Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Modelos que dão uma lição de vida e mostram que a beleza está justamente nas diferenças

As indústrias da moda, beleza e do entretenimento sempre ditaram e influenciaram profundamente os padrões de beleza que a maioria das mulheres busca, mas que muitas vezes é algo inalcançável e um processo que traz sofrimentos para quem não se encaixa nesse perfil de corpo, de mulher ideal. Mas, então, será que não há espaço para o diferente?

Ainda bem que, mesmo que aos poucos, essa história vem mudando e não somente o mercado, mas a sociedade em geral tem encarado o diverso com outros olhos e mostrado que há sim espaço para todo mundo, e que ser diferente é normal e belo.

Por isso, o Incrível.club reuniu uma lista de modelos mulheres que superaram dificuldades e hoje esbanjam autoestima e aceitação. Confira!

17. Carolinne Prates

Carolinne Prates é uma das promessas brasileiras para o mercado mundial da moda. E você pode estar se perguntando por qual razão ela está na lista... mas a verdade é que modelos com traços indígenas ainda não são tão comuns nas passarelas, mas de uns tempos pra cá temos observado uma diversidade muito maior (ainda bem, não é?).

16. Winnie Harlow

A modelo canadense, que possui vitiligo, sofreu bullying durante a infância, mas com o passar dos anos aprendeu a lidar com a situação e conseguiu superar esses momentos. Ganhou destaque após participar do America’s Next Top Model e hoje desfila para grandes marcas.

15. Therese Hansson

A modelo sueca descobriu ainda na adolescência que sofria de Alopecia (queda de cabelo), o que a levou a calvície. Demorou algum tempo para que ela assumisse a careca, mas ao fazer isso se sentiu livre e conquistou o mercado da moda!

14. Ju Romano

A influencer digital vive postando dicas de moda e beleza, além de reflexões. Ela aprendeu a se aceitar como é e incentiva outras mulheres a fazerem o mesmo.

13. Paola Antonini

A apresentadora e modelo perdeu a perna em um acidente de carro, em 2014, mas superou todas as adversidades e hoje esbanja alegria, autoestima e positividade.

12. Irmãs Mara, Lara e Sheila

Gente, não há como não se derreter por essas irmãs! Enquanto Lara e Mara são albinas, Sheila, a irmã mais velha, não apresenta a condição. As 3 despontaram para o mundo da moda após a realização de um ensaio fotográfico feito justamente para mostrar o quanto a diversidade é algo encantador.

11. Maeva Giani Marshall

A modelo franco-americana sofreu um derrame quando tinha apenas 20 anos. Um dos remédios para o tratamento levou a uma reação alérgica, que combinada a exposição à luz solar, desenvolveu um problema de pele: queimaduras de segundo grau. Ou seja, suas “sardas” são na verdade decorrentes disso. Maeva ainda ficou 8 meses em uma cadeira de rodas até conseguir andar novamente. Após a sua recuperação, logo foi chamada por uma agência de modelos. Uma volta por cima e tanto, não?

10. Thando Hopa

A modelo africana realmente marcou o mundo da moda! Foi a primeira mulher albina a estampar uma capa da Vogue. E ainda tem uma forte atuação como ativista na defesa da inclusão.

9. Yasmim Stevam

A modelo paulistana e proprietária do Brechó no Fundinho já sofreu muito preconceito por ser negra e também pelos seus cabelos, mas hoje em dia ela dá um show de reconhecimento e aceitação das suas raízes.

8. Mariana Mendes

A modelo mineira que tem uma pinta de nascença no rosto já deu entrevistas falando que nunca se incomodou com a marca no seu rosto e que, sinceramente, não lembra de ter sofrido bullying na escola. Para ela, a pinta de nascença é o que a deixa mais bela.

7. Nyma Tang

A modelo sudanesa se destaca pela linda tonalidade superescura da sua pele, característica que ainda não é tão comum no mundo da moda! Ela ainda tem um canal de sucesso no YouTube onde dá dicas de beleza.

6. Harnaam Kaur

Essa modelo indiana possui uma característica bem peculiar: um transtorno hormonal que resulta no crescimento de barba. Tudo começou na adolescência, o que resultou em várias situações de bullying e, com o passar do tempo, fez com ela chegasse a pensar em cometer suicídio. No entanto, logo depois desse episódio, ela entrou em um processo de aceitação e conseguiu dar a volta por cima. Sua estreia como modelo foi nas passarelas de Londres.

5. Jillian Mercado

A modelo que sofre de distrofia muscular e é cadeirante já atuou em campanhas da Diesel e certamente é um exemplo para muita gente!

4. Barbie Ferreira

A modelo e atriz plus size meio brasileira, atualmente é estrela da série Euphoria, da HBO. Para ela, o mais importante é que as mulheres se aceitem como são e não tentem se encaixar no padrão que lhes é imposto.

3. Sofia Hadjipanteli

A modelo foi a responsável pelo movimento monocelha e já chegou a receber até ameaças de morte pela Internet devido a sua aparência exótica, mas ela não se importa com o que os outros pensam e é bem resolvida com a sua autoestima.

2. Cris Paladino

A modelo brasileira vê o momento em que decidiu raspar a cabeça como um divisor de águas na sua vida pessoal e profissional. Desde que optou por ousar no visual, tem feito diversas campanhas publicitárias. E os looks que ela posta no Instagram são de arrasar!

1. Barbarhat Sueyassu

A psicóloga e modelo paranaense possui vitiligo e sofreu bastante com bullying durante a infância, mas todos os obstáculos encontrados no meio do caminho a fortaleceram. Hoje, ela lida muito bem com a sua condição e vê nisso algo de especial. Além disso, ela ajuda outras pessoas a se aceitarem como são.

E você, o que acha dessas mudanças que vêm acontecendo aos poucos? Você se importa com os padrões de beleza e busca se adequar a eles ou aceita que todos somos diversos? Comente!