15 Vezes em que crianças surpreenderam seus pais com uma inteligência aguçada

Gente
há 5 meses

As crianças enxergam o mundo como é, sem enfeites, sem necessidade de mentir, fazer humor ou se adaptar. Talvez por isso elas formulem com tanta clareza e frieza o que os adultos têm vergonha de dizer em voz alta. E muitas vezes são as crianças que enxergam a raiz da questão, jogando os preconceitos de lado, e fazem algo que não podíamos imaginar. Ai estão 15 histórias de adultos que se surpreenderam com a sabedoria das crianças.

  • Minha filha tinha 2 anos de idade, estávamos caminhando na cidade à noite e decidimos verificar como ela se comportaria se se perdesse. Nós nos escondemos atrás de um carro estacionado, minha filha olhou em volta e não nos encontrou. E, em vez de gritar, ela saiu correndo de volta para nossa casa. Isso sim é inteligência e coragem aos dois anos de idade! © Anusha Umesh / Quora
  • Dissemos a nossa filha que ela só podia beber um copo de refrigerante. Então, ela colocou gelo no copo e despejou o refrigerante. Ela bebeu e começou a colocar mais. Quando a mãe dela tentou impedi-la, ela explicou que ainda não tinha bebido o copo inteiro, porque a quantidade de gelo que ela colocou só dava a impressão de que o copo estava cheio de refrigerante, quando na verdade, não estava. Assim, seguindo a regra, ela poderia beber mais, pois ainda não havia atingido sua cota. © yesyesgirl19 / Reddit
  • Minha irmã mais nova tinha 6 anos e era conhecida por ser muito falante. Um dia, uma professora a pegou conversando com uma amiga no meio da aula e lhe disse para escrever duas páginas de uma redação como punição. Ela escreveu uma e a entregou a professora. A educadora gentilmente a lembrou de que ela deveria escrever duas páginas, não uma. Sem pensar duas vezes, minha irmã rasgou a página ao meio, entregou as folhas a professora e continuou a conversa com a colega. © Aditya Rao / Quora

No início dos anos 80 estávamos, eu, minha esposa e nossa primogênita, de uns dois aninhos, em um congresso cristão no estádio do Morumbi, durante um intervalo caminhava com minha filha quando em dado momento ela viu-ve perdida, eu estava atrás dela, observando como se comportaria. Logo ela abraçou um senhor com uma 'baita' duma bunda, por trás, que olhou para baixo assustado... logo peguei-a pelas mãos pensando 'é, acho que preciso perder umas arrobazinhas'... :D - ela deve ter pensado 'pelo tamanho da bunda é meu pai'... :D

-
-
Resposta
  • Meu irmão, na época, tinha cerca de 4 anos de idade. Ele estava brincando com meus pais declamando poemas, músicas e desenhos animados. Sobre o Ursinho Pooh: “Se os ursos fossem abelhas, eles seriam.... O que eles seriam?” Meu irmão arregalou os olhos e disse: “O que, o que, eles nos comeriam então!” © Sky.Nets / Pikabu
  • Estabelecemos um limite de uma hora para o uso diário do telefone ao nosso filho de 10 anos. Mas ele aprendeu a contornar essa regra. Ele descobriu a senha que minha esposa colocou em seu telefone e, quando ela a alterou, o pegou com o aparelho desbloqueado novamente. Meu filho explicou:
    — Tentei digitar sua data de nascimento e a data de nascimento de meu pai — não funcionou. Depois, usei uma combinação das datas de nascimento do papai, sua, da minha irmã e a minha — funcionou.
    Minha esposa decidiu usar um número completamente aleatório como senha. Alguns dias depois, nosso filho também descobriu:
    — Você estava cozinhando e, quando digitou a senha com os dedos da mão esquerda, deixou manchas de óleo na tela.
    — Como você adivinhou a sequência?
    — Eu só vi três marcas de óleo, então você pressionou a mesma tecla duas vezes. Isso foi fácil.
    Minha esposa parou de alterar o código de acesso e suspendeu a restrição ao uso de celular© Venkat Ankam / Quora
  • Uma criança estava jogando um jogo em seu celular. Eu disse:
    — Você é tão esperto! Se eu estivesse jogando, não conseguiria fazer isso.
    Sua resposta é simplesmente surpreendente:
    — Todo mundo é bom em alguma coisa. Você deve ser bom em outras coisas em que eu não sou bom! © Miriam Safwat / Quora
  • Toda semana eu dava dinheiro ao meu filho como mesada. Quando ele tinha 12 anos, sua mãe abriu uma conta bancária com um cartão de débito. Ele me pediu para depositar dinheiro nela. Configurei um pagamento automático mensal. Depois de algum tempo, meu filho chega e diz:
    — Pai, acho que temos um problema com esse acordo. O senhor costumava me dar mesada toda semana. Agora você está fazendo um pagamento mensal, mas o problema é que, às vezes, há cinco semanas em um mês, então basicamente estou perdendo dinheiro.
    Homem inteligente. Ajustei os pagamentos. © Adey Hill / Quora
  • Quando meu filho tinha 5 anos de idade, nos mudamos para uma casa nova. Havia 5 guarda-roupas idênticos, e as fechaduras e chaves deles também eram as mesmas. Enquanto minha esposa e eu reclamávamos da inconveniência, meu filho começou a marcar as chaves com adesivos de estrelas coloridas. Eureca! Era o código de cores, que estudei quando estava me preparando para ser engenheiro. Meu filho havia encontrado a solução. © Ganesh Suresh / Quora
  • Certa vez, estávamos sentados em família tomando café da manhã. Minha filha mais nova tem quase 6 anos e a filha mais velha tem 9 anos. A mais nova estava um pouco doente: uma leve tosse. Minha esposa lhe preparou um chá para tosse. Ela o provou e perguntou com uma cara amarga:
    — Mamãe, por que o chá está tão intragável?
    Minha esposa:
    — É para tosse.
    Filha mais velha:
    — Haverá muitos outros chás intragáveis em sua vida, então beba. © MBat / Pikabu
  • Um dia, quando minha filha estava na 2ª série, ela chegou da escola e declarou:
    — O Papai Noel não existe!
    Minha esposa e eu olhamos um para o outro e perguntamos cautelosamente por que ela estava dizendo aquilo. Minha Filha:
    — Porque todos os livros sobre ele na biblioteca da escola estão na seção de ficção.
    Bem, sim, é difícil argumentar contra isso.... © Phil Smith III / Quora
  • Meu filho de 4 anos perguntou uma vez: “De onde eu vim?” Como sou o mais corajoso de nossa família, eu lhe disse que, quando papai e mamãe se apaixonaram, fizeram um casamento, depois se abraçaram forte e intensamente, um pedaço do papai foi para a barriga da mamãe, e então ele começou a crescer lá e, 9 meses depois, nasceu. A criança ficou satisfeita com essa resposta. Depois de um tempo, meu filho voltou ao assunto: “De onde vêm os bebês?” Minha esposa começou a dizer algo sobre cegonhas. Ele ouviu, depois interrompeu e disse: “Deixa, o papai conta melhor. Ele tem histórias mais interessantes”. © CheCapral / Pikabu
  • Quando meu filho tinha 3 anos de idade, ele tinha um tambor de brinquedo vermelho com botões brilhantes e fazia um som alto. Um dia, o tambor caiu e quebrou. Meu filho ficou muito chateado. Então, ele pegou uma chave de fenda e desmontou o brinquedo, colocando cada peça no chão, da esquerda para a direita. Ele conseguiu descobrir como consertar o tambor e colocá-lo de volta no lugar. Foi incrível. Ele fez isso sozinho. 13 anos depois, ainda me emociono. © Susan Galvan / Quora
  • Meu filho tinha 4 anos de idade, estávamos dirigindo por uma estrada rural e um esquilo passou correndo na frente do carro. Eu gritei:
    — Ah, foi por pouco! Quase atropelamos um esquilo!
    E meu filho disse:
    — Mamãe, sabe de uma coisa? Acho que esse esquilo é muito corajoso, porque para ele atravessar essa estrada é como se nós tivéssemos que atravessar o anel viário.
    Eu não achava que as crianças fossem capazes de fazer analogias como essa. Essa capacidade de análise persistiu, meu filho começou a ler Shakespeare na 5ª série e agora está estudando inglês na faculdade. © Laurie Flanagan / Quora
  • Sempre me surpreendi com a capacidade das crianças pequenas de identificar o que é relevante e importante. Meu filho de 6 anos sempre se refere aos finais de semana como feriados. E é difícil argumentar contra, não é mesmo? © Svast2006 / Pikabu
  • Dia de verão, meu filho tem 2 anos e estava brincando ao ar livre. Tive que pegá-lo para trocar a fralda. Em casa, ele perguntou se podia voltar para a rua. Eu disse que não, pois estava na hora de fazer algumas coisas e, além disso, estava muito quente. Não vou mentir, mostrando a sequência de suas ações:
    1. Tirar o celular do bolso da camisa.
    2. Desbloqueia-o.
    3. Sobre o aplicativo de clima.
    4. Aponta o dedo para uma nuvem e diz: “Está vendo? Não está tão quente assim!”
    Devo dizer, fiquei chocada! Como alguém que usa fraldas pode controlar um dispositivo móvel com tanta facilidade? © Ashwin Ranganathan / Quora
  • Meu filho de 5 anos adora assistir a desenhos animados. Um dia, seus avós lhe pediram o controle remoto. Ele o estendeu, eles tentaram mudar o canal e o controle remoto não funcionou. Hmm, as pilhas estavam no lugar, só não estava enviando sinal. E meu filho continuou a assistir aos desenhos animados com um sorriso malicioso no rosto. À noite, o pai dele chegou em casa e, mais uma vez, não conseguiu ligar o aparelho. Meu filho veio até mim e disse: “Mamãe, por que você não verifica, talvez as pilhas estejam de cabeça para baixo? E sorriu, satisfeito. Acho que isso foi muito inteligente para uma criança de cinco anos. © Tarannum Bakrolwala Adenwala / Quora
  • Em uma conversa com um menino de 7 anos, eu lhe disse que nunca gostei de aprender sobre história, que estou mais interessado no que acontecerá no futuro. Sem hesitar, ele respondeu: “Como você pode saber para onde está indo se não sabe onde esteve? Isso é bobagem!” E simplesmente foi embora. Profundo. © Paul Doyle / Quora
  • Meu irmão mais novo era bom em desenho e foi colocado em uma classe especial de arte. Em uma das aulas, foi pedido às crianças que desenhassem uma loja de brinquedos. Meu irmão não sabia como desenhar brinquedos diferentes, mas sabia como desenhar uma casa legal. Então, ele desenhou uma casa com uma porta e uma janela. Depois, na janela, desenhou o que sabia desenhar: um ursinho de pelúcia e um carrinho de brinquedo. E então, depois de pensar, desenhou uma placa na porta da casa que dizia: “Fechada”. Quando lhe perguntamos por que estava fechada, ele disse: “Se a porta estivesse aberta, teria que desenhar outros brinquedos também, e não sei como.” © Aravind Sethuraj / Quora
  • Quando minha filha tinha cerca de dois anos de idade, ela viu que havia guloseimas na geladeira e tentou abri-la. Entretanto, seus dedos eram tão pequenos e fracos que ela não conseguiu abrir o eletrodoméstico. Certa manhã, ela viu uma ventosa por perto, pegou-a e colocou-a na porta da geladeira com toda a força que suas mãozinhas conseguiam reunir. E usou a ventosa para abrir a geladeira. Fiquei impressionado. © Joseph Boshoff / Quora
  • Quando minha filha mais velha era uma criança pequena, com cerca de um ano de idade, eu a ensinei a reconhecer objetos. Por exemplo, eu dizia: “Torradeira!” — e ela apontava para onde estava. Em um determinado momento, percebi que ela olhava atentamente para os meus olhos antes de eu fazer a pergunta, descobrindo que eu estava olhando para o objeto antes de pedir que ela me mostrasse onde ele estava. E ela automaticamente apontava para aquela direção sem esperar por uma pergunta. Na casa de seus avós, jogamos esse jogo: eu apontava para diferentes objetos e ela “adivinhava” tudo corretamente. Os adultos ficaram impressionados com o fato de a menina saber tanto. Sim, as crianças são muito mais inteligentes do que pensamos. © Rich Coulombre / Quora

As crianças são realmente incríveis e todas tem um potencial inato pronto para ser descoberto. Fique alerta aos sinais de um pequeno superdotado.

Imagem de capa Anusha Umesh / Quora

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados