Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Estudo garante que as mulheres são mentalmente mais jovens que a maioria dos homens

2--4
152

Está comprovado: as mulheres são sempre mais jovens que os homens. Ao menos é o que garante um estudo que trouxe novas informações sobre a atuação do cérebro em ambos os gêneros. De acordo com a pesquisa, representantes do sexo masculino podem até se sentir jovens de coração, mas, em comparação com o sexo feminino, neurologicamente falando, eles saem perdendo.

Mas antes de discutir o assunto, o Incrível.club apresenta os resultados do estudo e seu impacto no desempenho do metabolismo de ambos os sexos, que indica que elas se mantêm mentalmente saudáveis por mais tempo do que eles.

Jovens para sempre

O estudo, realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, em St. Louis, EUA, e publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, revelou que os cérebros das mulheres são, em média, três anos mais jovens que os dos homens da mesma idade, em relação especificamente ao funcionamento do órgão.

A culpa é do açúcar

O combustível do cérebro é o açúcar, mas conforme o órgão envelhece, passa a empregar a substância de uma maneira diferente. Por exemplo, em bebês e crianças, o açúcar é usado para dois processos: na glicólise aeróbica, por meio da qual o cérebro amadurece, e no pensamento sobre as atividades cotidianas. Com o passar do tempo, o processo de glicólise aeróbica diminui, até ficar quase inexistente nos idosos.

Fluxo da glicose

O estudo contou com a participação de 205 mulheres e homens, com idades entre 20 e 82 anos. Todos eles foram submetidos a tomografias computadas para que fosse possível analisar como ocorria o fluxo de oxigênio e de glicose nos cérebros. Ao mesmo tempo, o exame permitiu acompanhar o processo de glicólise aeróbica em cada participante. Surpreendentemente, a idade cerebral baseada no desempenho de tal processo foi, em média, 3,8 anos menor nas mulheres.

A grande diferença com os homens

Já os homens revelaram estar não apenas em clara desvantagem em comparação com as mulheres, mas segundo os pesquisadores, o cérebro masculino é 2,4 anos mais velho que a idade cronológica real. Além disso, a juventude cerebral das mulheres se fez presente a todo momento, ou seja, não é algo que elas perdem com a idade.

Menor deterioração cognitiva

Os resultados do estudo mostram que os homens se tornam adultos bem antes das mulheres. Tal padrão, no qual está inserido o funcionamento cerebral, se repete durante toda a vida. Da mesma forma, as conclusões revelam o motivo pelo qual as mulheres não sofrem com níveis significativos de deterioração cognitiva em comparação com os homens. Elas se saíram melhor em testes de lógica, memorização e solução de problemas.

Hormônios também interferem

Além de terem descoberto esse papel fundamental do açúcar no processo metabólico, os pesquisadores concluíram que os hormônios têm uma função mediadora. Eles melhoram a percepção dos estímulos que rodeiam a pessoa, mantendo o metabolismo cerebral equilibrado por mais tempo.

As letras miúdas

Os estudiosos destacaram que a pesquisa não fez distinções de sexo e gênero, que são muito influenciados por questões sociais. Por isso, é possível afirmar que o meio ambiente e o estilo de vida também podem ser associados ao desenvolvimento do cérebro.

Você acha que faz sentido afirmar que o cérebro feminino se mantém jovem por mais tempo? Comente!

Ilustrado por Leisan Gabidullina exclusivo para Incrível.club
2--4
152