Incrível
Incrível

Maneiras de verificar se você tem síndrome das pernas inquietas (e por que consultar um médico se estiver com o problema)

Se você já teve sensações estranhas nas pernas que literalmente não permitem que durma à noite, é hora de verificar se sofre da chamada síndrome das pernas inquietas. Apesar de ser muito perturbador, esse problema é bastante comum e afeta até 15% da população mundial.

Portanto, é importante conferir se você já experimentou os sinais nas pernas que mostraremos a seguir. Se a resposta for sim, vale a pena consultar um especialista, em nome do seu descanso.

O Incrível.club quer que você cuide da sua saúde e monitore se possui algum sintoma indicativo da síndrome das pernas inquietas. Você também encontrará um bônus no final do post.

1. Você sente coceiras e as pernas “fervilham”

Você experimenta sensações estranhas de calor e coceira nas pernas. A mesma sensação ocorre nos braços e até na cabeça. Geralmente, afeta os 2 lados do corpo, mas às vezes a pessoa tem sensações estranhas em apenas um dos lados. Esse sintoma pode piorar com a idade.

2. Você sente puxões e as pernas latejam

Além da coceira, você pode experimentar sensações como puxões, latejamento e dormência nas pernas e nos braços. Algumas pessoas pensam que isso pode ser resultado de um treinamento intenso, mas a sensação de incômodo permanece e começa a deixá-las cada vez mais nervosas com o passar dos dias.

3. Você sente desconforto enquanto descansa

Todas essas sensações estranhas descritas anteriormente em geral surgem quando você está descansando. É basicamente por isso que a síndrome possui a palavra “inquietas”. Por exemplo, você pode dar um longo passeio no caminho para o trabalho, depois precisa se sentar na frente de um computador e é aí que as sensações incômodas começam.

4. Você sente vontade de se mexer

Se você tiver a síndrome das pernas inquietas, as noites podem se tornar um pesadelo. Você vai para a cama e se sente cansado e pronto para dormir, mas no momento em que se deita, o desconforto começa. A vontade de movimentar as pernas aumenta e você sente as pernas fervendo e coçando. Então, sente vontade de mexer não apenas as pernas, mas também os braços.

5. Você sente alívio com o movimento

Você sente uma vontade incontrolável de se movimentar. Então, se levanta e anda um pouco. Após esse movimento, o normal é sentir um alívio imediato, mas apenas temporário. Pessoas com a síndrome das pernas inquietas costumam se exercitar, mesmo após um dia de trabalho duro, fazendo coisas como corrida, alongamento, ciclismo ou ioga.

6. Os sintomas pioram à noite

Durante o dia, enquanto está no trabalho ou fazendo alguma outra atividade, você se sente absolutamente bem. Mas no momento em que chega em casa à noite e tenta relaxar, pode começar a sentir uma dor imediatamente. Também é possível que experimente sensações desconfortáveis ​​durante o dia, sentado. Mas é à tarde e no início da noite que a dor fica insuportável.

7. Você não consegue dormir e se revira durante a noite

A síndrome das pernas inquietas pode causar insônia, porque dificulta o sono e você sempre se revira na cama. Por isso, as pessoas com a síndrome podem sentir muito sono e pouca energia durante o dia. Também podem irritar-se facilmente e ficar deprimidas. Além disso, muitas também experimentam espasmos nos membros durante o sono.

Bônus: Como aliviar a síndrome das pernas inquietas

Há algumas coisas que você pode fazer para minimizar as sensações desconfortáveis ​​associadas à síndrome das pernas inquietas:

  1. Atenha-se a um horário regular de sono.
  2. Massageie e alongue os músculos das pernas à noite.
  3. Faça exercícios todos os dias. Pode até ser uma caminhada ou ioga.
  4. Mergulhe em um banho quente, logo antes de dormir.
  5. Medite.

Você tem algum desses sintomas? Já reparou alguma vez que suas pernas nunca descansam? Compartilhe sua experiência conosco!

Compartilhar este artigo