Incrível
Incrível

“Nunca mais vou me casar”, disse Drew Barrymore, e como pode ser difícil conhecer alguém sendo mãe solo

Muitas vezes, acreditamos que as estrelas de Hollywood têm problemas muito diferentes do restante das pessoas, mas, na realidade, há muitos pontos em comum. Ser mãe solo, coordenar o tempo entre a família e o namoro e apresentar alguém novo para as crianças são algumas das situações pelas quais quase todas as mulheres passam. E a atriz Drew Barrymore falou sobre isso em uma entrevista para a CBS.

Não é tão comum ver uma personalidade famosa sendo honesta e falando sobre as coisas que a afetam em sua vida privada, e é por isso que no Incrível.club achamos que se tratava de uma história digna de ser contada, pois, mesmo para as famosas, a maternidade às vezes não é nada fácil.

Criar duas meninas e tentar namorar

“Não sei namorar sendo mãe”, confessou Drew Barrymore chorando, em uma entrevista íntima para Bobby Berk. A atriz, de 46 anos, se abriu e se predispôs a falar sobre as particularidades da sua vida como mãe solo de duas meninas pequenas. “Demorei quatro anos para voltar a namorar, as pessoas têm processos diferentes”.

O tempo necessário para confiar em alguém novamente

Nos últimos dois anos, Barrymore voltou ao processo de querer conhecer alguém, e uma das coisas mais difíceis para ela, segundo diz, é a hora de apresentar o namorado para as filhas, Olive e Frankie. “Acho que teria de estar há muito tempo conhecendo alguém, antes de apresentar às minhas filhas”, disse, demonstrando emoção.

O segredo para ter um bom relacionamento com o pai de suas filhas

Drew foi casada de 2012 a 2016 com o consultor de arte Will Kopelman, com quem teve suas duas filhas. Para ele, a história foi muito diferente, pois, após o divórcio, se casou novamente. “O pai das minhas filhas é casado com uma mulher maravilhosa, elas têm uma madrasta extraordinária”, disse a atriz, aludindo ao seu bom relacionamento com o ex-marido.

A atriz, referindo-se à forma como cada um viveu seu processo pós-separação, disse que “ele ocupa um lugar muito funcional, completo, e é algo que acontece”, enquanto ela optou por ficar à margem, num “purgatório honroso e bonito”, por escolha própria e porque, durante os primeiros anos divorciada, não estava pronta para conhecer alguém novamente.

Falar em voz alta é o primeiro passo

Suas lágrimas ao falar sobre o quanto é difícil namorar alguém sendo mãe ocorreu porque, até aquele momento, nunca havia expressado esse sentimento. “Não percebi e disse em voz alta que não sei sair com alguém tendo filhas”, confessou, analisando suas declarações, e com isso disse algo que provavelmente está na cabeça de muitas outras mães solo.

Diante dessas palavras, Bobby Berk a conteve dizendo: “Acho que falar em voz alta é o primeiro passo para aprender como é namorar alguém sendo mãe”. Drew assentiu e ele continuou: “Você pensa sobre isso e se preocupa com essas coisas, porque você é uma mãe incrível, não se questione”.

Primeiro seu lugar como mãe, depois, todo o resto

A atriz já tinha falado em outro momento que a realidade é muito mais importante do que seus sonhos ou suas idealizações e que é muito importante “validar uma realidade positiva para as crianças sobre suas circunstâncias”.

Quanto à sua vida atual, disse que pode se permitir conhecer alguém, mas gostaria de uma pessoa que “não estivesse interessada em casamento ou em ter filhos”. “Eu poderia viver com alguém novamente, mas já tive filhos e acho que nunca, nunca, nunca me casaria novamente”, acrescentou. Para Drew, obviamente, sua prioridade são suas meninas, e ela está bem assim, porque essa é a sua escolha.

Quais atitudes de seus pais você não repetiria na educação de seus filhos? E quais adotaria?

Incrível/Famosos/“Nunca mais vou me casar”, disse Drew Barrymore, e como pode ser difícil conhecer alguém sendo mãe solo
Compartilhar este artigo