Incrível
Incrível

18 Histórias de crianças que chegaram ao mundo já causando muitas risadas

O momento do parto desperta todo tipo de sensações e emoções nos pais. E todo aquele nervosismo com a chegada do bebê pode perfeitamente virar um episódio bem-humorado de uma hora para outra. É quando o momento acaba sendo relembrado com sorrisos pelos mais diferentes motivos. No fim das contas, o importante é ser feliz, mais ainda quando a felicidade já começa na hora do nascimento de uma nova vida.

O Incrível.club reuniu relatos divertidos de nossos seguidores no Facebook. Nessas histórias, os internautas contam como conseguiram fazer dos momentos de tensão uma das experiências mais divertidas de suas existências.

  • A enfermeira me apresentou à minha primeira filha, dizendo: “Olhe que linda, é sua filha”. E eu só consegui dizer: “É igual a qualquer bebê”. Imagino que eu ainda estava zonza da anestesia. © Laura Courlaender / Facebook
  • Quando minha filha caçula nasceu e a vi pela primeira vez, eu disse: “Aff, parece com o pai”. A médica, preocupada, perguntou se a criança não deveria parecer com ele. Talvez ela tenha imaginado que eu fui infiel. © Yasmin Lopez / Facebook
  • 24 horas de parto, já na maca para parir, meu marido dizendo que eu era forte, corajosa, e que daria conta daquilo (suponho que fosse para me animar, pois eu estava esgotada). Ele repetiu as falas pelo menos umas dez vezes no intervalo de um minuto, então eu disse: “por favor, cale a boca!”. A enfermeira perguntou o que eu tinha dito, e ele respondeu que eu havia dito que estava doendo muito. © Karla Romero / Facebook
  • Quando tive meu quinto filho, morava no campo, e meu marido saiu para buscar alguém que me levasse à cidade. Eu esperava na frente de casa quando passou uma camionete. Fiz sinal, com a mão na barriga. Um jovem desceu dizendo que poderia me atender, pois era veterinário. “Sim, só que eu não sou uma vaca”, falei. Ele disse que, ainda assim, poderia me ajudar, mas que se a criança fosse menino, deveria se chamar Fernando. E assim aconteceu. Tive um parto divino. Quando meu marido voltou, não entendeu nada. © Teresa Ortiz / Facebook
  • Meu marido acompanhou o parto, nervoso e preocupado comigo. Quando, enfim, o bebê nasceu , o médico falou: “Venha, papai, corte o cordão umbilical”. E ele respondeu: “Corte o senhor, doutor, que sabe como fazer”. Até hoje, ele se arrepende por não ter cortado. © Marina Romero / Facebook
  • Quando começaram a cesárea para que meu terceiro bebê nascesse, ouvi as enfermeiras dizendo que estava pálido, que ia desmaiar. Estavam falando do meu marido, que não aguentou tanta pressão. As enfermeiras estavam mais preocupadas com ele do que comigo. © Mitsuko Yotsumoto / Facebook
  • Quando fui ter meu primeiro filho, meu pai me acompanhou. Me levaram correndo à sala de parto e, enquanto esperávamos o médico, eu e meu pai percebemos que as enfermeiras nos olhavam, conversando entre si bem baixinho... Só quando me referi a ele como “pai”, uma enfermeira suspirou e disse: “Pai? É seu pai ou pai do bebê?”. Elas estavam mais preocupadas com o parentesco entre eu e meu pai do que com meu filho, que estava nascendo sem que o médico chegasse... © Vane Anzalone / Facebook
  • Minha cesárea foi tão tranquila que conversei com os médicos o tempo todo, e acabei perguntando a eles quando poderia voltar a frequentar a academia. © Ines Cevallos Cohello / Facebook
  • Após 36 horas de contrações, fui levada à sala de parto. De tanta força que fiz, senti cãibra na perna, e me peguei rindo e quase chorando ao mesmo tempo. O médico, muito assustado, me perguntou: “o que há de errado?”. Contei o que estava sentindo, e ele massageou a parte da minha perna que estava com cãibra. © Jessikita Quintanilla / Facebook
  • Eu estava deitada, esperando entrar para a cirurgia. Senti muita vontade de ir ao banheiro, e como era hora da troca de turno, não tinha ninguém para me acompanhar. Levantei e caminhei como consegui. Estava sem óculos, então demorei muito até encontrar o banheiro. Quando voltei, todos estavam como loucos me procurando. © Monica Mendezz / Facebook
  • Minha irmã mais nova me acompanhou em meu parto. Quando a parteira me pediu para empurrar na contração seguinte para que o bebê nascesse, olhei para ela e disse: “Ainda não, não tenho forças”. A parteira me disse: “Sim, agora sim.” Minha irmã olhou para ela e disse: “Ela só vai fazer isso quando bem quiser... você não faz ideia de como minha irmã é.” Depois de duas contrações, gritei: “Sim, agora!” Minha irmã deu risada e disse à parteira: “Eu avisei.” © Vane Anzalone / Facebook
  • Sou médica e entrei em trabalho de parto com a mesma equipe de médicos e enfermeiras com que trabalhei na residência, então todos eram conhecidos. E os médicos tinham sido meus professores. Tinha só um novo que eu não conhecia. Quando meu bebê estava para sair, o médico novo começou a se preparar, e eu falei: “Não! Você não! Deixe a enfermeira fazer, pois ela faz direito”. A enfermeira me disse: “Ele também é bom”, e demos risada. No fim das contas, ele fez um bom trabalho e todos me trataram com carinho. © Elianet Díaz Leyva / Facebook
  • Quando minha bolsa estourou, eu disse ao meu marido, toda nervosa: “Corre, porque está vindo”. Ele, literalmente, saiu correndo. © Dailen Benitez / Facebook
  • Depois de parir, quando a médica estava para ir embora, perguntou se eu não queria nada (imagino que para a dor). O que me veio à mente foi pedir uma Coca-Cola (passei muitas horas em trabalho de parto suando feito um porco). © Yasmin Lopez / Facebook

Qual foi a coisa mais engraçada ou surpreendente que te aconteceu no momento de um parto? Deixe um comentário com a sua própria história!

Incrível/Mulher/18 Histórias de crianças que chegaram ao mundo já causando muitas risadas
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos