Incrível
Incrível

12 Detalhes de figurino em “Game of Thrones” que nos deram dicas importantes sobre o enredo, mas nem todos perceberam

Durante a gravação de filmes e séries, os cineastas enfrentam um grande obstáculo: passar o máximo da sua ideia para o público, contando a história da forma mais viva e detalhada possível. Para atingir esse objetivo, muitas vezes, diretores recorrem não só aos diálogos e à atuação, mas também à cor, à luz, à música, ao ambiente e, é claro, ao figurino dos personagens.

Nós, do Incrível.club, decidimos mergulhar na produção de uma das nossas séries favoritas — Game of Thrones — e notamos diversos detalhes curiosos nos trajes dos personagens, que talvez muitos não tenham notado. Por isso, acompanhe!

O vestido real da Cersei

Os espectadores não puderam deixar de notar uma mudança no estilo da Cersei Lannister desde sua ascensão ao Trono de Ferro. Elegante e poderosa, ela sempre deu preferência às vestimentas distintamente reais. Mas após alcançar seu cobiçado poder, ela mudou abruptamente sua imagem e se apresentou em público com um terno de couro escuro cheio de detalhes.

E essa não foi uma mudança aleatória. O preto do vestido simbolizava o luto pela perda de suas crianças. O próprio material da peça, a textura, é uma homenagem a seu pai, Tywin Lannister, que uma vez usou algo semelhante. Aparentemente, Cersei pretendia ser uma governante dura e visionária, assim como Tywin. E a corrente de prata era uma referência ao braço de metal de Jaime, com quem ela ainda estava conectada.

A “invisibilidade” dos trajes da Arya

Durante a maior parte da série, Arya Stark aprende a ser um “ninguém” — imperceptível, invisível, sagaz. Isso também é representado nas suas roupas: quase sempre o traje não trazia nenhuma informação sobre a personagem, é indistinto, que é o que a própria garota almejava alcançar. Além disso, podemos ver trançados nas vestimentas de Arya como um sinal de que, se necessário, ela poderia facilmente se livrar do tecido e mudar sua imagem, despistando seus perseguidores.

O colar da Sansa

Um detalhe curioso está escondido no colar original da Sansa Stark. Ele consiste em um anel metálico e uma longa corrente, terminando em uma extremidade com algo parecido a uma agulha gigante. A pista está na própria superfície: de fato, essa é uma referência à Agulha, a pequena espada da Arya, que foi um presente de Jon Snow. A presença de tal acessório no traje da Sansa simbolizava o entendimento mútuo entre as irmãs, que antes não era tão presente entre elas.

Coroa da Cersei

Esse acessório também é mais do que um belo sinal de poder. No centro da coroa minimalista da Cersei, podemos notar a crina de um leão — o emblema da casa Lannister — que é notavelmente parecida ao contorno do Trono de Ferro. Dessa forma, a coroa simbolizava o desejo pelo poder, que ela eventualmente obteve.

Os trajes nórdicos da Daenerys

Ao retornar a Westeros, Khaleesi alterou suas roupas não apenas para trajes mais quentes (apropriados para o clima rigoroso do norte), mas também para aqueles que demonstrassem o seu poder. Ou seja, começaram a assemelhar mais a um uniforme de soldado, visto que ela estava pronta para lutar pelo seu reino. Os ombros largos de seus vestidos simbolizam força, assertividade, e os detalhes em vermelho no tecido fazem menção à cor da casa Targaryen, à qual Daenerys pertence.

A armadura de Jaime

A armadura de batalha do Jaime reflete diretamente o ambiente em que ele vivia, que era o mesmo de sua casa. O Regicida é um membro da guarda real, o protetor do rei, por isso ele usa uma capa branca. Em sua armadura, podemos ver os chifres de veado — símbolo da Casa Baratheon, à qual o rei pertencia. O fato é que Jaime, o guardião, não podia se dar ao luxo de usar roupas com sua própria insígnia enquanto estava em serviço. Mais tarde, contudo, após a morte de Robert, um leão dourado “Lannister” apareceu em sua armadura.

O traje “estrelado” de Euron Greyjoy

Euron Greyjoy provou ser um dos personagens secundários mais marcantes e memoráveis da série. Ele pediu a mão da Cersei em casamento usando um traje digno das estrelas de rock: blusa preta com uma estampa de estrelas. A figurinista explicou que o objetivo era enfatizar sua elegância, sua franqueza. E para mostrar que Euron passava por certos problemas: ele se esforçava muito para tomar o lugar de Jaime, como se quisesse estar debaixo de sua pele. Portanto, as estrelas na sua roupa parecem ser compostas de pequenos pedaços de tecido.

Os três estilos no figurino de Jon Snow

Ao seguir em direção à Muralha para servir na Patrulha da Noite, Jon Snow usava uma roupa preta — a marca registrada de todos aqueles que defendiam a fronteira de Westeros a partir do norte. Mais tarde, quando Jon Snow passou um tempo do outro lado da Muralha com os selvagens, seu traje ganhou pele animal, assim como seus novos amigos já se vestiam. E somente após retornar para Winterfell, vencendo a Batalha dos Bastardos, ao figurino de Jon são acrescentados tons marrons — a cor da casa Stark.

No fim da série, a roupa do personagem reflete todos os três grandes períodos de sua vida: a cor preta, a cor marrom e a pele.

O vestido de noiva da Margaery Tyrell

Durante toda a série, Margaery se casou três vezes: com Renly Baratheon, Joffrey Baratheon e Tommen Baratheon. Mas agora vamos olhar mais de perto o vestido de noiva que a personagem usou em seu 2º casamento, com Joffrey. O vestido tem um design semelhante a uma trepadeira, simbolizando que seu novo marido logo cairá na armadilha dos Tyrell. O cabelo da Margaery apresenta um penteado bastante complexo e alto, para indicar que ela se tornará a mulher mais poderosa do reino, competindo até com a própria Cersei — quem também gostava de mostrar seu status pelo penteado.

O traje de Tyrion na corte

Se lembrarmos bem, Tyrion foi julgado pela corte e recebeu uma sentença injusta. Se olharmos mais de perto para seu figurino, veremos que a paleta de cores mudou: em vez do habitual vermelho e amarelo — cores típicas dos Lannisters — também podemos notar tons mais escuros, quase pretos. Isso não apenas reflete o estado interno de Tyrion, mas também é uma espécie de dica sobre qual será o resultado do julgamento.

Os vestidos azuis da Daenerys

Na 3ª temporada, após perder Khal Drogo, Daenerys passa a usar vestidos azuis com frequência. E isso não é por acaso: o azul é a cor dos Dothraki, um pigmento natural raro, que eles sabiam como obter. Daenerys lamenta pelo seu marido e usa roupas em diferentes tonalidades dessa cor como uma homenagem a Drogo.

O manto de brocado de Theon Greyjoy

Theon acompanhou Sansa Stark à sua cerimônia de casamento com Ramsay Bolton. Todos notaram o traje branco da Sansa, mas as roupas de Theon também merecem destaque: sobre seus ombros, vemos um belo manto de brocado. Esse é um símbolo para prestar homenagem a Catelyn Stark — mãe da Sansa — que não pôde estar presente no casamento de sua filha. Catelyn era uma das poucas personagens da série que usava mantos de brocado. Por conta disso, Theon optou por usar tal manto no momento mais significativo para Sansa.

E você, notou esses detalhes de figurino enquanto assistia à série? Qual foi o seu look preferido? Comente!

Imagem de capa Game of Thrones / HBO
Incrível/Arte/12 Detalhes de figurino em “Game of Thrones” que nos deram dicas importantes sobre o enredo, mas nem todos perceberam
Compartilhar este artigo