Uma mãe de dois filhos revelou como consegue trabalhar e cuidar das crianças sem enlouquecer

Psicologia
há 11 meses

Se você pode trabalhar, cuidar de seus filhos, manter uma casa em ordem e, ao mesmo tempo, preocupar-se com sua aparência, talvez seja uma super-heroína e possua alguns poderes secretos. A maioria das mães atuais que combinam as tarefas domésticas com outras atividades do dia a dia lê muitos artigos de psicólogos e diferentes fóruns de ajuda. Mas as dicas da internet muitas vezes parecem muito ambíguas: “Delegue obrigações, aprenda a administrar o tempo, combine o prazer com o mais útil”, entre outros. Uma mãe de dois filhos, Christine Skoutelas, compartilhou com o resto dos usuários da rede certos truques que a ajudam a fazer tudo e, ao mesmo tempo, a impedem de ser vítima de exaustão física e mental.

Nós, do Incrível.club, achamos os conselhos de Christine simples e compreensíveis, por isso os traduzimos e adaptamos para ajudar você a materializar frases abstratas da internet e de livros de ajuda para pais.

1. “Existem coisas que são obrigatórias e outras nem tanto”

“Concentre-se no mais importante.”

Um conselho comum que se aplica a qualquer situação é o seguinte: “Determine suas prioridades”. No entanto, isso só pode confundir os pais: por exemplo, se no sábado você priorizar a limpeza, isso significa que não poderá passar horas extras com seus filhos.

  • Determine as coisas que você não precisa fazer:

“Sou obrigada a trabalhar e pagar as contas. Tenho que alimentar minha família e cuidar dos meus filhos. Mas eu não preciso sacudir a poeira das janelas todos os dias, ou dobrar um monte de roupas e colocá-las nas gavetas. São as minhas próprias culpas, mas eu não tenho que obedecê-las, eu mesma devo escolher se devo gastar minha força e tempo em coisas sem importância”.

  • O necessário:

“Percebi que preciso que os pratos estejam limpos (isso não é contestado), mas ninguém vai me punir se eu lavá-los de manhã (ficar de acordo). Preciso lavar e secar as roupas das crianças no fim de semana (isso não é contestado), mas não sou obrigada a passar a ferro todas as roupas, dobrá-las e guardá-las (ficar de acordo). Não é que eu não goste que tudo esteja limpo e impecável, mas se eu cuidar de tudo isso a cada dia, vou morrer de exaustão, por isso só faço o que é necessário”.

  • O indispensável:

“Eu escolho 1-2 coisas que preciso fazer todo fim de semana. Além disso, faço 3 tarefas constantes todas as tardes: limpo a cozinha, deixando a mesa limpa, observo se as crianças escovaram os dentes e preparo a máquina de café, para levantar de manhã e simplesmente apertar um botão para obter meu café da manhã.

Tudo mais pode ser adiado. Por exemplo, aspirar o chão não entra em minhas tarefas essenciais. Amo a ordem e o meu novo aspirador de pó, mas não vou me estressar por causa de algum fiapo ou sujeira pequena no carpete”.

2. “Dedico meu tempo ao que gosto”

“Encontre tempo para si mesma”, “não esqueça de descansar”... Esses conselhos geralmente podem ser encontrados em fóruns. Mas, ao ter tempo livre, a mãe vai até o supermercado comprar produtos e se dedica a limpar a casa, e o tempo restante é gasto em outras coisas, menos em relaxar!

  • “Dedico o meu tempo às coisas que me fazem feliz, é a minha vida, certo? Lembro-me regularmente que, por vezes, os pais têm de se sacrificar, mas isso não significa que tenho de rejeitar tudo o que eu gosto. Eu preciso me divertir separadamente das crianças, e elas precisam entender que isso é permitido”.
  • “Dedico meu tempo livre aos meus hobbies e a descansar, por exemplo, em minha lista de tarefas diárias. Você pode ver coisas planejadas como “desenhar mandalas” ou “ler um livro”.

3. “Procuro coisas que eu possa tirar da minha vida”

“Delegar tarefas” e “não assumir tantas responsabilidade para si mesma” são dicas que parecem muito abstratas, então muitos pais não as levam a sério.

  • “Regularmente eu avalio minha produtividade e meu nível de estresse. Quando entendo que estou muito ocupada, vejo minha lista de tarefas e o que não posso fazer, ou encontro coisas para as quais posso dedicar menos tempo. O mais importante é entender que se você fez algo por um longo período, isso não significa que deve fazer isso para sempre”.
  • “Aprendi a não explicar as razões pelas quais me recuso a fazer as coisas. Simplesmente digo ao meu chefe: ‘Eu gostava de fazer x, y, z, mas agora decidi direcionar toda a minha energia para outras coisas’. E ele não deve necessariamente saber que isso é desenhar garatujas

4. “Gasto menos tempo em bobagens”

“Diga ’NÃO’ em algumas ocasiões”.

O que fazer para sair da crise do “trabalho — casa”? O conselho mais popular que pode ser lido na internet sobre este tópico é o seguinte: “Saia com mais frequência”.

  • “Educadamente recuso eventos desnecessários. Se você me convidar para uma festa especial, como uma feira de acessórios feitos à mão, eu procuro os produtos pela internet e, se precisar de algo, compro online, não vou a um evento escolar para levantar dinheiro. Mas se eu colaborar com ele, se meus parentes me convidarem para uma comemoração por uma razão não tão séria, vai me custar mais rejeitá-los, mas, de qualquer forma, vou pensar se vale a pena ir, se minha presença é muito importante, e se realmente tenho vontade de participar”.
  • “Também não vale a pena inscrever crianças em milhares de cursos e aulas fora da escola, é melhor dar a eles a oportunidade de se divertirem de forma autônoma e simplesmente descansar, o triste é que se divirtam desenhando nas paredes”.
  • “Às vezes eu sinto que os nervos estão no limite, então simplesmente planejo passar o fim de semana em casa, de pijama. Por um lado, pode parecer que não estou fazendo nada, mas, na verdade, passo meu tempo com minha família (e, ao mesmo tempo, recarrego minha bateria)”.

5. “A preparação da comida leva menos tempo do que o resto dos afazeres domésticos”

“Organize o trabalho doméstico”, “não faça nada complicado em casa”. Essas dicas soam muito atraentes, mas geram uma pergunta: “O que fazer para que todos estejam satisfeitos?”

  • “Fazer comida é um pesadelo, eu preparo no fim de semana a maior parte dos produtos para alimentar a família durante uma semana. Faço frango, ovos cozidos, grão-de-bico, legumes fritos, caçarola de aveia para o café da manhã, entre outros. Com o passar dos dias, misturo o que eu preparei com os produtos que tenho em casa: arroz, feijão, legumes frescos, frutas, etc. Armazeno tudo na geladeira em recipientes separados, isso ajuda a agradar minha família”.

6. “Eu digo quando estou cansada e do que preciso”

Os fóruns e artigos dizem que você tem que conversar com sua alma gêmea sobre seus sentimentos. Isso parece lógico, mas muitos têm medo de mostrar seu lado fraco e consideram que não têm o direito de se cansar.

  • “Com o passar do tempo, percebi que meu marido não entendia minhas sutis insinuações, então decidi imediatamente contar-lhe sobre meus sentimentos e o que preciso fazer para me encher de energia. Por exemplo, ficar 30 minutos na solidão. Pela minha parte, tento notar quando ele está exausto demais e dou-lhe tempo para descansar”
  • “No casamento, o casal tem que suportar um equilíbrio frágil: às vezes, um deve fazer o trabalho de ambos, enquanto o outro relaxa por um tempo.”

E você? Tem outros truques úteis que ajudam a simplificar as coisas?

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados