Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

18 Internautas contam como estão hoje as suas paixões da época do colégio

5-26
785

A época do colégio passou e na memória ficaram os bons momentos juntos aos amigos que fizemos lá. Nessa fase, a maioria das pessoas teve alguma paixão ou namoro de adolescência que deixou aquela saudade boa. Seja pela amizade que ficou, pelo grande amor que aquela pessoa poderia ter sido, ou ainda, daqueles que tiveram a sorte grande de encontrar sua cara-metade nessa fase da vida.

Nós, do Incrível.club, amamos emocionar você, por isso, selecionamos 18 encantadoras histórias de internautas, contadas em uma rede social, sobre como e onde estão os seus amores de colégio. Não esqueça de nos contar a sua, caso tenha vivido alguma experiência semelhante.

  • Na sétima série, eu acabara de me transferir para uma nova escola quando conheci uma garota chamada Charlie, que tinha uma irmã gêmea, Kristine. Charlie insistiu em me apresentar à Kristine, mas, como eu era muito tímido, não consegui lhe dizer nada naquele dia. Anos depois, precisei de um lugar para ficar e Charlie me oferece o quarto vago da irmã. Nesse mesmo dia eu revi Kristine, percebi que ela estava linda, mesmo depois de um ex-marido e dois filhos. A paixão de adolescência reacendeu, consegui conversar com ela porque sou mais maduro agora e acabei descobrindo que ela se apaixonou por mim naquela época. Começamos a namorar, já se passaram quatro anos e tivemos dois filhos. Ela é admirável, inteligente, romântica e adora cupcakes. ©Ineedana**llt/Reddit

  • Minha noiva admitiu que, durante o ensino médio, ela tinha uma “queda” enorme por mim, mas nunca teve coragem de me dizer. Tive algumas namoradas, mas nenhuma durou. Um belo dia eu liguei para a minha agora noiva, do nada. Fazia um ano que tínhamos perdido o contato. Então a convidei para sair e ela me pediu ajuda com seus estudos. Eu nunca havia percebido o quanto ela era bonita, até que a vi descendo as escadas para me cumprimentar. Ela estava de pijama, porém, isso não me importava, sua beleza me deixou repentinamente tonto. Poucos dias depois, ela começou a olhar a minha lista de contatos e perguntou se havia alguém de quem eu gostava lá. Respondi que sim, ela começou a apontar todos os nomes femininos e eu dizia que não era. O seu número estava no final da lista, devido ao seu sobrenome (organizado em ordem alfabética). Finalmente ela chega ao final e diz: “Parece que só restou o meu nome.” Eu: “Sim.”. Isso foi há cinco anos e, sinceramente, me considero muito sortudo por estar com ela. ©RichardRainMan/Reddit

  • Então, nós nos encontramos anos após a formatura, no supermercado. Após conversarmos, convidei-a para jantar em minha casa. Comprei várias coisas: filés de truta e fiz vários acompanhamentos. Deu 18h30, eu abri a porta e tiveuma surpresa: “Quem é esse homem atrás dela?” Este é meu noivo, ela me conta (devia ter contado antes). Na realidade, eles queriam me vender um produto. Ela fez menção de entrar, eu estiquei o braço e pedi educadamente que saíssem da minha frente. Esse foi um dia triste! ©Gunslinger_11/Reddit

  • Ele era um cantor incrível e super popular — eu definitivamente não era nenhuma dessas duas coisas e estava certa que ele nem sabia da minha existência. Concluído o ensino médio, ele foi estudar arquitetura e eu acabei me tornando uma eletricista (sim, eu sou uma mulher). Alguns anos depois, lá estava eu trabalhando em uma escada, puxando os fios e um deles estava preso. Enquanto puxava, olhei para baixo e vi um homem me encarando. Ele não disse nada, só me olhou por um tempo e foi embora. Creio que estivesse tentando me identificar, eu percebi que o conhecia, mas na hora não consegui me lembrar quem era. Mais tarde, naquele mesmo dia, eu estava na casa da minha mãe e vi um boletim da igreja, que comecei a ler para matar o tempo. Na seção de noivados e casamentos estava uma foto dele e uma moça, que também era do colégio, fiquei de queixo caído, eles estavam noivos. Era ele me olhando quando eu estava na escada. Fiquei feliz por ele, mas nunca mais o vi depois daquele dia. ©growlithe49/Reddit

  • Minha maior paixão de escola era uma das minhas melhores amigas e ela acabou descobrindo que eu gostava dela. Ela não sentia o mesmo (cara, isso doeu na época), mas foi totalmente tranquila quanto a isso. Continuamos sendo grandes amigos, mas doeu muito quando a vi namorando outro “amigo”, na época. Depois disso, ela foi para a universidade e perdi o contato. Anos depois, ela deu uma festa para comemorar seu aniversário. Eu não tinha nenhuma intenção naquela noite, mas acabamos ficando juntos. Isso foi há oito anos, ainda estamos namorando e atualmente estou planejando pedi-la em casamento. ©Houdini23/Reddit

  • Nós nos separamos no segundo ano do colegial, seguimos caminhos separados, mas ainda mantivemos contato esporadicamente. Anos se passaram, ele se divorciou e depois eu fiquei viúva. Nós nos reconectamos e decidimos sair como amigos. No segundo encontro já éramos inseparáveis. Vivemos juntos hoje em dia e somos incrivelmente felizes. Ele é a pessoa mais amorosa e altruísta que conheço. Eu me sinto muito sortuda por ter tido uma segunda chance com minha paixão / primeiro namorado / primeiro amor. ©BooyaMoonBabyluv/Reddit
  • Ele é uma das pessoas mais gentis e sensíveis que conheço, ainda é um dos meus melhores amigos, mesmo depois de 15 anos. Ele também se divorciou recentemente e, agora, estamos “indo com calma”. O que começou como uma paixão, amadureceu e se transformou em uma amizade profunda e rica — entretanto, pode acontecer algo mais -, e sou muito grata por ter esse relacionamento na minha vida. ©Snish_Woogis/Reddit

  • Eu gostava de uma garota que era líder de torcida, muito popular e bonita. Eu, um nerd que nunca teve chance de se aproximar dela. Na verdade, conversamos um pouco quando estávamos em uma viagem do colégio. Passamos um tempo sentados ao redor da lareira na recepção do hotel. No dia seguinte, alguém tirou uma foto nossa, com meu braço em volta da cintura dela e essa fotografia acabou indo para o anuário. Quase 25 anos depois, somos amigos no Facebook e descobri que ela mora em Nova York. Minha (agora) esposa e eu estávamos planejando uma viagem para lá, então, combinamos de nos encontrar para jantar. Minha ex-paixão ainda é uma mulher bonita, mas sua personalidade estava muito diferente. Nós nos encontramos, fomos a um bar, lá nos juntamos ao seu namorado, mas ela o tratou mal o tempo todo. Eu amo as memórias da minha “paixão” do colégio, mas não gostei da mulher que conheci adolescente, 25 anos depois. ©Count2Zero/Reddit

  • Ela era uma garota linda e fascinante que se tornou uma mulher bonita e inteligente. Não nos falávamos há mais de 30 anos, até nos conectarmos pelo Facebook, há pouco tempo. Quando fui até a cidade onde morei para visitar minha família, ela e eu tomamos um café, passamos três horas abrindo nossos corações um para o outro, no meio do Starbucks. Nós dois concordamos que cometemos um erro em não ficarmos juntos, mas como já somos casados com outras pessoas, precisamos ficar bem longe um do outro. Agora, a única comunicação que temos é ocasional como nos posts do Facebook. ©Analog_H**e/Reddit
  • Tive a sorte de me casar com minha paixão do colégio. Éramos grandes amigos no ensino médio, mas nunca estávamos solteiros ao mesmo tempo: quando ela estava solteira, eu não estava, ou vice-versa. Fui para uma faculdade fora da cidade, mas mantivemos contato e toda vez que eu ia para casa acontecia a mesma coisa, sempre um de nós estava solteiro e outro não, mas ainda assim saíamos e festejávamos juntos. Quando eu finalmente voltei para minha cidade natal, nós dois tínhamos saído de relacionamentos ruins na mesma época. Depois de alguns meses, decidimos começar a namorar e já estamos em um relacionamento de sete anos. Estamos casados há dois anos e nosso terceiro aniversário de casamento será em junho. ©Long_A**_Username/Reddit
  • Nunca tomei uma atitude na época de escola. Cerca de sete anos depois de me formar, eu a vi nas redes sociais e disse a mim mesmo que tomasse uma atitude. Acabei convidando-a para sair. Estamos namorando há cerca de dois anos e estou prestes a fazer a “grande pergunta”! ©WalrusoftheWorld/Reddit
  • Um paquera ainda está na ativa no serviço militar e tem uma carreira de sucesso como oficial, que espero continue assim. O outro é bem-sucedido nas artes e espero que continue bem igualmente. Ambos são casados com outras pessoas que os tratam bem, então, estou feliz que ambos sejam felizes. Minha vida está indo bem, então, não tenho ressentimentos. ©F**kitall1121/Reddit

  • Nos esbarramos no último fim de semana, enquanto eu visitava meus pais. Ela é ótima e ainda linda, seu marido parece um cara muito bom e eles têm dois filhos adoráveis. Ela tem uma ótima carreira como professora na mesma escola de Long Island na qual nos formamos. Minha esposa e eu acabamos nos encontrando com ela e o marido em um bar naquela noite. Foi um momento bem legal. ©BostonTerrier77/Reddit

  • Ele foi para uma escola diferente da minha, mas frequentávamos ao mesmo clube. Tínhamos paixão um pelo outro, mas namorávamos outras pessoas — nós quatro éramos bons amigos. Eu o achei legal demais para mim e ele gostava de mim, mas eu acreditava que estivesse fora do meu alcance. Naquela época, eu sempre adormecia no seu colo, enquanto ele brincava com meu cabelo. Eu não sabia e nem teria acreditado, que ele me achava super legal e interessante. Ele sempre mantinha contato, queria saber como eu estava, me enviava mensagens regulares para me lembrar que acreditava em mim, ou desejando que eu tivesse um bom dia. Nós saíamos uma ou duas vezes por ano e sempre cada um ia embora apaixonado, talvez um pouco triste, e então voltávamos às nossas vidas. Em 2019, ele se dirigia a uma escola de beleza e perguntou se eu gostaria de ganhar um corte de cabelo. Depois disso, começamos a sair por um motivo ou outro, uma vez a cada duas semanas e depois uma vez por semana. Conversando, descobrimos tantas semelhanças e coisas para ensinar um ao outro. Quando finalmente demos nosso primeiro beijo, foi inesquecível. Lentamente, comecei a perceber que poderia retomar minha vida e assim o fiz. Em janeiro de 2020, meu amor me pediu em casamento e ganhamos um cachorro. ©hope-delirium/Reddit

  • Quando estava na faculdade, acabei namorando minha paixão do colégio por alguns meses. Parecia um sonho, tive de me beliscar para ver se era verdade. Mas, no final das contas, não deu certo e seguimos caminhos separados. Ela ainda é linda, gentil e bem-sucedida, e sempre lhe desejarei o melhor. Eu me pergunto o que teria acontecido se eu não tivesse resolvido romper com ela. ©Ace_of_Clubs/Reddit
  • Bem, um deles se casou com seu marido recentemente. É muito interessante porque fui muito apaixonada por ele, mas agora, pensando bem, eu já desconfiava que ele era gay desde o início. Mas estou muito orgulhosa por saber que ele encontrou sua identidade e se tornou mais confiante após se formar. ©lilasketching/Reddit
  • Éramos os melhores amigos na época e tínhamos uma queda um pelo outro, mas eu não queria sair com ela porque era imaturo e trocava de namorada a cada dois meses. Eu não queria transformar minha melhor amiga em outra ex. Continuamos amigos ao longo dos nossos 20 anos, mas vivíamos em estados diferentes. Ela teve um filho com o primeiro namorado e, depois, um relacionamento sério com uma moça por alguns anos. Eu também tive uma relação séria por nove anos. Nossos relacionamentos terminaram e começamos a conversar com mais regularidade, como quando éramos melhores amigos. Somos basicamente iguais, mas crescemos profissionalmente em ramos diferentes: ela está na faculdade de medicina e eu sou um fotógrafo profissional. Estamos juntos há mais de um ano e meio, a filha dela se tornou minha e vamos nos casar neste verão. ©Studio_Life/Reddit
  • Tive muitas paixões durante o ensino médio. Uma delas, era meu paquera desde o ensino fundamental, e nós namoramos brevemente no ensino médio. No meu último de colégio, tive de voltar com minha família para o meu país de origem. Mas no último mês em que estive lá, nos vimos algumas vezes e nos divertimos. Soube que ele teve um filho logo após se formar no colégio, e recentemente se casou com a mãe do bebê, após anos de namoro. Seu filho é adorável e sua esposa parece muito legal, eles formam um ótimo e peculiar casal. Ele também é o vocalista de uma banda de rock consideravelmente famosa na cidade. Minha outra paixão do ensino fundamental até o médio, hoje é um cientista da computação, provavelmente ganha muito dinheiro e a última vez que o vi, tinha uma linda namorada estrangeira que conheceu na faculdade. Ele não interage muito nas redes sociais, mas há cerca de 10 meses entrou em contato comigo pelo Facebook para dar um oi. O papo morreu depois de um tempo, mas foi ótimo conversar um pouco com ele. ©Andromeda39/Reddit

Se emocionou com as belas histórias? Você tem ideia de onde está a sua paixão de infância ou de colégio? Conte o seu relato nos comentários, vamos amar saber mais sobre você.

5-26
785
Compartilhar este artigo