Incrível
Incrível

12 Personagens que não são vilões, mas são considerados tão irritantes quanto um

O público frequentemente desenvolve certa simpatia por vilões; nem sempre os mocinhos agradam os espectadores. Muitas vezes, quando você se aprofunda nas personalidades dos protagonistas, consegue enxergar que, talvez, eles não sejam tão bonzinhos assim. E o personagem “do bem” acaba sendo superado facilmente por um vilão carismático.

Nós, do Incrível.club, selecionamos 12 personagens de filmes e seriados que deixaram o público descontente com suas atitudes, embora não fossem vilões. Confira!

Elena — Diários de um Vampiro

Os espectadores reclamam até hoje da personagem principal dessa série icônica de vampiros. Os internautas acham que a garota é muito emotiva. A ideia do roteiro era que Elena, uma humana, ficasse dividida entre dois vampiros, mas no decorrer da história ela mostra que não é tão boazinha.

Quando a heroína finalmente se torna uma vampira, ela não se envergonha de se gabar de seus poderes ao mostrar os dentes para uma inocente líder de torcida. Elena raramente se desculpa, além de não pensar nos outros — ela ignora completamente quando Damon usa Caroline na primeira temporada. Além disso, ela é ciumenta, impulsiva e muitas vezes é a razão pela qual todos os outros personagens se metem em problemas.

Páris — Tróia

O filme é baseado em uma lenda, mas não podemos deixar de falar sobre algumas atitudes de Páris, interpretado por Orlando Bloom. Para começar, é por causa dele que a guerra entre Troia e Esparta começa. Páris até tentou assumir a responsabilidade e lutar por sua amada, mas depois se acovardou — um sinal da sua imaturidade. Foi também Páris que separou sua irmã de Aquiles, causando-lhe um ferimento no calcanhar.

László Almásy — O Paciente Inglês

Parece impossível não sentir compaixão por uma pessoa com um destino tão difícil. No entanto, vamos olhar sua história de um ângulo diferente. O Conde está tendo um caso com a esposa de seu amigo, e toda sua vida tem sido baseada em mentiras e, mais tarde, em traição.

Ele justifica seus atos com palavras bonitas, mas muitas pessoas acabam sendo afetadas por suas ações. O protagonista demonstra ao longo da história que está apenas preocupado com suas necessidades.

Serena van der Woodsen — Gossip Girl: A Garota do Blog

Embora em um primeiro momento Blair pareça má e vingativa, sua amiga Serena não fica muito atrás e, talvez, seja até mais. Serena filmou Dan dormindo para fazer ciúmes a Blair e, muitas vezes, acabou arruinando festas com suas artimanhas, abandonou amigos em momentos de necessidade, além de mentir e esconder seu passado.

Serena também demonstra ser bastante egoísta em relação à família — por exemplo, quando ela pediu à mãe que se separasse do pai de Dan, porque supostamente eles poderiam atrapalhar o relacionamento dela com Dan. E ela sempre dizia ser vítima das circunstâncias.

Piper — Orange Is the New Black

Quem disse que o personagem principal tem que ser bonzinho? O exemplo perfeito disso é Walter White de Breaking Bad, mas Piper também não fica muito atrás. A loira bonita, rica e educada vai parar na cadeia, cercada por outras criminosas. Mas a mocinha não é tão inocente assim: ela reclama muito, é rude com as pessoas ao seu redor, e ainda trai Alex — e mais de uma vez.

Barney Stinson — Como Eu Conheci Sua Mãe

Muitos notam que o simpático Barney Stinson não é tão bonzinho quanto parece em um primeiro momento. Ele é pretensioso e gosta de ser o centro das atenções. Os internautas dizem que ele pode até ser engraçado, mas na realidade dificilmente seriam amigos de uma pessoa assim.

Como exemplo, basta lembrar do episódio onde ele leva uma mulher a um acampamento na floresta, rouba sua caminhonete e a deixa para trás.

James Bond — Franquia 007

O Agente 007 é simplesmente um homem perfeito que protege o mundo do mal até mesmo durante o sono. No entanto, nem todas as suas ações podem ser consideradas corretas. Bond pune pessoas más; tudo bem que ninguém espera que ele seja bonzinho, mas às vezes o agente ultrapassa todos os limites.

No novo filme da franquia, Sem Tempo Para Morrer, Bond foi agressivo com a equipe médica e, muitas vezes, entra em brigas sem sentido. O personagem também é considerado, por algumas pessoas, sexista.

Rita Bennett — Dexter

Segundo os espectadores, apesar de Rita parecer uma princesa de contos de fadas, por dentro ela está longe de ser um anjo. Ela tem tendência a fazer drama com ou sem razão, e está constantemente exigindo coisas. A personagem necessita que Dexter a “corteje” o tempo todo. Quando seu marido lhe deu uma máquina de pão (porque ela reclamava que estava sempre sem pão), Rita perguntou por que ele não lhe deu uma vaca — já que muitas vezes também ficava sem leite.

Joe — Quanto Mais Quente Melhor

Os músicos Joe e Jerry testemunharam acidentalmente um crime e tiveram de escapar da máfia. A única maneira de fugir dessa situação foi se disfarçando de mulher para entrarem em uma banda só de moças e saírem da cidade. No entanto, Joe e Jerry não pararam por aí.

Joe enganava constantemente a pobre Sugar Kane. Vestido de Josephine, extraía informações dela; depois se disfarçou de um milionário e a enganou para que se apaixonasse por ele. O relacionamento deles foi totalmente construído em mentiras, então as atitudes de Joe dificilmente podem ser consideradas boas.

Emma Woodhouse — Emma

Alguns espectadores acham a personagem principal um pouco irritante. A menina não estava acostumada com dificuldades e passou a vida inteira sem precisar se preocupar com nada. Emma não é particularmente talentosa, mas é arrogante. Outra característica desagradável da heroína é que ela interfere constantemente nos assuntos dos outros e quase arruinou a felicidade da sua melhor amiga.

Louisa Clark — Como Eu Era Antes de Você

À primeira vista, a alegre Louisa é uma personagem 100% positiva que tenta fazer seu trabalho da melhor forma que pode. Ela tem de aguentar as extravagâncias de Will, o que não é nada fácil. Entretanto, às vezes, Louisa faz coisas que dificilmente aprovaríamos na vida real, por exemplo, durante o casamento, ela arrisca a vida de Will ao passar a noite em um hotel com ele.

E, quando ela toma conhecimento da decisão de Will, é incapaz de simplesmente aceitá-la e mostra uma total falta de empatia. Naquele momento, a apaixonada Louisa só pensa em si mesma.

Hwang Jun-ho — Round 6

À primeira vista, Hwang Jun-ho parece ser o único personagem bonzinho no jogo. Ele realmente está tentando lutar contra o mal. No entanto, em vez de alertar os colegas da polícia, ele vai sozinho atrás dos criminosos, pois não é o altruísmo que o move — ele entrou no jogo para achar seu irmão.

Que outros personagens, na sua opinião, não são tão bonzinhos quanto parecem? Conte para a gente na seção de comentários.

Incrível/Arte/12 Personagens que não são vilões, mas são considerados tão irritantes quanto um
Compartilhar este artigo