Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

O que pode acontecer se comermos mofo por acidente

Imagine a seguinte situação: você dá a primeira mordida em seu sanduíche preferido, e só depois percebe que o pão está cheio de mofo! Talvez isso até já tenha lhe acontecido mais de uma vez, e você certamente se preocupou com as possíveis consequências. Mas na realidade, o organismo humano pode reagir de maneiras diferentes à ingestão de mofo.

Nós, do Incrível.club, resolvemos pesquisar sobre os efeitos negativos que o mofo pode causar no nosso corpo. E um bônus ao fim do post mostra uma lista de produtos que podem ser consumidos depois de remover o mofo presente neles.

Alguns tipos de mofo podem prejudicar o fígado

Compostos químicos podem estar presentes no mofo, e eles podem provocar problemas sérios de saúde, como danos ao fígado, vômitos, náuseas e diarreia. Porém, tais reações dependem de uma série de fatores, como sistema imunológico e idade. Uma das substâncias mais comuns e mais tóxicas é conhecida como aflatoxina, capaz de provocar até câncer.

Felizmente, não é todo mofo que produz aflatoxina. Ela pode ser encontrada, porém, no mofo surgido no amendoim e no milho.

A bactéria presente no mofo pode desencadear sintomas relacionados à intoxicação alimentar

O mofo, por si só, não é perigoso, e as chances de ele fazer com que você adoeça são bem baixas. Por outro lado, o que pode causar doenças é a bactéria que surge com o mofo. Em casos assim, a pessoa pode apresentar sintomas como vômito, diarreia e náuseas. A intensidade deles dependerá do tipo de bactéria e da quantidade de comida ingerida.

Você pode ter alergia ao mofo

Algumas pessoas apresentam reações alérgicas ao mofo encontrado em alimentos. Caso você tenha intolerância, obviamente é melhor ficar longe dele. E caso coma alguma coisa mofada por acidente, procure um médico imediatamente. Os sintomas que podem indicar uma reação alérgica são:

  • Olhos coçando e lacrimejando;
  • Urticária ou erupção cutânea;
  • Chiado ao respirar;
  • Nariz entupido ou escorrendo.

Alguns alimentos contêm mofo que é facilmente digerido pelo organismo

Mofos que são usados na fabricação de vários tipos de queijo podem ser ingeridos sem problemas. Na verdade, a produção de queijos como gorgonzola, roquefort e azul envolve inserir esporos específicos de mofo azul, enquanto o camembert e o brie recebem mofos brancos. Porém, infelizmente os alérgicosmofo não podem sequer comer esses queijos.

Bônus: alimentos que podem ser consumidos após a remoção da camada de mofo

Seguros para comer após retirar o mofo:

  • Salames duros e presuntos curados a seco;
  • Queijos duros nos quais o mofo não faça parte do processo de produção (desde que você remova ao menos 2,5 centímetros do queijo em volta do mofo);
  • Queijos feitos com mofo, mas com mofo adicional crescendo nele (desde que você remova este último);
  • Frutas e vegetais duros, desde que você remova ao menos 2,5 centímetros do alimento ao redor do mofo.

Descarte:

  • Salsichas e bacon;
  • Sobras de carnes brancas e vermelhas, caçarolas de legumes, massas e grãos cozidos;
  • Queijos macios, creme de leite e iogurte;
  • Doces e geleias;
  • Frutas e vegetais macios;
  • Nozes, legumes e manteiga de amendoim;
  • Pães e assados.

Esse post tem fins meramente informativos. Caso perceba sinais de intoxicação por mofo, procure um médico imediatamente.

Você já comeu algo com mofo acidentalmente? Sentiu-se mal depois? O que costuma fazer quando encontra algo mofado na geladeira? Comente!