Internautas compartilharam conselhos valiosos que receberam dos seus terapeutas sobre como lidar com um dia ruim

No estresse do cotidiano, muitas vezes perdemos o contato com nós mesmos e esquecemos de nossa essência, adquirindo muitos medos e inseguranças infundados. Por mais que algumas pessoas consigam se equilibrar no limite emocional, às vezes apenas uma conversa com um terapeuta é capaz de nos tirar de uma crise de ansiedade e organizar nossas emoções de uma maneira saudável.

Lendo algumas postagens de internautas sobre as lições de vida que aprenderam em sessões com seus psicólogos, nós, do Incrível.club, decidimos reunir alguns conselhos e compartilhá-los com você. Mas lembre-se, nada substitui o acompanhamento com um profissional adequado. Confira!

  • Meu terapeuta é um homem adulto de meia-idade. Uma vez ele me perguntou: “Você já leu Harry Potter?”
    Fiquei surpreso: “Sim”
    Então ele disse: “Bem, trate seus medos como os bichos-papões. Pense em momentos felizes, algo engraçado. E então olhe diretamente para esses pensamentos e grite: ‘RIDDIKULUS!’ Não os alimente. Não tenha medo. E eles vão desaparecer.” E tem funcionado para mim. Realmente. Como um tipo de mágica. © kasnas / Tumblr
  • Ao conhecer pessoas novas, não pense nisso como uma tentativa de fazê-las gostarem de você — encare como uma tentativa de ver se você vai gostar delas. Em vez de se concentrar no que elas devem estar pensando a seu respeito, concentre-se no que pensa sobre elas. Mudou minha vida. © Sailboatsail / Twitter
  • Meu terapeuta me disse: “Se você não se amar, ficará preso seguindo pessoas que também não o amarão” e isso quase me deu um ataque cardíaco. © giitering / Twitter
  • A raiva é a dor fingindo ser poderosa. Por trás de cada reclamação há um desejo. Diga o que deseja. O cérebro é como um campo de trigo. Os caminhos antigos são gastos e fáceis de trilhar. Você tem de escolher um novo repetidas vezes antes que ele se torne fácil de trilhar. © CatherineLynneW / Twitter
  • Evite usar a palavra “deveria”. É muito mais fácil cair na pressão e se autossabotar. Redefina e reformule a frase. Em vez de “eu deveria me exercitar”, diga “eu gosto de como me sinto depois de me exercitar”. Em vez de “deveria lavar roupa”, use “eu gosto das minhas roupas limpas”. © kappatau314 / Twitter
  • Os conselhos que o psiquiatra deu para a minha avó quando ela tinha 56 anos:
    1. “Compre pratos baratos e quebre-os quando estiver se sentindo mal”.
    2. “Aprenda a dizer não e não se sentir culpada por isso”.
    3. “Compre algo aleatório para você de vez em quando, como um chapéu novo, por exemplo”.
    4. “Nunca mais faça algo que não queira fazer”. © meefling / Tumblr
  • Meu mentor me perguntou: “Você seria amiga de uma pessoa que falasse com você da maneira como você fala consigo mesma?” Fiquei pensativa por 30 minutos. © javaughnsyw / Twitter
  • Meu professor de psicologia disse o seguinte: “Quando você se apaixona por alguém, não se interessa por mais ninguém. Se não for assim, então não está apaixonado” e acho que todo mundo precisa ouvir isso. © kimberlypalumbo / Twitter
  • Durante a sessão de hoje, meu terapeuta fez uma declaração que mudou minha vida. “Você não precisa ter grandes esperanças para o futuro, só precisa estar curioso sobre o que está por vir”. Não consigo descrever o quanto essa frase abriu meus olhos. © bellebakesnoms / Twitter
  • Às vezes estou supercansada às 19h30, mas me forço a ficar acordada até um pouco mais tarde para poder dormir no horário “normal” e então fico ainda mais exausta e me sentindo cansada no dia seguinte. Meu terapeuta disse que se estou cansada às 19h30, posso apenas... ir dormir. E isso mudou minha vida. © LiaSeth / Twitter
  • Meu terapeuta disse: “Você estar viva é o suficiente. Não precisa fazer nada para merecer amor e felicidade. Sua mera existência significa que você tem o direito de valorizar a si mesma”. Não sei se isso será útil para você, mas eu definitivamente precisava ouvir isso. © malyelff / Twitter
  • Sua criança interior não é apenas sua alegria interior. Também é raiva, dor, aquela sua parte que grita alto. Como você conversaria com uma criança sobre a dor dela? Como mostraria seu afeto e a ajudaria a entender o que está se passando? Trate a si mesmo com o mesmo carinho. © kendrawcandraw / Twitter
  • Meu terapeuta: “Se você tivesse câncer, se culparia por tê-lo?”
    Eu: “Não”.
    Meu terapeuta: “Então por que está se culpando por estar com depressão? Seja gentil consigo mesmo”. © mickeyblowsyourmind / Tumblr
  • A melhor coisa que meu terapeuta já me disse é que a sociedade não precisa ser aquela que define meus horários. Posso tomar café da manhã às 11h da manhã e ir dormir à 1h da madrugada, porque não existe um molde correto para se encaixar, apenas encontre o que funciona melhor para você. © _sputnik1 / Twitter
  • Minha terapeuta me disse algo significativo ontem: “É importante lembrar que quando você está deprimido, tem que se cuidar e ser mais gentil consigo mesmo. Assim como um atleta que quebrou o tornozelo não se forçaria a correr depois de se machucar. Ele vai descansar enquanto se cura e não pensar ’eu sou um atleta fracassado’, mas sim ’agora não estou em condições, então cuidarei de mim mesmo até que esteja pronto’. Assim como um osso quebrado, a depressão pode mudar a maneira como sua vida diária se desenrola, e se forçar demais e ficar frustrado quando não se sente melhor é como tentar correr com o tornozelo quebrado e ficar decepcionado por ele não cicatrizar.” © jellie-bells / Tumblr
  • Um dos melhores conselhos que já recebi: “não aceite críticas de pessoas a quem você nunca pediria conselhos”. © abbyhonold / Twitter

Qual o melhor conselho que seu terapeuta já lhe deu? Compartilhe com a gente na seção de comentários.

Imagem de capa kasnas / Tumblr
Compartilhar este artigo