Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

18 Relatos de descobertas inusitadas sobre manias e esquisitices de parentes e amigos

Não é novidade para ninguém que todo mundo tem suas próprias manias estranhas — umas pessoas mais, outras menos. E é normal que só os mais próximos conheçam tais “costumes” e já estejam acostumados a eles. Mas, para outros, tais “jeitinhos” podem ser até um pouco chocantes. Manias estranhas e inusitadas de parentes e amigos são o tema do nosso post.

Nós, do Incrível.club, acreditamos que em algumas situações você pode fechar os olhos e aceitar tranquilamente as manias e esquisitices dos parentes e amigos, mas, em outros casos, não dá para ignorá-las. Acompanhe!

“Meu marido não quer que a CPU seja arranhada porque é ’desagradável’ de olhar”

“Meu irmão adiciona um novo alarme todas as noites”

“Como a minha namorada abre a embalagem de pão”

“Meu pai gosta de dar uma pequena mordida em todos os biscoitos de Natal e colocá-los de volta na caixa”

“É assim que a minha namorada vê televisão”

“É assim que a minha mãe coloca as facas no escorredor de pratos”

“Minha namorada não come as pontas das batatas fritas”

“Algumas pessoas comeram apenas o peixe, e deixaram todo o resto em um restaurante”

“É assim que o meu pai guarda os talheres”

“Foi assim que a minha noiva comeu uma pizza quando chegamos em Nápoles, no dia seguinte ao nosso noivado... Talvez eu deva cancelá-lo?”

“Área de trabalho no notebook do meu amigo”

“Minha maldita família...”

Escrito nos potes: “açúcar”, “chá”, “café”. O conteúdo: chá, açúcar e sal

“Encontrei isto na minha cozinha... Irei me divorciar da minha esposa”

“Meu chefe é incapaz de apontar para a tela sem tocá-la”

“Minha namorada se recusa a comer a ’borda’ da panqueca”

“Meu pai assiste à televisão com o menu aberto no meio da tela”

“É assim que a minha namorada pega um pouco de manteiga”

“Meu pai tem este notebook há 4 anos e ainda se recusa a remover o plástico protetor”

Algum parente ou amigo tem alguma mania estranha? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo