Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

17 Relatos completamente inusitados sobre a estranha (e engraçada) lógica dos consumidores

Prestadores de serviços, especialmente os consultores de venda, aprendem como se comunicar corretamente com o cliente. Mas quando centenas de pessoas completamente diferentes passam por você todos os dias, é importante ter a habilidade de identificar o que cada uma delas precisa, responder rápido às perguntas e resolver situações de conflito da maneira mais adequada possível. No entanto, alguns compradores conseguem deixar os funcionários sem saber o que fazer, independentemente da experiência e conhecimento deles. Situações inusitadas enfrentadas por vendedores e atendentes no trabalho são o tema deste post.

Nós, do Incrível.club, encontramos relatos na internet de situações inusitadas criadas por clientes quando estão comprando ou consumindo produtos, e estamos prontos para compartilhá-los com você. Confira!

***

Estava esperando na fila no departamento de carnes do supermercado. Na minha frente estava uma senhora de uns 55 anos. Enquanto o vendedor pesava seu pedido de carne, ela olhou para o produto e disse categoricamente: “Aperte a sacola, eu não quero pagar pelo ar dentro dela!” O vendedor tirou o ar da sacola, apertando-a calmamente. A senhora então pegou sua sacola com carne e saiu. Quando chegou a minha vez eu disse: “Moça, me vê, por favor, um pedaço de lombo de porco. Pode deixar o ar dentro da sacola, hoje estou rica”. © Sibirskix / pikabu

***

Cliente: “Quanto custa este tecido?”
Vendedor: “50 centavos o metro”.
Cliente: “E um metro equivale a quanto?” © ISADORA.violet / pikabu

***

Trabalho já há muito tempo em uma farmácia, e os clientes costumam chamar os recipientes para coleta de fezes e urina das maneiras mais criativas possíveis. No entanto, “Senhora, um vaso para fezes, por favor” eu nunca tinha escutado antes. © Подслушано / vk

***

Quando trabalhava em uma pequena cafeteria, um dos nossos clientes mais fiéis era o “homem do omelete de queijo apimentado”. O dono dizia a todos que nenhum dos funcionários deveria jamais falar com ele, apenas servi-lo o mesmo café da manhã: omelete com queijo apimentado, batatas rústicas, torradas e café descafeinado. Nós começávamos a preparar a comida já quando o víamos estacionar o carro, e geralmente o servíamos alguns minutos após ele se sentar. Esse senhor nunca disse uma palavra sequer, apenas lia seu jornal e comia. Depois sempre pagava 12 dólares e 55 centavos com as mesmas notas e moedas: notas de 10 e 2 dólares e moedas de 50 e 5 centavos, e alguns dólares para a gorjeta. Na verdade, era muito confortável servir esse senhor, mesmo ele sendo um pouco estranho e fofo ao mesmo tempo. © u/grannybubbles / reddit

***

Quando era estudante universitário, eu vendia legumes e vegetais na feira para ganhar um dinheirinho. Lembro-me até hoje de algumas situações engraçadas.

1. Uma senhora escolheu algumas batatas e colocou-as na balança dentro de uma sacola plástica. Eu comecei a dar um nó na sacola para que as batatas não caíssem, mas tive que parar imediatamente quando a senhora exclamou: “Pare, eu não quero pagar pelo nó, sei que ele adiciona um peso considerável à sacola. Você deve ganhar uns bons quilogramas a mais a cada 100 pessoas por dia, não é?”

2. Uma vovozinha pediu para eu diminuir um terço do valor do pimentão, pois, segundo ela, um terço do peso dele é composto pelo ar que está dentro do interior vazio do legume. © Jayze / pikabu

***

***

Sou vendedor no departamento de perfumes de uma loja. Costumamos dizer aos clientes “Você gostaria de provar?” ou “Prove esta nossa fragrância”. Enquanto alguns já começam a afirmar o que não gostam, como “perfume de velho”, “cheiro de sabonete, “cheiro de fruta podre”, e assim por diante; outros se aproximam e encostam o ouvido no papel com o aroma, como se estivessem literalmente ouvindo a fragrância das minhas mãos. E os que pegam os papeizinhos para provar, caso não gostem da fragrância, em vez de devolvê-los, os jogam no chão. Mas o melhor foi quando um cara respondeu a minha pergunta para provar um perfume lambendo o frasco do provador. © Подслушано / vk

***

Sou barista no Starbucks. Uns dias atrás eu sugeri um americano a uma senhora. Ela ficou me olhando toda confusa e ofendida, e com a expressão mais séria possível me perguntou: “Por que eu viria para um Starbucks apenas por um americano?” Nunca na vida ouvi uma voz tão ressentida e confusa, e na hora não tinha a menor ideia do que responder. © r/starbucks / reddit

***

Trabalho em uma loja de roupas. Ela funciona no mesmo lugar já há 8 anos. Antigamente, lá havia uma loja de calçados. Mas ainda assim aparecem pessoas procurando por essa antiga loja, e ainda tentam provar que compraram em nossa loja “literalmente antes de ontem”, e que por isso queriam olhar outros produtos. Chega a ser irritante quando eles insistem em fazer confusão exigindo que mostremos sapatos, que não vendemos na nossa loja. © Shustic / pikabu

***

Estávamos vendendo uma máquina de lavar usada. Então o primeiro interessado em comprar ligou e perguntou se podíamos demonstrar todas as funções da máquina e seu funcionamento. Minha mãe respondeu que a máquina é um pouco velha e que a lavagem dura cerca de 2 horas. Ao que o homem respondeu: “Não tem problemas, eu espero com vocês. Podemos beber um chá”. © Подслушано / vk

***

Na farmácia:

— Você tem algum remédio que faça crescer cabelos?
— Sim, claro. Temos este e este.
— E todos podem tomá-los?
— Sim, tanto homens como mulheres.
— E crianças podem?
— Quê? Por que crianças precisariam?
— Ah, é que os cabelos do meu filho não estão nascendo.
— Desculpe, mas quantos anos tem seu filho?
— 2 meses. © rrrinka / pikabu

***

Uma conhecida da minha mulher trabalha como vendedora em uma loja que vende comidas prontas. Um dia aconteceu de trocarem por engano duas tortas salgadas. As tortas são produzidas na mesma loja, apenas são trazidas para venda e para ficarem expostas na vitrine — e naquele dia tinham tortas recheadas com batata e tortas com ervilhas. Então uma cliente indignada chegou na loja e começou a exigir seu dinheiro de volta. Ela supostamente comprou a torta com recheio de batata, mas lhe foi dada a torta com ervilhas, segundo ela, de má-fé. Disseram então para a senhora: “Se a senhora nos devolver a torta, nós devolvemos o seu dinheiro”. Ao que a cliente respondeu de maneira desafiadora: “Mas eu a comi ontem!” — e ainda queria o dinheiro de volta... © Mariupoll / pikabu

***

Certa vez, uma cliente pediu um latte com um “verdinho extra” no dia de São Patrício, piscando e apontando para a sua roupa verde. Pensei que ela estava brincando, e, por isso, desenhei um trevo no copo dela para dar uma levantada no clima de festa do feriado. Mas não, acabou que ela queria um latte de chá verde com um extra de matcha japonês. © dayglopterodactyl / reddit

***

Trabalho em uma grande rede de livrarias. E como em toda empresa, os clientes são tudo para a gente. Eu tento ser compreensivo, aguento receber reclamações sem fim sobre os preços, sobre a proibição de ler livros no local e sobre a ausência de lugares para ler (apesar de não sermos uma biblioteca). Mas como eu posso não responder sem sarcasmo a uma pessoa que me pede “algum lançamento de Dostoiévski”?! © Палата № 6 / vk

***

Enquanto estudava na universidade, eu trabalhava em um supermercado no departamento de carnes. Um dia, uma mulher veio até mim e, balançando o seu comprovante de pagamento, exigiu que devolvesse seu dinheiro pela compra de 4 kg de carne para churrasco no dia anterior. Segundo ela, a carne não estava nem um pouco fresca. Pedi para que ela me mostrasse a carne, mas ela me respondeu que sua família e amigos tinham comido tudo no dia anterior, mas que mesmo assim tínhamos de devolver o dinheiro. Fico só imaginando como toda uma família e amigos conseguiriam comer 4 kg de carne estragada. © AriadnaMinosowna / pikabu

***

Não tenho nenhuma história diferente ou muito interessante, mas eu fico surpreso com o número de pessoas que, ao terminar o processo de uma compra na internet, falam “obrigado”. Frequentemente, ao vender ou doar alguma coisa on-line, recebo a mensagem: “Eu quero, me telefone”. Muitos esperam que eu mesmo telefone para eles ou que entregue em suas casas pessoalmente por motivos de doença, idade, impossibilidade de dirigir, depressão e assim por diante. © puddingofdoom / reddit

***

Uma vez comprei um vestido branco curto, mas depois, quando o vesti, percebi que não me caía muito bem. Decidi então vendê-lo na internet e publiquei um anúncio. Um tempo depois apareceu um comprador interessado. Nós conversamos e decidimos que iríamos nos encontrar perto de uma estação de metrô. Acabou que, quando nos encontramos, o comprador era na verdade um homem alto e barbudo. Ao perceber nos meus olhos que estava surpresa, ele disse que precisava do vestido para uma sessão de fotos que faria e então foi embora. © Muirhanna / pikabu

Você alguma vez já presenciou alguma situação inusitada quando estava fazendo compras? Compartilhe seus relatos com a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo