Incrível
Incrível

20+ Crianças cujas frases são verdadeiras pérolas

As crianças não são muito familiarizadas com a frase “às vezes é melhor se calar do que falar”. Desde que começam a pronunciar suas primeiras palavras, os pequenos se tornam a principal fonte de humor e, ocasionalmente, soltam pérolas incrivelmente sábias. De tais situações, restam aos pais apenas gargalhar ou, mais frequentemente, corar de vergonha.

Nós, do Incrível.club, temos certeza de que as crianças são um verdadeiro poço de sabedoria, e nossa seleção de relatos é uma prova evidente disso. No final, adicionamos dois bônus: um sobre o nível de percepção de ruído por pais de recém-nascidos e outro sobre a confiança entre adultos e crianças.

  • Minha filha tem quatro anos. Certa noite, enquanto eu passava creme no rosto em frente ao espelho, ela me perguntou por que eu fazia aquilo, e lhe respondi: “Para ficar bonita!”. Ela, então, me olhou atentamente e disse: “Não está ajudando!” © Podslushano / VK
  • Minha filha tinha dois anos e meio. Voltávamos do mercado com sacolas pesadas, quando ela, chorando, pediu para pegá-la no colo. Nesse momento, um cara que passava por nós, comentou: “Pegue a garota. Você não tem pena?” Fiquei quieta, mas minha filha se virou, enxugou as lágrimas e disse: “Ninguém te perguntou nada!” Fiquei com pena do moço. © Podslushano / VK
  • Tive um trabalho em que entrava às 7h30 e precisava correr para o jardim de infância com minha filha, às 7h00. Com a chegada do inverno, o sol nascia cada dia mais tarde e, quando saíamos, ainda estava uma escuridão na rua. Então, minha filha se queixou: “Mãe, podemos ir à escolinha de manhã, como as outras crianças? Por favor!”. Foi preciso que lhe explicasse como a natureza funciona. © Palata № 6 / VK
  • Minha filha tinha cinco anos quando ouviu pela primeira vez o nome do peixe “tilápia” e começou a me chamar assim. Então, coloquei-a de castigo para repensar seus atos. Depois de um tempo, perguntei-lhe se ainda me chamaria por aquele nome, e ela respondeu: “Você é um peixe, só não vou dizer qual”. © Irina Kayrisha / Facebook
  • Há quase dois anos, eu e minha esposa nos divorciamos. Nosso filho agora tem seis anos. No verão, combinamos de passar todos juntos na casa de campo. Minha ex sempre gostou da comida que eu preparo, e elogiava tudo o que eu fazia. Às vezes, até me dava um beijinho nas bochechas, como se me parabenizasse por meus dotes culinários. Meu filho observava tudo, até que uma noite me disse: “Mamãe gosta tanto da maneira como você cozinha, pena que não te ame mais”. © Kanantt / Pikabu
  • Quando minha irmãzinha estava com cinco anos, ela me enchia de perguntas, até que eu disse: “Olívia, por que você não cuida da sua vida?”. Sem hesitar, ela retrucou: “Porque tenho cinco anos e ainda não sei como fazer isso!” © Unknown author / Reddit
  • Meu filho tem uma amiga na escolinha chamada Maria. Eles são amiguinhos desde a creche. Hoje cedo, fui acordá-lo, mas ele não reagia. Então, puxei o cobertor e suavemente fiz cócegas no seu calcanhar, e ele falou: “Ah, nãoo, Mariaa!” © umorist / Pikabu
  • Meu filho disse precisar de uma folha de compensado de 1,5×2 m para um trabalho escolar. Compramos. Depois, descobrimos que lhe pediram uma folha de 15×20 cm. © Ira Krizhanovskaya / Facebook
  • Meu filho está no 2º ano. Algumas semanas atrás, todos os pais receberam um convite para conhecer os professores e a escola onde seus filhos estudam. Então, perguntei ao meu garoto se ele gostava da sua professora. Após uma breve pausa, ele respondeu: “Sim, mas tenho medo que ela se apaixone por mim e queira se casar comigo”. © jeanneeebeanneee / Reddit
  • Trabalho na biblioteca da escola. Hoje, um aluno do 1º ano aguardava seus pais na biblioteca. Aproveitei e pedi que me ajudasse a levar os livros novos para o depósito e trouxesse os antigos. Mal terminei de falar, ele já perguntou para que trazer os livros antigos de volta. Expliquei ser necessário para eu poder colá-los, quando ele novamente me interrompeu e comentou: “Tão grandinha e trapaceando na escola? Mas não se preocupe, eu às vezes também colo nas provas!” © dEvanka / Pikabu
  • Fui buscar minha filha de três anos na escolinha e me contaram que durante a visita de uma ex-professora grávida à escola, lhe disseram que a mulher tinha um bebê na barriga. Minha filha olhou para a barriga da gestante e, preocupada, perguntou: “Por que ela comeu o bebê?”. © Mary Brister / Quora
  • Recentemente, eu estava andando pela rua e vi uma mulher repreendendo sua filha de cinco anos, em um tom de voz elevado, por sujar seu vestido com sorvete. Um cara, que por ali passava, disse: “Moça, não grite assim com a criança!” A garota imediatamente complementou: “É isso aí, moça, pare de gritar comigo!” © Podslushano / VK
  • Estava decidindo com minha filha qual sobremesa preparar, e perguntei se ela gostaria de pão de mel. Ela, então, me perguntou: “Vai mel na receita? Se sim, então não quero, pois não gosto de mel”. Respondi ser uma pergunta estranha, já que pelo próprio nome do doce, ela poderia deduzir que a receita leva mel. Imediatamente ela retrucou: “Não é uma pergunta estranha, já que ninguém coloca formigas no bolo formigueiro”. © Mirrymyr / Pikabu
  • Minha filha mais nova estava em um acampamento infantil. À noite, quando ela ligou e disse sentir saudade, comentei: “Nós também sentimos sua falta. Quando vou ao mercadinho, quero comprar algo gostoso para você comer, então lembro que não está em casa”. No dia seguinte, ela ligou mais cedo que o combinado e, toda séria, disse: “Mamãe, pensei bem e, quando você quiser comprar algo para mim, compre e guarde. Quando eu voltar, você me dá tudo”. © krilov1982 / Pikabu
  • Convidamos um casal de amigos para jantar. Antes que chegassem, minha filha me perguntou por que eles sempre nos visitam, e nós nunca íamos à casa deles. Deixei escapar que eles ganhavam menos. Sentamos à mesa e minha filha começou a servir todo mundo, colocando uma montanha de comida nos pratos das visitas. Nosso convidado então perguntou: “Liza, é preciso servir a todos igualmente”. E Liza respondeu: “Mas vocês ganham menos, devem estar famintos!”. © Palata № 6 / VK
  • Saímos de férias por duas semanas e deixamos nosso filho de quatro anos com minha mãe. Depois, voltamos e levamos a vovó para a casa dela. Já em casa, à mesa, meu filho disse: “Finalmente vocês voltaram. Mais um pouco e eu teria fugido de casa. A vovó é uma mulher muito difícil de lidar”. Meu marido aplaudiu de pé o comentário. © Podslushano / VK
  • Minha irmã estava grávida de seu segundo filho, e sua filha de três anos exigiu uma explicação sobre o que estava acontecendo. Dissemos haver um bebê na barriga da mamãe e logo ela iria ao hospital para dar à luz um menino. Chegou o tão esperado dia, e fomos ao hospital para conhecê-lo. Minha sobrinha passou 15 minutos admirando o recém-nascido e beijando sua cabeça, até que perguntou: “Onde estão a mamãe e o papai dele?”. Nós todos nos olhamos, em choque! Acontece que ela não havia entendido que agora, precisaria compartilhar seus pais com um irmãozinho! © Geraldine Merola / Quora
  • Em dezembro, eu voltava da escolinha com as crianças, e começamos a conversar sobre os presentes de fim de ano. Não temos muito dinheiro, mas poderíamos comprar algo. Meu filho começou a fazer uma lista enorme de desejos: conjunto de lego, ferrovia de brinquedo, etc. Minha filha não aguentou e disse, nervosa: “Já chega! Nossos pais têm empréstimo da casa para pagar”. © Podslushano / VK
  • Estava no ônibus com minha filha de quatro anos, após buscá-la na escolinha. Ela estava sentada olhando pela janela, pensando em algo, quando comentou: “Mãe, por que os homens brigam por mim?”. Todos no ônibus me olharam. Ela se referia a seus dois amiguinhos de sala que a puxaram pelos braços em direções opostas, só para dizer que a amavam. © Podslushano / VK
  • Quando meu filho tinha quase três anos, eu e seu pai nos divorciamos. Ainda me lembro do que me disse: “Minha mãe tem uma casa, meu pai tem uma casa, mas eu não tenho casa”. Isso partiu meu coração. Essas palavras são tão verdadeiras para crianças de pais divorciados, constantemente levadas de uma casa para outra. A propósito, hoje ele já é um adulto e nos ama. © Debora Cole / Quora
  • Uma amiga se separou recentemente do seu namorado. Fui visitá-la, ela estava muito triste e comentou: “Tudo está ruim, não tenho mais vontade de nada...”. Naquele momento, sua filha de dez anos disse: “Qual é, mãe! Vamos comer alguma coisa e tudo ficará bem!” © Podslushano / VK

Bônus № 1: dedicado a pais de recém-nascidos

  • Chamei um táxi para levar minha gata, que coloquei na caixa transportadora, ao veterinário. Quando chegamos ao local, pedi desculpas por ela ter miado o caminho todo, como se estivesse gritando, pois estava com muito medo. O motorista respondeu surpreso: “Ela miou? Eu nem percebi. Tenho um bebê de oito meses em casa!”. © fotrushka / Pikabu

Bônus № 2: quem mais senão o pai

  • Estava passando pela sala quando vi meu filho sentado no sofá com a testa franzida. Aproximei-me e perguntei o que havia acontecido. Ele me contou tudo, e cheguei à conclusão que ele merecia um castigo por fazer aquilo. No entanto, em vez disso, confessei que ele foi honesto, e que na idade dele, eu nunca diria uma coisa dessa ao meu pai. Ele comentou: “Então, a quem mais deveria contar?”. P.S: sou pai solo. © Serdobol / Pikabu

Seu filho, ou outra criança conhecida sua, já soltou alguma pérola que te deixou sem palavras? Conte nos comentários!

Imagem de capa Kanantt / Pikabu
Incrível/Gente/20+ Crianças cujas frases são verdadeiras pérolas
Compartilhar este artigo