Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Por que nossos ouvidos zumbem e quais as possíveis causas dessa sensação

Algumas vezes, por exemplo, depois de um show ou de uma situação em que somos expostos a sons com um volume muito alto, podemos perceber um pequeno ruído de origem interna em nosso ouvido.

Incrível.club conta mais para você sobre esse fenômeno que ocorre com muita gente. Lembre-se: caso note algo fora do normal, o melhor é consultar o seu médico.

Um barulho de origem desconhecida

A sensação de que há um zumbido, um assovio ou um ruído estranho é conhecida como tinnitus. É uma “percepção fantasma” de som. Pode também se manifestar como um barulho ou um estalo, pois difere em cada pessoa. E existem vários fatores que levam a esse problema. Trata-se de um fenômeno geralmente de curta duração e que pode ser sutil ou tão intenso a ponto de dificultar ouvir uma conversa. No entanto, quando a sensação dura muito ou se repete de maneira crônica, pode interferir no cotidiano de quem sofre com ela.

A causa do estranho zumbido

O tinnitus ocorre por lesões nas pequenas células pilosas, localizadas em nosso ouvido interno. Essas células formam pequenas vilosidades próximas da cóclea e se movem de acordo com as ondas sonoras que chegam ao ouvido. O nervo auditivo rapidamente percebe e interpreta essas ondas como sons. Quando essas vilosidades se lesionam, um sinal é emitido para nosso cérebro e “ouvimos sons” que, na verdade, não existem.

Fatores que podem ocasionar esses sons

Essas lesões leves no ouvido interno podem ter diferentes causas, entre elas:

  • exposição a ruídos altos por um tempo prolongado, como um show, uma construção ou até a alto-falantes e fones de ouvido em volume muito alto. No primeiro caso, é fácil se recuperar e voltar à normalidade; já no segundo, se, por exemplo, a pessoa estiver habituada ao uso de fones em volume muito alto, o problema pode se tornar crônico.

  • A cera do ouvido também pode ser a causa do tinnitus. Uma obstrução no canal auditivo, por seu acúmulo ou infecção, pode inflamá-lo e até irritar o tímpano, causando esse incômodo som imaginário.

  • Com a idade, podemos perder pouco a pouco nosso sentido auditivo, o que, com o tempo, pode trazer uma sensação de zumbido ou ruído constante nas pessoas com mais de 60 anos. Outra causa podem ser as variações na pressão arterial.

  • As lesões de cabeça e de pescoço e mesmo a tensão excessiva nessa área também podem levar ao tinnitus. Isso se deve ao fato de os dois lados do nosso corpo estarem vinculados à audição. Quando essa é a origem do zumbido, geralmente acontece em apenas um dos canais auditivos.

  • Por outro lado, o tinnitus pode evidenciar um endurecimento dos ossinhos do ouvido médio (otosclerose).

  • Quando as articulações temporomandibulares (o ponto de encontro da mandíbula com o crânio) sofrem alguma alteração ou lesão, o problema também pode surgir.

  • Essa sensação, em casos mais extremos, pode ser um sinal de doenças como a Síndrome de Ménière, uma condição rara que prejudica o ouvido interno, ou “schwanoma vestibular”, um tumor benigno que se aloja no crânio.

  • O uso de medicamentos como o ácido acetilsalicílico, antidepressivos, antibióticos e diuréticos também pode ocasionar o problema.

Formas de prevenir o tinnitus

Se a sensação durar muito tempo e for muito intensa, a pessoa pode sofrer no dia a dia e ter problemas como cansaço, falta de concentração, irritabilidade, dificuldade com o sono e até de memória.

Por essa razão, é recomendável evitar os sons muito altos, não ouvir fones de ouvido a todo volume e, se comparecer a lugares barulhentos, utilizar protetores auriculares. Além disso, é importante cuidar da saúde cardiovascular, com uma alimentação saudável e atividade física, já que não existe um tratamento específico para essa condição.

Você se lembra de ter tido essa sensação em algum momento em particular? Já conhecia o problema? Aguardamos seu comentário.

Compartilhar este artigo