, tá? hahaha

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados