Incrível

17 Segredos sobre as calças jeans revelados por blogueiros de moda

Talvez não haja roupa mais popular, conhecida e querida do que as calças jeans. E sua fama não faz com que essa peça seja praticamente universal, já que ela nunca sai de moda. Quase todo o mundo tem no guarda-roupa pelo menos um jeans. Somente nos Estados Unidos, as vendas anuais dessas peças superam as 450 milhões de unidades!

Muito em função da praticidade dos jeans, a maioria das pessoas busca que eles também sejam bonitos, confortáveis e que marquem tudo o que for preciso para evidenciar o melhor do seu corpo. O Incrível.club encontrou nos blogs de moda alguns conselhos que ajudarão você a escolher as calças perfeitas para seu gosto e tipo físico.

Cor

As cores escuras diminuem e as claras aumentam visualmente o volume do corpo. Esse é um dos argumentos mais comuns que você ouvirá sobre as cores das roupas. Mas, na verdade, boa parte depende do modelo de jeans e do tipo de silhueta de cada um. Você pode usar calças de qualquer cor sempre que quiser.

  • É muito mais lógico dividir as cores das calças jeans atendendo a temporada. Preto, índigo, cores ricas e sofisticadas: qualquer calça escura vai bem com o estilo mais “abrigado”, já que se adapta perfeitamente aos conjuntos de inverno e outono. As cores azul claro, branco e cores puras são indispensáveis para criar conjuntos de primavera-verão. A calça azul vai mais além do tempo, o espaço e do evento.
  • Os jeans desgastados funcionam da mesma maneira que o iluminador de maquiagem: aumentam visualmente a imagem, ressaltando a zona mais clara. Portanto, podem jogar tanto a favor quanto contra. Por exemplo, podem adicionar um volume não desejado na zona dos quadris.

O corte

Em geral, a escolha do corte de calças jeans está associada com a sua estatura e também com as proporções do seu corpo.

  • Meça o comprimento de suas pernas (desde a parte saliente da lateral da pélvis até o calcanhar): se equivale, aproximadamente, à metade de sua altura, é melhor escolher modelos que alonguem visualmente as pernas.

Muito já foi dito sobre os tipos físicos. Portanto, não perderemos tempo com isso neste post (já falamos, por exemplo, aquiaqui), mas vamos citar alguns estilos de calças universais que são adequados para quase todo o mundo, sobretudo, para aqueles que são preguiçosos ou não têm tempo de se preocupar por estudar a classificação de diferentes modelos.

  • Clássicos: jeans de cintura média, bem colocados na zona dos quadris mas sem pregas, com pernas retas. O clássico é clássico porque praticamente não tem inconvenientes, estampas, acessórios ou outros detalhes que modifiquem o modelo prático.
  • Mom jeans: são calças de cintura alta que dão bastante liberdade na zona dos quadris, com pernas ligeiramente estreitas na parte de baixo. Falando aqui sobre a importância da altura da cintura: os mom jeans de cintura baixa são um pouco diferentes e chamados de boyfriend. Falaremos mais deles a seguir.

Falaremos agora de algumas contraindicações de certos modelos:

  • Skinny: é o modelo mais ajustado na zona dos quadris e nas pernas. Aqueles escolhidos incorretamente podem encurtar as pernas, dando centímetros adicionais na cintura e distorcendo a imagem.
  • Boyfriend: são o tipo de jeans que menos de adapta a qualquer tipo físico, já que sempre encurta as pernas. Por isso, conclui-se o seguinte: elas vestem melhor somente em determinados tipos físicos, pois têm um corte bem solto e uma cintura baixa.

Detalhes das costuras

Você já passou pela situação de ter duas calças jeans muito parecidas e, por algum motivo, uma delas é muito desconfortável e você não entende o porquê, já que as duas são praticamente iguais? Pois isso é muito mais comum do que imaginamos; o problema é que esquecemos que, como se diz por aí, o diabo se esconde nos detalhes...

  • Por exemplo, ao escolher um jeans com cintura alta, você deve prestar atenção na distância da costura da virilha até a borda inferior do zíper: não deve estar acima dos 7-9 centímetros. Se essa distância é muito ampla, fica parecendo que as calças estão mais acima do que deveriam.

  • Igualmente importante é a distância entre a costura debaixo dos glúteos e a borda inferior dos bolsos traseiros. Se é muito grande (a partir de 10 cm ou mais), os bolsos vão aparecer em cima dos glúteos, parecendo levantados demais.
  • E, se os bolsos forem costurados muito em um ponto muito baixo e sua borda inferior estiver quase na mesma altura da virilha, visualmente os glúteos acabam ficando mais abaixo, deixando-os planos e sem forma.
  • A costura da parte de trás das calças é o detalhe responsável por um bom ajuste de suas calças ao seu corpo e, certamente, quanto mais detalhada for a costura, melhor será o ajuste. No entanto, às vezes, nos modelos mais econômicos, as costuras são falsas (são decorativas, e não fazem o trabalho realmente de fortalecer e ajustar o jeans). Por isso, as calças sem esse reforço tendem a “escorregar” para baixo e formar sobras, dando o aspecto de que ele não está moldado ao seu tipo físico.

Mais detalhes...

Há alguns pequenos detalhes que não deixarão você errar na hora de comprar suas calças:

  • Etiqueta interior: Não deveria ter manchas de tinta: se os jeans deixaram sua cor na etiqueta, então possivelmente deixarão também a tinta na sua pele ou em outras peças de roupas, principalmente na hora da lavagem.
  • Largura da cintura: Existem sites que indicam, dependendo de suas medidas, que tipos de jeans combinam mais com seu tipo físico, levando em consideração a largura de sua cintura. Na loja, experimente a peça e veja se ela não fica muito apertada na cintura ou se não escorrega. Para isso, abaixe-se no provador e veja se não ficou larga demais ou muito apertada a ponto de escorregar ou machucar.
  • Explorar a loja: Não se limite a modelos básicos e aqueles ditos “exclusivamente” para público feminino e masculino. Muitas mulheres já descobriram que, às vezes, podem encontrar a calça perfeita na seção masculina. E a escolha do tamanho varia por conta de gostos e preferências pessoais, já que a moda oversize permite muitas combinações.
  • Compras online: Escolher um novo modelo para você de jeans através da Internet não é precisamente a melhor ideia. Primeiro que você pode errar no tamanho e, depois, os jeans são peças que precisam de um ajuste mais certeiro. Portanto, nas lojas virtuais, é melhor comprar calças que você já conhece e experimentar em pontos de venda físicos.
  • Os cintos: Nem todas as calças jeans precisam de cintos. Mas, por exemplo, os de cintura baixa tendem a baixar em um determinado movimento. Portanto, o melhor é usar um cinto para não precisar subir as calças com as mãos a todo o momento.
  • E, se você escolheu calças com uma cintura alta e quer dar mais molde à elas, não pegue o primeiro cinto que tenha visto pela frente: coloque-o com a peça em questão e veja como fica. Roubou a elegância do visual? Se sim, o cinto não é necessário. Alguns cintos muito grossos, por exemplo, acabam deixando o look grotesco ou acabam remodelando seu corpo.

Você tem seus próprios segredos para a escolha de calças jeans? De quais modelos você gosta mais e quais os que menos lhe agradam? Compartilhe conosco sua opinião nos comentários!