Mãe corajosa leva filho à casa de menina para se desculpar após mensagens de bullying

Crianças
há 6 meses

Quando um telefonema da escola revelou mensagens cruéis enviadas por seu filho, Samm Jane não hesitou em tomar medidas drásticas. O que aconteceu a seguir é uma história inspiradora de uma mãe determinada a ensinar valores importantes a seu filho de 12 anos. Esta narrativa mostra uma série de ações resolutas, compaixão e lições poderosas e como a educação vai muito além dos livros.

A descoberta das mensagens ofensivas

Quando uma mãe solteira descobriu as mensagens ofensivas que seu filho de 12 anos estava enviando a uma colega de escola, ela tomou uma atitude decidida. Samm Jane, de 32 anos, ficou “furiosa” após receber um telefonema dos professores informando que seu filho Dave estava enviando mensagens cruéis para uma colega.

Samm não poupou palavras e ordenou que ele entregasse seu telefone assim que chegou em casa. O que ela descobriu deixou-a chocada — o garoto havia chamado a garota de “gorda”, “feia” e usado palavras ofensivas. As mensagens também continham declarações como “Nunca quero ver o seu rosto na escola. Sua aparência e seu corpo me ofendem.”

Quando a garota respondeu pedindo que ele parasse de ser tão cruel, ele respondeu com áudios dizendo “Você é nojenta”. Samm, ao recordar como ficou “abalada de tanta raiva” ao ver as mensagens, confrontou seu filho. Tudo o que Dave conseguiu dizer foi “Ela me irrita na escola”, ao que Samm respondeu: “Não me importa”.

Uma mãe determinada a ensinar respeito

Samm, determinada a fazer a situação melhorar, localizou a residência da garota e fez seu filho gastar parte do dinheiro que ganhou no seu aniversário para comprar flores e chocolates como um gesto de desculpas. Como uma mãe que se preocupa, ela acompanhou seu filho até a porta da garota, onde ele pediu desculpas aos pais dela. A ação de Samm foi elogiada pelos internautas como um exemplo de “maternidade responsável”.

Samm também fez questão de que Dave explicasse exatamente pelo que estava se desculpando ao se encontrar com a garota e sua família. A garota não havia contado a seus pais sobre o bullying que vinha sofrendo. O pai da garota enfatizou a gravidade do comportamento, afirmando que, se Dave fosse adulto, teria sofrido consequências mais sérias.

Ensinando empatia e respeito ao próximo

Além disso, Samm, que cuida sozinha de cinco filhos, confiscou todos os dispositivos eletrônicos de Dave por uma semana. Ela compartilhou sua história nas redes sociais, onde recebeu mais de um milhão de visualizações. Dave completou 12 anos, mas, sem dúvida, seu aniversário foi um tanto tumultuado, enfrentando a bronca de sua mãe.

Samm enfatizou que ensinar respeito e empatia é fundamental. Ela explicou para seu filho como palavras podem ter um impacto profundo nas pessoas, até levando-as a se machucar ou pior. O vídeo compartilhado por Samm teve um grande impacto, e muitas pessoas elogiaram sua abordagem firme na educação de seu filho. Ela espera que, ao compartilhar sua história, outros pais se sintam inspirados a ensinar seus filhos a se desculparem e a cultivarem o respeito mútuo.

Lutar contra o bullying não é uma tarefa fácil, seja o seu filho quem pratica ou quem sofre os ataques. Felizmente, temos muitos casos de sucesso dessa luta para nos inspirar, como o da professora de matemática que, por meio de uma simples dinâmica, ensinou os alunos a valorizar os seus colegas.

Imagem de capa sammjane2 / TikTok

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados