10 Filmes da Netflix que vão tirar seu fôlego e te deixar preso no sofá

Curiosidades
há 8 meses

Quantas vezes não nos pegamos em uma discussão sadia com nossos amigos, visando escolher um filme ideal. Em certas ocasiões, entramos em debate com nós mesmo, apenas para selecionar qual longa-metragem vamos assistir naquele momento: comédia, terror ou suspense. Sabemos que desejamos um filme capaz de nos prender no sofá, evitando até piscar para não perder nenhuma cena importante. Assim, mostraremos agora 10 produções da Netflix que vão tirar o seu fôlego.

1. A Garota no Trem

Emily Blunt tem um currículo impressionante, tendo participado de produções aclamadas como O Diabo Veste Prada, Um Lugar SilenciosoA Garota do Trem. Apesar de ter atuado em filmes de grande relevância, nunca recebeu uma indicação ao Oscar. Vale destacar que ela foi indicada ao prêmio do SAG, por sua atuação em O Retorno de Mary Poppins, se tornando a segunda atriz a receber essa premiação sem ser selecionada ao Oscar em seguida.

Emily parece conhecer a fórmula perfeita para criar filmes que nos prendem no sofá, nos deixando sem fôlego com cenas cheias de expectativa. Em A Garota no Trem, disponível na Netflix, vemos a atriz interpretar Rachel, uma mulher que viaja diariamente de trem e sempre observa uma família pela janela. No entanto, sua rotina é abalada quando ela testemunha uma cena chocante, se tornando completamente envolvida no caso.

  • Este é um excelente filme de mistério. Fiquei ansioso por horas, tentando descobrir quem era o bom e o mau. E sim, o final é excelente. Emily Blunt faz um trabalho tão magistral ao interpretar essa mulher e concordo com quem questiona por que ela não foi indicada ao Oscar. Essa é uma boa narrativa e digna de elogios. Não é exagero dizer que A Garota no Trem vem do mesmo molde dos clássicos de Agatha Christie e Alfred Hitchcock© Better_Sith_Than_Sorry/IMDb
  • Emily Blunt dá o show de sua vida, demonstrando um nível de atuação impressionante. A história em si leva tempo para se desenvolver, mas todos os elementos contribuem para a atmosfera e, finalmente, você é presenteado com uma boa quantidade de reviravoltas. Bennett e Ferguson também atuam muito bem, o que contribui para um excelente filme. © liorree/ IMDb

2. Ilha do Medo

Um filme repleto de reviravoltas que prendem qualquer um no sofá é Ilha do Medo, com Leonardo DiCaprio como protagonista, interpretando Teddy Daniels, ao lado de Mark Ruffalo, no papel de Chuck Aule. Inclusive, Ruffalo só conquistou o papel após enviar uma carta de fã ao diretor do filme, Martin Scorsese.

A cada momento da trama somos surpreendidos por uma reviravolta, o que nos impede de ter qualquer certeza sobre o seu desfecho. Diante disso, não há uma cena em que nos permitimos piscar, afinal, não queremos perder nenhum detalhe. Dirigido por Martin Scorsese e disponível na Netflix, o filme retrata a investigação de DiCaprio sobre o desaparecimento de um paciente em um hospital localizado em uma ilha. Conforme a história se desenrola, ele descobre diversos fatos intrigantes, deixando os espectadores em êxtase para descobrir o desfecho.

  • Vi este filme quando foi lançado, mas não conseguia me lembrar o suficiente. Portanto, o revi já sabendo da reviravolta na história, o que tornou a experiência completamente diferente. O final será lembrado no cinema como aquele que demonstrou o quão um roteiro bem escrito pode surpreender o público. Esta é realmente uma produção que merece ser vista duas vezes. © jackgdemoss/IMDb
  • É um dos melhores filmes do diretor Martin Scorsese. Talvez seja o melhor filme estrelado por Leonardo DiCaprio. Honestamente, é um dos maiores filmes da década. Ilha do Medo é simplesmente uma obra-prima. O início do filme sugere um enredo bastante básico de uma história de detetive, talvez um thriller. À medida que o filme avança, tudo se torna cada vez mais complexo, adicionando mais camadas à história. O ritmo é ótimo, tornando o filme cativante. Mesmo com sua complexidade crescente, não é difícil acompanhar os principais pontos da trama. E a reviravolta final é uma das melhores que já vi. © NpMoviez/IMDb

3. Fuja

Fuja é um longa-metragem que estreou diretamente na Netflix e conta com Sarah Paulson em um dos papéis principais. É uma daquelas produções que nos deixam incrédulos com o rumo que toma, pois no início somos conduzidos a um pensamento gradualmente desmontado, à medida que observamos a história sob a perspectiva de Chloe, interpretada por Kiera Allen, outra personagem central da trama. Portanto, é impossível parar de assistir até finalmente compreender o que está acontecendo com essa família, que a princípio parece ser tão amável.

  • É lento no começo, mas à medida que se desenvolve, realmente ganha impulso e termina com um clímax dramático. É preciso suspender algumas convicções, pois grande parte dos eventos que ocorrem no filme são inacreditáveis. Ainda assim, Sarah Paulson está perfeita e este é mais um exemplo de como é uma ótima atriz, ela sabe muito bem como desempenhar seu papel. © Sleepin_Dragon/IMDb
  • Eu queria assistir a uma história de suspense misteriosa e envolvente, e foi exatamente isso que consegui. Há um suspense constante que nos mantém completamente focados no filme. Sarah Paulson e Kiera Allen fizeram um ótimo trabalho interpretando suas personagens. É um longa perfeito para uma boa noite de cinema! © deloudelouvain/IMDb

4. Rastros de um Sequestro

Rastros de um Sequestro é um filme sul-coreano repleto de reviravoltas, o que significa que, ao piscar os olhos, é possível perder algo que vai alterar totalmente a narrativa. O longa-metragem acompanha a família de Yoo-seok, um jovem com problemas de saúde e que usa medicamentos controlados. A trama se desenrola quando seu irmão é sequestrado e retorna dias depois completamente transformado. O que parece ser um enredo simples, logo se desdobra, revelando ser muito mais complexo, seguindo em diversas direções.

  • Talvez o que leia sobre a trama não seja suficiente para atrair a atenção. No entanto, à medida que os minutos passam, o que parecia ser um drama se torna muito mais interessante. A história apresenta reviravoltas surpreendentes e simplesmente não conseguimos parar de assistir. © Emerenciano/IMDb

  • Um suspense dramático, misterioso e engenhoso, além de bem produzido. Muitas vezes nos deixa intrigados e confusos, nos envolvendo em enigmas que tentamos desvendar. Além disso, proporciona sustos intensos e aquela sensação angustiante típica desse gênero. O roteiro é maravilhoso, o desenvolvimento fantástico, tornando-o um excelente filme. © RosanaBotafogo/IMDb

5. A Mulher na Janela

A Mulher na Janela já chama atenção pelo excelente elenco, composto por nomes conhecidos como Amy Adams, no papel principal, Julianne Moore e Gary Oldman. Por isso, quando foi anunciado pela Netflix, causou grande alvoroço. A produção consegue manter o espectador preso até os créditos finais subirem, pois além de descobrir a conclusão, também é necessário compreender quem está realmente certo em meio às informações recebidas durante o filme.

  • As excelentes atuações do elenco de primeira linha em A Mulher na Janela fazem com que assistir a este filme tão esperado valha o tempo investido. Além disso, a cinematografia contribui imensamente, oferecendo uma estrutura de cena única e técnicas de câmera que prestam homenagem a Alfred Hitchcock. © Instant_Palmer/IMDb

  • A história é envolvente, mantendo o espectador na dúvida o tempo todo. O elenco entrega ótimas atuações e a direção é competente. Este é um thriller psicológico de alta qualidade. © garnet-suss/IMDb

6. O Culpado

O Culpado é um filme que comprova não ser necessário grandes produções para ser bem-sucedido. O longa-metragem foi gravado em um único local e tem como destaque o personagem Joe Bayler, interpretado por Jake Gyllenhaal, além da voz ouvida do outro lado da linha telefônica.

Na trama, um detetive da polícia trabalha na central de emergências e recebe diversas ligações. Em uma delas, ele precisa correr contra o tempo, tentando salvar uma mulher em perigo. O filme, produzido pela Netflix, foi filmado em apenas 11 dias, e para Gyllenhaal, essa abordagem de um período curto realmente se encaixou bem.

  • Jake Gyllenhaal mais uma vez prova o quão talentoso é como ator, interpretando Joe Baylor, um operador de telefonia de emergência que enfrenta problemas internos e a aflição do trabalho ao mesmo tempo. Na minha opinião, o filme não seria tão bom sem Gyllenhaal no papel principal. Eu realmente aprecio filmes que se passam em um único local, pois permitem que o espectador se envolva mais com a narrativa, e acredito que o diretor Antoine Fuqua faz um trabalho excelente em manter a tensão focada em um personagem. © Harry_Gleeson/IMDb
  • Antoine Fuqua dirige Jake Gyllenhaal no thriller O Culpado. O filme chama atenção e aumenta o controle ao longo da narrativa, revelando as camadas da história progressivamente. Isso cria uma crescente tensão e expectativa a cada revelação. Apesar de ter apenas 90 minutos, a experiência é satisfatoriamente intensa e, ao final do filme, me vi obrigado a dizer simplesmente: “WOW!”. © Instant_Palmer/IMDb

7. O Poço

O Poço comprova que grandes orçamentos nem sempre são a fórmula do sucesso. O diretor Galder Gaztelu-Urrutia acreditava que o tema de terror distópico seria o suficiente para cativar e atrair o público. E assim foi feito! Para esse filme, o ator Ivan Massagué, que interpreta o personagem Goreng, precisou perder 12 kg. Com isso, a produção precisou ser gravada em ordem cronológica.

Na trama, acompanhamos Goreng, que voluntariamente se submete a uma experiência em uma prisão vertical. Nessa estrutura, uma plataforma de comida desce todos os dias, parando em cada andar por apenas dois minutos. Nos primeiros instantes do filme, já é possível entender sua premissa, todavia, não é tão fácil compreender aonde ela vai dar. Portanto, ficamos presos à poltrona, ansiosos para descobrir o desfecho.

  • É uma premissa extremamente inteligente e interessante. Social e ideologicamente, este filme é um grande triunfo, pois realmente faz você refletir, especialmente nos dias atuais. Além disso, as atuações são excelentes. © Sleepin_Dragon/IMDb
  • A Netflix acertou em cheio com este filme, uma peça inteligente, criativa e distópica do cinema de terror espanhol com algo a dizer, mesmo que não seja completamente original. Se você gostou de Parasita, Nós, Expresso do Amanhã ou outros filmes com temas semelhantes, este é um excelente companheiro. O Poço é tão substancial e envolvente quanto divertido, e nos seus 90 minutos há temas, personagens e reviravoltas interessantes o suficiente para mantê-lo entretido. © TwistedContent/IMDb

8. O Limite da Traição

No começo de O Limite da Traição somos apresentados a um crime, supostamente cometido pela protagonista, e tudo nos leva a acreditar que é verdade. No entanto, ao longo do filme, vamos gradualmente entendendo as verdadeiras motivações e o que realmente aconteceu, e é exatamente isso que nos mantém grudados à poltrona, ansiosos para descobrir o desfecho. A produção, disponível na Netflix, foi filmada em apenas cinco dias e apresenta uma trama repleta de reviravoltas e um final impactante.

  • Cada personagem enfrentou seus próprios desafios, refletindo seu papel na sociedade, e apresentou comportamentos muito relacionáveis, permitindo que cada espectador se envolvesse e se apegasse a eles. O filme apresenta reviravoltas constantes, mantendo o público sempre surpreso. Houve momentos que me pegaram desprevenido. O final foi interessante e repleto de intensidade. © yusufpiskin/IMDb
  • O filme pode ser um pouco lento no começo, com isso, fiquei achando que perderia o interesse, mas aquele final foi ótimo! © akawandie/IMDb

9. Jaula

Jaula é um filme de terror espanhol que rapidamente conquistou uma legião de fãs do gênero. Ele alcançou o quinto lugar no Top 10 de produções mais assistidas da Netflix. A história segue Paula, interpretada por Elena Anaya, e Simón, interpretado por Pablo Molinero, que encontram uma garotinha perdida na estrada. Ela não fala, mas está obcecada por um monstro. Com poucas informações disponíveis, é fácil querer saber mais, nos mantendo grudados na tela, ansiosos para o desfecho ser devidamente explicado.

  • A atriz principal fez um trabalho incrível e a história mantém o suspense intacto até o final. O roteiro ganha ritmo na segunda parte, onde gradualmente todas as suas perguntas começam a ser respondidas. Alguns podem argumentar que o final foi um pouco exagerado, mas para mim se encaixou bem, proporcionando a descarga de adrenalina esperada em um thriller. © soniachbiz/IMDb
  • Bem, este filme foi uma agradável surpresa. Estava passando pela Netflix e apareceu essa sugestão. Entrei sem saber nada sobre, mas me manteve fascinado e o enredo foi muito bom, com uma atuação decente. © rshuckburgh/IMDb

10. Justiceiras

Justiceiras é aquele tipo de filme que você começa a assistir e acredita que já sabe como a história vai se desenrolar. Afinal, parece ser uma trama inspirada nos longas produzidos no final dos anos 1990 e início de 2000, algo semelhante a Meninas Malvadas e As Patricinhas de Beverly Hills. Todavia, com um elenco talentoso e um roteiro cativante, a produção consegue manter sua atenção na tela.

No entanto, é o plot twist inesperado que realmente anima e mantém todos curiosos para descobrir o que acontecerá em seguida. Apesar das aparências, essa produção da Netflix quebra expectativas e consegue surpreender muitas pessoas.

  • Não esperava muito dos filmes adolescentes da Netflix, mas esse superou minhas expectativas. O longa-metragem de Justiceiras foi muito agradável e apresentou diversas surpresas em termos de enredo. Definitivamente, o filme está um passo à frente de muitos outros filmes do streaming. Houve momentos em que revirei os olhos e pensei que estava seguindo por um caminho bobo, porém, em seguida, tomou uma nova direção, mantendo as coisas interessantes. © insaneular-21186/IMDb
  • Esta produção brinca com o fato de que o público está familiarizado com filmes envolvendo adolescentes e garotas malvadas, e brinca com isso de maneira muito competente. Então, quando as coisas parecem simples, Justiceiras nos surpreende com uma reviravolta e, no final, nos entrega algo satisfatório. © Sarah423/IMDb

Listas de filmes podem ser ideais para aqueles que nunca têm ideia do que assistir ou sugerir em uma conversa com os amigos. Portanto, quando o tema são relacionamentos, não custa nada dar uma olhada e se aventurar.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados