9 Compras populares que não resisti e comprei, mas depois me arrependi amargamente

Dicas
há 1 mês

Muitas pessoas reorganizam o guarda-roupa a cada dois ou três meses: algumas tiram as roupas mais apropriadas à estação do ano, enquanto outras simplesmente jogam fora as tranqueiras. E isso é ótimo, pois, durante a limpeza, podemos encontrar algo que compramos, seduzidos pelas belas fotos na Internet, mas que, na realidade, não precisamos. Confira!

Aparelhos para remoção de pelos

Com a chegada do verão, tirar os pelos das pernas é uma questão essencial na vida de muita gente. Infelizmente, meus pelos não respondem bem à depilação a laser, pois são claros e finos. Já raspar com a lâmina é uma solução temporária: em poucos dias, os pelinhos começam a crescer novamente. Minhas amigas insistiram para eu testar um depilador elétrico e, depois, um de cristal moderno. No fim, ambos não deram certo.

Há um efeito, de fato. Os pelos não crescem por algumas semanas. Porém, depois de usar o depilador elétrico, meus pelos começaram a encravar mesmo com esfoliação constante nas pernas. Gostei do moderno inicialmente, ele transformou os pelos em pó. No entanto, no dia seguinte, acordei com as pernas vermelhas e a pele coçando. Mesmo seguindo todas as instruções e aplicando hidratante com regularidade, o resultado não me agradou. Então, me perguntei se valia a pena todo aquele sofrimento. Para mim, a resposta foi não.

Voltei à boa e velha lâmina. Embora o efeito não seja duradouro, pelo menos não há outros efeitos colaterais desagradáveis.

Vales-presente

Muita gente acha que vales-presente são ótimos presentes e preferem isso a colocar dinheiro em um envelope. Porém, vamos ver como funcionam na prática.

No ano passado, no meu aniversário, minhas amigas me deram um vale-presente para uma sessão de massagem. Elas pensaram que seria uma ótima oportunidade para eu relaxar. Mas eu já tive experiências péssimas com massagistas amadores e, por isso, escolho com muito cuidado tanto o profissional quanto o local. Após muitos anos de tentativa e erro, encontrei um ótimo spa, o qual frequento sempre. O vale-presente era para outro lugar. O que aconteceu? Não o usei. Agora estou pensando em dá-lo para alguém.

Outra situação. Dei à minha mãe um vale para ela ir ao dentista. Mas, quando ela finalmente foi marcar a consulta, os preços tinham mudado e o “presente” não cobria mais o tratamento que ela precisava.

Moral da história, melhor dar dinheiro e ser feliz.

Produtos milagrosos de limpeza que aparecem nas redes sociais

Quem não quer simplificar a vida e minimizar as tarefas domésticas? Gastar menos tempo e esforço com faxina e, ao mesmo tempo, manter a casa limpa? Pois é, eu adoraria. E parece que os marqueteiros sabem disso, pois o meu feed está sempre cheio de anúncios de esfregões, vassouras e aspiradores de pó sob o título de “milagrosos” ou “revolucionários”.

Apesar de ser adulta e entender como funciona a publicidade, os vídeos são incrivelmente viciantes! Mulheres felizes saltitando e limpando tudo em poucos minutos — incluindo o ralo da torneira, as bocas do fogão e as paredes do box do chuveiro.

É claro que não dá para esperar resultados mágicos e instantâneos, mas às vezes dá vontade de testar esses produtos milagrosos. Pois eu testei.

  • A escova sanitária deveria facilitar a limpeza do vaso sanitário, mas essa é uma invenção inútil, que fica apenas no canto da parede como um acessório. Ela também é inconveniente, pois é difícil colocá-la de volta no lugar depois de usá-la sem respingar água suja pelo chão. Assim, só suja mais.
  • Aquela superescova que limpa qualquer superfície da casa, a cabeça com a bucha caía o tempo todo.
  • Aquele dispositivo moderno para tirar poeira de móveis eu mandaria de volta para o inventor e o trancaria em um apartamento com pelo menos um gato. Gostaria de saber como foi a limpeza dele.

Pantufas felpudas

Um dia, me dei conta de que andar em casa como uma “desleixada” não me fazia bem, e decidi renovar meu guarda-roupa. Nas redes sociais, eu via sempre fotos de pantufas felpudas “chiques”, que pareciam tão aconchegantes, quentinhas e elegantes.

Seduzida pelas imagens, cliquei e comprei. Vale dizer que elas realmente eram bonitas. Mas a felicidade durou pouco. Em algumas semanas, a parte interna ficou úmida, meio nojenta e escorregadia. Eu as lavava regularmente, mas a cada lavagem o pelo interno ficava mais fino e absorvia o suor e a umidade mais rapidamente. Em dois meses, as pantufas estavam prontas para serem jogadas no lixo.

Sinceramente, nenhum outro calçado meu se desgastou tão rápido. Embora seja recomendado trocar de pantufas todo ano, a vida útil delas na realidade é bem mais curta. Modelos de borracha duram mais, e em épocas de frio é mais fácil colocar um tapete no quarto ou na sala. Pantufas de pelo são desperdício de dinheiro.

Séruns faciais modernos

Antigamente, eu comprava cremes, séruns e outros produtos “essenciais” para a pele do rosto e pagava o olho da cara. Eu pensava que se eu pulasse sequer uma etapa do ritual, logo surgiriam rugas e espinhas.

Às vezes, eu não resistia e me deixava levar por histórias “transformadoras” de séruns milagrosos com ouro ou baba de caracol. Pesquisas mostram, contudo, que apenas produtos com ingredientes realmente eficazes, como peptídeos, antioxidantes e alguns aminoácidos, fazem bem à pele. O resto é dinheiro jogado fora.

Fui a uma dermatologista, e ela recomendou apenas dois produtos para o meu cuidado diário. E, para minha grande surpresa, nada de ruim aconteceu com a minha pele. Então, resta a pergunta: valeu a pena gastar todo aquele dinheiro antes?

Papel de parede barato

Dizem que um bom papel de parede pode durar mais de 15 anos. Porém, o tempo real varia de acordo com diversos fatores: umidade do cômodo, presença de crianças pequenas e animais. Temos uma tradição em casa: trocar o papel de parede a cada cinco anos. Ano passado foi o momento de realizar a troca e fomos ao supermercado.

Desde a última troca, os preços subiram e decidimos economizar. Graças à minha engenhosidade, encontramos rolos mais baratos que estavam em uma área separada de desconto. E para não perturbar o equilíbrio do universo, compramos um papel de parede lindo e mais caro para a cozinha.

E o que acontece após seis meses? Na sala, uma parte foi rasgada e em muitos lugares descolou da parede; no quarto, a cola não pegou direito e deixou uma substância estranha escorrendo pelos cantos. Apenas a cozinha continuava linda de se olhar. E lá é onde as condições são mais adversas: há problemas com ventilação, há raios solares constantemente entrando pela janela, e os gatos adoram subir nas paredes. E estamos falando da cozinha, tínhamos de limpar o papel de parede com água.

O mesmo rapaz trabalhou nos cômodos, usando a mesma cola, mas nos olhou com certo desdenho quando viu os rolos de papel de parede que compramos da área de desconto. Bem, agora precisamos voltar ao supermercado, e o plano de comprar a cada cinco anos foi por água abaixo. A tentativa de economizar nos levou a gastar mais dinheiro. E vale notar que o preço que vemos na etiqueta é o valor por metro, mas quando você faz a conta de quanto vai precisar para o quarto, a multiplicação acelera.

Coisas pequenas e muito “úteis” para a casa (ou tranqueiras para acumular poeira)

Certas lojas on-line internacionais deixam a gente louca. Parece que você entra nelas por um minuto e logo uma montanha de coisas “muito necessárias” já está na cestinha de compra. E eu gastava dinheiro assim como se fosse milionária.

Às vezes, eu nem planejava comprar nada, só queria me alegrar ou fazer um pedido por não ter nada para fazer. Apenas por tédio. E tenho certeza de que eu não era a única pessoa a agir assim.

Depois, minha casa se tornou um depósito de produtos importados. Delineadores ruins, pregadores de roupa frágeis com desenho de unicórnio, apoiadores de celular inúteis, presilhas de cabelo que quebram facilmente. Tudo isso, eventualmente, acabava indo para o lixo.

Separadamente, tais bugigangas custam pouco, mas juntas somam mais do que se pensa. O melhor seria gastar esse dinheiro em terapia para evitar compras compulsivas.

Decidi deletar os aplicativos. Agora, só compro o que realmente preciso do jeito antigo — em lojas físicas.

Suporte para resfriamento de laptop

Com certeza, muitas pessoas que passam horas em frente ao computador, seja por trabalho ou lazer, têm esse tipo de acessório. Infelizmente, esses suportes não fazem muita diferença. Os fabricantes não são bobos e criaram um sistema de resfriamento de “metal”. Na parte de baixo há buracos de ventilação, e por conta do suporte de pés o computador fica elevado para maior passagem de ar.

Paguei consideravelmente caro por um suporte, cujo fabricante prometeu que não só meu laptop superaqueceria, mas que ele iria “voar” de tão rápido; e até meu karma ficaria mais limpo. Mas em algum momento, a parte central da estrutura começou a aquecer muito, e tudo o que me foi prometido não foi cumprido.

Descobri que o ventilador estava cheio de pelos, obrigada a meus gatos por isso. Na assistência técnica, fizeram uma boa limpeza, e meu aparelho parou de pensar que havíamos nos mudado para o deserto. Problema resolvido.

Escovas modeladoras

Quem não quer ter cachos lindos como os das celebridades de Hollywood? Eu adoraria, por isso já tive muitos aparelhos diferentes para o cabelo: desde chapinhas clássicas a secadores modernos. Parei de usar todos eles porque queimavam meu cabelo com muita facilidade. Além disso, é preciso proteção térmica prévia para usá-los, o que representa uma despesa extra. E vale mencionar que as mulheres do dia a dia, como eu, não precisam fazer penteados chiques todo dia.

Recentemente, comprei uma escova secadora giratória, porque me prometeram que daria volume em cinco minutos. E isso era verdade. O porém? Antes de usá-la, você precisa lavar o cabelo, aplicar proteção térmica, secar o cabelo e só então fazer o penteado. Além disso, a escova foi desenvolvida a partir de cerdas desconhecidas, que depois de alguns usos começaram a picotar meu cabelo.

Por fim, voltei à boa e velha escova. A escova mais comum que tenho me serviu por muitos anos, o efeito é idêntico e o tempo de modelagem é o mesmo que o da escova modeladora. Para mim, foi apenas dinheiro jogado fora.

Se gostou das dicas acima, preparamos uma seleção com segredos bem legais sobre como tornar a cozinha mais eficiente e prática para todos os dias. Veja só!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados