Incrível
Incrível

10 Momentos pouco agradáveis vivenciados por atores de “Game of Thrones”

A HBO anunciou que “Game of Thrones” é o projeto de maior sucesso desde que o canal foi lançado: cada episódio foi reproduzido quase 20 milhões de vezes. A boa aceitação da produção não apenas proporcionou uma trama intrigante, em que até mesmo personagens importantes morreram inesperadamente, mas também ótimas atuações. Os atores envolvidos deram o melhor de si nos sets de gravação, mesmo quando precisavam fazer coisas desagradáveis em nome de seus personagens.

O Incrível.club resolveu observar a história sob um ângulo diferente e descobrir a quais sacrifícios os atores precisaram se submeter. Spoiler: os bônus ao fim deste post servirão para dar uma boa animada.

Kit Harington revelou o destino de Jon Snow para se safar de uma multa por excesso de velocidade

O intérprete do papel de Jon Snow “entregou” detalhes do destino de seu personagem a um policial que queria multá-lo por excesso de velocidade. O agente da lei parou o carro de Harington e disse: “Ou você paga a multa ou conta o que irá acontecer com Jon Snow”. O ator precisou dizer a verdade: “Estarei vivo na próxima temporada”. Pensativo, o policial respondeu: “Pode passar, Lorde Comandante”.

Sophie Turner passou dois anos sem lavar o cabelo

A atriz que deu vida a Sansa Stark se viu obrigada a sacrificar a higiene pessoal em nome do trabalho. Assim como muitos atores do sexo masculino, ela precisou reduzir drasticamente o uso de shampoo por quase dois anos, pois, nas cenas posteriores à fuga de Winterfell, precisava parecer naturalmente descuidada.

Em uma entrevista, a atriz admitiu: “Na quinta temporada, me pediram que eu parasse de lavar o cabelo, e foi realmente nojento. Depois, passei a usar peruca e pude fazer o que quisesse no cabelo. Mas sim, vivi com o cabelo muito oleoso durante alguns anos”.

Maisie Williams caiu de um cavalo

Dando risadas, a intérprete do papel de Arya Stark lembra uma de suas primeiras cenas de montaria. Os atores ensaiavam com cavalos islandeses, que eram do tamanho de um pônei. Contudo, isso não salvou a equipe de alguns percalços.

Um dia, a atriz desceu de forma errada do cavalo e se enroscou nas rédeas. “No fim das contas, saltei sobre uma perna, já que a outra estava presa em algum lugar perto da minha orelha”. Nesse momento, Maisie disse: “Ah, que ótimo! Parece que a atriz não precisa fingir muito sobre a personalidade de sua heroína”.

Jerome Flynn quase se envenenou com vapores de óleo diesel

O ator por trás do papel de Bronn sofreu durante a cena de batalha com dragões. O diretor de fotografia, Robert McLachlan, usou óleo diesel para produzir uma fumaça escura. Jerome Flynn precisou ficar no meio do fogo por muito tempo. E enquanto outros atores podiam usar máscaras para se proteger da fumaça, ele não tinha essa escolha. Talvez tenha sido por isso que conseguiu se mostrar incomodado de uma maneira tão natural, já que chegou perto de se intoxicar.

O ator comentou também que até seu carteiro passou a odiá-lo depois de ele ter atirado contra um dragão de Daenerys.

Gwendoline Christie teve uma cena com um urso vivo

A cena em que Brienne de Tarth se encontra com um urso não é fruto de efeitos especiais. Segundo a atriz, o urso chamado Barth Jr. é um ator experiente, que já tinha participado de outras produções antes de “Game of Thrones”.

Durante a gravação da cena, a atriz ficou separada do urso apenas por uma cerca elétrica bem baixa. Entre as tomadas, o animal era alimentado com a ajuda de uma espécie de frigideira com cabo longo. De acordo com a equipe, a estratégia foi adotada “para que ele não devorasse a atriz”. “Por que você acha que eu parecia tão assustada?”, disse Christie ao relembrar a experiência.

Lena Headey lidou com o ódio dos telespectadores

Segundo a atriz que deu vida a Cersei Lannister, o público odiava tanto sua personagem que o ódio foi transmitido a ela na vida real. Por exemplo, uma enfermeira que ajudou a atriz a amamentar seu segundo filho disse: “Vergonha!”, em referência à famosa cena da exposição pública. Porém, Lena encara tudo isso como um sinal de que realizou bem seu trabalho.

Iwan Rheon foi atingido no rosto várias vezes

O intérprete de Ramsay Snow, mais tarde chamado de Bolton, foi atingido no rosto por Kit Harington em várias ocasiões. Durante as filmagens da luta entre os bastardos, Jon Snow se empolgou um pouco e deu uma bela pancada em seu companheiro de elenco. Segundo Harington, Rheon levou na esportiva. Porém, não deve ser nada fácil ter o rosto atingido durante o trabalho.

Emilia Clarke teve náuseas durante a cena em que comeu um coração

Ao viver Daenerys Targaryen, a atriz admitiu que tal cena não foi nada fácil para ela. Durante as filmagens, ela precisou comer 28 “corações de cavalo” feitos de geleia de frutas silvestres. Segundo Emilia Clarke, o gosto lembrava macarrão seco e água sanitária. Ela tinha sempre um balde por perto, caso não conseguisse suportar a ânsia de vômito.

Castle Black era realmente desagradável

O cenógrafo Richard Roberts fez um grande esforço para criar o espaço do Castle Black. Segundo sua ideia, o local precisava parecer “sujo, áspero, frio e o mais desagradável possível”. Para criar tal ambiente, ele pediu que pendurassem carne crua e trouxessem porcos vivos. Os atores dizem que o castelo não apenas parecia sujo: era sujo mesmo. “Porém, era para ser assim mesmo, então ficamos felizes”, afirmou Roberts. Porém, não se sabe se os atores concordam com ele.

Bônus N° 1: Sean Bean jogou futebol com a própria cabeça

Não foi a primeira vez em que o ator que interpretou Ned Stark “morreu” na tela. E ele encara esse tipo de cena com um saudável e cínico humor. O ator não demorou para encontrar uma utilidade peculiar para a réplica de sua cabeça: usou-a como bola para jogar futebol com a equipe de filmagem. Se os fãs tivessem visto isso acontecer, certamente não teriam sofrido tanto com a morte do querido personagem.

Bônus N° 2: Sophie Turner levou para casa o cachorro que interpretou Dama

Claro que, durante as filmagens de “Game of Thrones”, os atores também acumularam boas histórias. Por exemplo, a cachorra chamada Zunny, que interpretou Dama na trama dos Lannisters, encontrou uma família amorosa fora do set. Sophie Turner, cuja personagem era a dona de Dama na série, adotou o animal na vida real. Ela compartilhou sua alegria com o autor dos livros que deram origem à trama, George Martin, e ele contou para todo mundo.

Qual das histórias acima te deixou mais surpreso? Comente!

Imagem de capa Game of Thrones / HBO
Incrível/Curiosidades/10 Momentos pouco agradáveis vivenciados por atores de “Game of Thrones”
Compartilhar este artigo