Incrível
Incrível

10+ Erros que cometemos em pratos tradicionais e acabam estragando a ceia de Natal

Seja para as festas de final de ano, para comemorar datas importantes ou mesmo para rever os amigos, nada melhor que boa comida para juntar as pessoas. Para fugir dos tradicionais salgadinhos, algumas pessoas preferem preparar um jantar, e assim impressionar os convidados ou simplesmente proporcionar bons momentos.

De qualquer forma, para compartilhar as alegrias na mesa sem preocupação com a comida, é importante saber o que fazer e o que não fazer na hora de cozinhar. Qualquer que seja o seu cardápio, é legal saber as dicas dos profissionais e amantes da gastronomia.

Por isso, nós do Incrível.club mostramos quais os principais erros na hora de preparar um jantar festivo e, de quebra, recheamos o artigo com dicas valiosas.

1. Lentilha que vale ouro

Muitas pessoas têm a tradição de comer a lentilha logo após a meia-noite, no Ano Novo, para trazer sorte e fortuna durante o ano. Mas para que a sua lentilha fique perfeita, siga essa dica de ouro. Antes de cozinhar os grãos, coloque na panela um fio de azeite, cebola, alho e o trio que vai elevar a sua receita: pimenta-do-reino, louro e cominho. Frite tudo e só depois coloque a água e a lentilha. Isso vai saborizar melhor o caldo. Esta receita ainda sugere ainda fazer esse refogado com salsão e bacon.

Mas um erro que pode ser evitado é o de deixar a lentilha de molho antes de cozinhar. Diferente do feijão, a lentilha é naturalmente mais macia, então se ficar muito tempo de molho pode desmanchar na hora de cozinhar. Basta escolher os grãos e lavar bem antes de levar ao fogo.

2. Bacalhau cremoso de verdade

Algumas pessoas podem chamar de escondidinho de bacalhau, mas depois que experimentarem a sua receita super cremosa vão mudar de ideia. O segredo da cremosidade é adicionar cream cheese e creme de leite ao bacalhau. Se você não encontrar cream cheese, pode substituir por requeijão tranquilamente. O erro de alguns é não caprichar no purê de batatas que forma a base dessa receita. Para fazer toda a diferença, acrescente uma boa pitada de noz moscada no purê.

3. Lombo seco, nunca mais!

Um lombo assado ou recheado nos jantares festivos é muito bem vindo, mas ninguém merece colocar na boca um pedaço seco de carne, não é mesmo? Isso acontece porque o lombo suíno é uma carne magra. Para manter a maciez e a suculência, é essencial assar a peça com a gordura. Quem não gosta de gordura pode tirar depois, no prato. Além disso, você deve usar uma marinada para temperar o lombo, de preferência um dia antes, e assar a carne com a gordura virada para cima.

Mas o maior erro de quem serve um lombo suíno seco é fatiar assim que ele sai do forno. Ao fazer isso, todo o suco da carne vai embora e o resultado fica bem desagradável. Porém, isso se resolve com um pouco de paciência: ao tirar do forno, aguarde dez minutos e só depois fatie e sirva.

4. Pernil com dignidade

Se o lombo assado cai bem na mesa do seu jantar, o pernil assado chamará muito mais a atenção dos seus convidados. Essa é uma peça de carne muito grossa, por isso o maior erro costuma estar na falta de temperos. Para resolver isso, deixe marinando por algumas horas. Uma boa dica é usar molho shoyu, laranja e mel. Mas não jogue a marinada fora: use-a para banhar o pernil no forno, assim ele não resseca. Também é importantíssimo furar a carne antes de assar, para que o tempero possa penetrar.

5. Tender tem que ter sabor

Quem recebe cesta de alimentos do trabalho no final do ano pode se deparar com essa bola de carne chamada tender. Sem saber direito o que fazer com ela, comete um erro clássico: descongela às pressas, fazendo ele perder todo o sabor. O grande truque é tirar o tender do congelador com dois dias de antecedência e deixar descongelar dentro da geladeira. Para prepará-lo, a melhor combinação é o molho de laranja e mel.

6. Chester para exibir nas redes sociais

O chester é outro prato que fica lindo na mesa se for assado inteiro e com certos cuidados. A melhor dica para ter um chester digno de postar nas redes sociais é dar cor à sua pele. Para isso, besunte com manteiga temperada ou azeite com ervas. Você também pode colocar entre a pele e a carne, mas com cuidado para não rompê-la.

Para ficar ainda mais fotogênico, envolva as pontas dos ossos com papel alumínio para elas não queimarem e amarre as coxas fechadinhas. Isso vai dar uma forma mais apresentável ao chester. Para completar, capriche no empratamento, rodeando o chester com batatas, farofa, legumes ou o que você preferir.

7. Salpicão da alegria

Cada família tem a sua receita de salpicão tradicional. Tem pessoas que gostam de colocar uvas passas, outras maçã, e tem aquelas que colocam de tudo. O básico de um salpicão tradicional, além do frango, é maionese, presunto, salsinha ou salsão e alguns legumes como pimentões, cenoura, milho e por aí vai.

Um ingrediente que se tornou clássico no salpicão do brasileiro é a batata palha, e é nela também que está o maior erro. A batata palha deve trazer crocância ao salpicão. Por isso, não deve ser misturada aos outros ingredientes e nem ficar muito tempo em contato com eles. Do contrário, a maionese vai umedecer a batata e deixá-la molenga. O ideal é deixar o salpicão na geladeira e colocar a batata palha por cima apenas na hora de servir.

8. O poder dos vegetais

Para a sua festa ser um sucesso, o jantar não precisa ter apenas carnes. Pense também em pratos com legumes que, além de serem mais baratos, dão um colorido a mais na sua mesa. Além disso, se você convidou alguma pessoa vegetariana, ela vai sair muito satisfeita. Uma receita que pode surpreender é a batatalhoada, que lembra a bacalhoada mas leva palmito no lugar do peixe.

9. Pavê pra surpreender

Claro que em um bom jantar festivo não pode faltar uma sobremesa. E um doce bem brasileiro e muito lembrado, principalmente nas festas de final de ano, é o pavê. Como a criatividade do brasileiro não tem limites, você pode conhecer dezenas de receitas diferentes de pavê. Essa dica, no entanto, talvez surpreenda pelo ingrediente secreto: coloque bolachas de água e sal em uma das camadas do seu pavê.

10. Muito bem-casado, obrigado

Não precisa esperar alguém casar pra comer um bem-casado. Aliás, nem precisa ter todo o trabalho de cortar os pedaços ou assar os biscoitinhos, rechear e embrulhar um por um. É muito mais fácil fazer um bem-casado de travessa para cortar só na hora de comer, e servir em pratinhos ou naquele jogo de sobremesas que você nunca usou.

Bônus — Dicas para um jantar de sucesso

Finalmente, para que o seu jantar festivo seja um sucesso, selecionamos algumas dicas para ajudar na organização:

  • Aposte nas entradas e canapés, que são muito fáceis de preparar e baratos, e não deixam os seus convidados com fome enquanto o jantar não é servido.
  • Planeje o cardápio com antecedência. Não deixe para resolver o cardápio quando estiver no corredor do supermercado. Dessa forma, você evita imprevistos.
  • Decida quantos convidados você receberá. Você precisa levar em conta o tamanho da sua casa, da sua mesa e do seu orçamento.
  • Comece a se organizar cedo. Algumas coisas podem ser preparadas um dia antes da festa, e isso vai te dar mais segurança.
  • Equilibre a complexidade dos pratos. O ideal é apostar em pratos simples e que você saiba fazer. Se quiser arriscar um prato mais difícil, faça apenas um e mantenha a simplicidade nos acompanhamentos.

Depois dessas dicas, esperamos que o seu próximo jantar festivo seja um sucesso. Se você tem mais alguma dica infalível, compartilhe aqui conosco e com nossos outros leitores. E volte para nos contar como foi o seu jantar!

Incrível/Dicas/10+ Erros que cometemos em pratos tradicionais e acabam estragando a ceia de Natal
Compartilhar este artigo