20 Internautas que não tiveram sorte ao usar sites de compra e venda on-line

há 2 anos

Se você vai doar, vender ou comprar algo usado, pode ter certeza de uma coisa: espere por uma aventura. Nos sites de anúncios aparecem pessoas de todo tipo e com as mais variadas propostas. E os internautas do nosso artigo de hoje passaram verdadeiros “perrengues” ao tentar vender suas coisas para estranhos, e até para conhecidos.

Nós, do Incrível.club, selecionamos 20 relatos de pessoas que tiveram uma experiência ruim ao tentar vender ou comprar coisas em sites de vendas on-line, visando alertar sobre os perigos e possíveis dores de cabeça na hora de negociar na internet. E no final, você confere ainda um bônus que pode nos ajudar a manter a fé na humanidade. Acompanhe!

  • Comprei uma jaqueta de couro, mas ficou pequena em mim. Decidi vendê-la por 150 reais. Um amigo me pediu: “Eu quero, só não tenho o dinheiro agora, mas te dou daqui a um ou dois meses”. Um ano já se passou e nada do dinheiro. Acabei pedindo a jaqueta de volta para vendê-la a outra pessoa. Duas semanas depois, esse amigo me ligou e disse: “Descobri que você vendeu minha jaqueta por 250 reais. Então, cadê meus 100?” Fiquei chocado e perguntei: “O quê?” E ele me disse um pensamento genial: “Bem, você me vendeu por 150, eu te devolvi e você vendeu por 250. Então, 100 reais são meus!” De onde ele tirou isso? Skomat / Pikabu
  • Estava vendendo uma impressora gigante por 380 reais. Um sabichão me ligou e pediu para ver o produto. Ele deu uma olhada, mas queria pagar mais barato. Não aceitei, mas ele acabou ficando com a impressora de qualquer forma. Três dias depois, recebi uma mensagem dele dizendo que pagou muito caro e que o preço ideal seria por volta de 200 reais. Entendi que ele queria ser reembolsado com a diferença, mas lhe mandei uma mensagem dizendo que o negócio já estava feito e que parasse de me importunar. Nunca mais ele me escreveu. © KudriaviyBorsch / Pikabu
  • Compramos um apartamento e, alguns meses depois, o ex-proprietário nos escreveu dizendo que o valor de mercado havia aumentado em 1,5 vezes. Acho que ele queria que pagássemos a diferença. © Sandwich / AdMe
  • Eu precisava alugar um apartamento. Achei uma excelente opção com um valor bastante razoável para os preços de uma capital. Qual o motivo? As fotos foram tiradas de ambientes decorados em uma loja de móveis. Os arranha-céus do lado de fora eram papéis de parede e em algumas fotos apareciam as etiquetas do preço dos produtos. Ainda entrei em contato com eles, mas me ofereceram outras opções mais caras e muito distantes do centro. © Suter / Pikabu
  • Uma vez, postei um anúncio vendendo minhas roupas. Uma garota me escreveu perguntando se um vestido ainda estava disponível. Eu a reconheci pela foto, era uma ex-colega. Respondi que ainda tinha a peça. Ela me escreveu desapontada: “Ah, é você? Então não vai servir para mim”, e me bloqueou. © Sandwich / AdMe
  • Estava vendendo minha máquina de lavar quebrada. No anúncio, deixei claro quais peças precisavam de reposição e coloquei um preço bem baixo. Logo começaram a me ligar com perguntas que eu já havia respondido no anúncio ou suplicando para vender mais barato. Felizmente um homem veio com o filho e a levou. O que as pessoas têm na cabeça? Não consigo entender. © Bmstu2009 / Pikabu
  • Precisava comprar um computador barato para um amigo meu. Verifiquei alguns anúncios e encontrei um com especificações boas e um preço decente. Marquei um encontro com o dono para ver o aparelho. Chegando lá, o computador estava sujo, faltando peças e algumas partes quebradas. Disse que não o queria, e o moço ficou furioso e ainda exigiu 10 dólares pela gasolina. Apenas me virei e fui embora. © Eric Klamer / Quora
  • Meu amigo estava vendendo uma calculadora gráfica e combinou de encontrar o comprador em um shopping. O cara queria testá-la, mas ela estava sem bateria. Meu amigo concordou em ir com ele comprar uma nova. No caminho de volta, o comprador pegou a calculadora para testá-la. Ele brincou com ela, disse estar em boas condições e a devolveu ao meu amigo. Na tela, o rapaz escreveu: “Você está sendo sequestrado”. Então, trancou as portas do carro e acelerou. Meu amigo ficou em pânico. Até que o comprador parou o veículo, riu, deu-lhe o dinheiro e lhe disse para ter mais cuidado. © Susanisnota ***** / Reddit
  • Minha mãe pediu para ajudá-la a vender seu colchão, pois estava comprando um novo. Uma mulher o comprou por apenas 50 dólares. Uma semana depois, a compradora ligou querendo o dinheiro de volta, porque o colchão fazia muito barulho. Disse-lhe que não éramos uma loja e que tínhamos uma política rígida de não devolução. © Colette Therese / Quora
  • Eu e minha namorada compramos um sofá-cama. Ao carregá-lo, percebi estar infestado de baratas e os vendedores sabiam. Joguei o móvel fora e exigi o reembolso. Os vendedores nem questionaram. © Venomftr / Reddit
  • Decidi doar uma bicicleta infantil. Coloquei um anúncio e a quantidade de bobagens e exigências que tive de ler foram demais. Então, apaguei o post e coloquei um anúncio de venda. Duas horas depois já tinha vendido, e o comprador ficou encantado por pagar tão pouco por uma bicicleta em excelentes condições. © BotyaB / Pikabu
  • Estava vendendo um carrinho de bebê e durante uma semana sete pessoas me ligaram. Todas foram educadas, esclareceram as dúvidas e disseram: “Ok, estamos perto, vamos chegar aí em 10 minutos para ver”. E nenhuma delas apareceu, tampouco atenderam o telefone. Qual o truque? © MaximusI / Pikabu
  • Certa vez, vendi uma moeda em um site. Um tempo depois, o comprador fez uma reclamação dizendo que a moeda que vendi supostamente não foi fabricada em 1923, mas sim em 1983. Ele escreveu que a devolveria assim que recebesse o dinheiro de volta. Apesar de eu ter enviado as fotos da moeda, mesmo assim o site descontou o dinheiro da minha conta. O pior é que ele nunca devolveu a moeda, mandou um envelope com um chiclete dentro. © Jeffrey Feinman / Quora
  • Meus colegas compraram um sofá de uma pessoa que morava no terceiro andar. Após pagarem, o sofá ficou preso entre o segundo e o terceiro andar, então eles decidiram deixar para lá. © Thepigwanker / Reddit
  • Vendi uma lente de câmera especial para um adolescente. Duas semanas depois, o menino apareceu dizendo ter arranhões e mofo na lente, queria devolvê-la e receber o dinheiro de volta. Recusei, então ele pediu o reembolso através do site. Quando a lente chegou de volta, levei-a no conserto e me disseram estar em perfeitas condições. Pesquisei sobre o garoto no Google e descobri se tratar de um aspirante a fotógrafo. Tenho certeza de que ele pegou a lente “emprestada” para fazer um trabalho e a devolveu quando terminou o serviço. © Mike Douglas / Quora
  • Postei um anúncio de doação de coisas de bebê em um site de classificados. Estava tudo em boas condições, muitas coisas eram novas, três sacos grandes. Apareceu um homem bem-vestido e com um carro importado. Bem, pensei que fosse para algum conhecido. Um dia depois, vi que todas as coisas estavam sendo vendidas no mesmo site. Alguns itens custando mais caro do que vendi. Queria ajudar uma jovem mãe sem dinheiro a comprar roupas boas para o filho, mas acabei ajudando um golpista. © Overheard / VK
  • Recentemente, postei um anúncio em um site doando um sofá. Era velho, mas estava em bom estado. Um homem implorou que não desse a ninguém, que em três dias ele o pegaria. Ele arrastou o sofá pelas escadas do quinto andar até o pátio, desmontou e o colocou no carro. Depois, veio reclamar que machucou as costas e quebrou a janela do veículo. No final, ainda descobri que ele veio de longe para pegar o móvel, com o dinheiro da gasolina. Bem, imagino que ele poderia ter comprado um sofá novo. E ainda não teria machucado as costas. © Overheard / VK
  • Sou de uma cidade pequena, então é difícil achar coisas legais para comprar. Além disso, sou estudante e não tenho muito dinheiro. Encontrei um anúncio vendendo vários sapatos, e na foto eles eram muito bonitos. Recebi o pacote e, quando o abri, tinha chinelos velhos e sujos, botas rasgadas e sandálias com as alças rasgadas. Não é nem pelo dinheiro, mas pelo fato de existirem pessoas maldosas desse jeito. © Overheard / VK
  • Telefonei a uma mulher para comprar uma bolsa que estava vendendo e ela me disse o seguinte: “O preço hoje é 35 dólares”. Concordei, mas como não poderia ir lá naquele dia, perguntei se poderia buscá-la amanhã. Ela respondeu que sim. Cheguei lá na manhã seguinte, paguei os 35, até que ela disse: “Esse era o preço de ontem, hoje custa 40 dólares”. Perguntei se ela estava brincando e ela disse que não. Me virei e fui embora. Ela seguiu reclamando por ficar em casa me esperando para pegar a bolsa. Simplesmente fui embora. © ZenRage / Reddit

Bônus

  • Meu irmão estava vendendo um conjunto de ouro. Sua esposa não o usava e eles estavam precisando muito de dinheiro. Ele colocou um anúncio na internet e no dia seguinte uma mulher lhe escreveu dizendo ter interesse. Pediu o número da conta dele e depositou o dinheiro. Foram 4 mil reais. Ela enviou o valor sem nem mesmo estar com a joia nas mãos. Nível de confiança 100%. Claro, meu irmão enviou tudo direitinho, e ela agradeceu muito quando recebeu sua compra. © Gadjiev.curb / Pikabu
  • Há muito tempo estava procurando um sofá que combinasse com minhas coisas, até que achei um exatamente como queria e ele custava apenas 300 dólares. Fui até a casa das pessoas que o estavam vendendo e fiquei chocada. Era uma mansão enorme, com um quintal gigante, um lago, garagem para três carros. O sofá estava em ótimo estado e estávamos prontos para pagar, até que a mulher viu um risco de caneta no braço do sofá. “Oh meu Deus! Estou muito envergonhada. Olhe para isso, há uma mancha aqui no apoio de braço. Sinto muito, eu honestamente não sei como não vi isso! E você dirigiu até aqui! Sinto muito tê-la feito perder tempo”, exclamou a mulher e, então, se virou para o marido. “Querido, leve o sofá com você para o lixão”. Eu e meu namorado nos olhamos completamente perplexos. Então, eu disse: “Oh, não tem problema! Consigo limpar essa mancha em 5 minutos. Gostaria de levar o sofá mesmo assim”. Ela me encarou, e seu marido disse: “Bem, se você ainda quiser, posso ajudar a colocá-lo no carro”. Quando terminamos, entreguei os 300 dólares à mulher, mas ela não aceitou, porque o sofá estava manchado. © Kate Scott / Quora

Você já teve de lidar com alguma situação estranha na hora de vender, comprar ou doar algo na internet? Conte para a gente na seção de comentários!

Imagem de capa Overheard / VK

Comentários

Receber notificações

é classico as pessoas anunciarem algo no FB e nao retirarem, isso me irrita

-
-
Resposta

Artigos relacionados